13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Filipe Cabeçadas lança novo single “1981”, em mais um avanço para o disco de estreia “20.1”, com edição a 24 de Novembro

 

 

Filipe Cabeçadas revela o terceiro single “1981”, em mais um avanço para o disco de estreia “20.1”, a editar no dia 24 de Novembro. Este novo single foi novamente produzido pelo próprio músico que assume novamente todos os instrumentos. “1981” é uma viagem pelo presente mas temperado pelo passado. É também uma valorização de caminhos percorridos, de interrogação pelas escolhas tomadas, num espaço sem lugar para nostalgia.

Como uma confissão profunda do músico sobre a sua identidade diletante, “1981”mistura as paisagens sonoras sintetizadas dos anos 80 da sua infância, com o som elétrico dos anos 90 da adolescência. Nesse limbo de frequências sonoras encontra-se a inocência, a rebeldia, o amor maternal e a emancipação emocional.
 
O video ficou a cargo da Onirico Filmes (Henrique Prudêncio e Ricardo Duarte) que criam a história de um dia na vida de um rapaz curioso, dotado de sensibilidade e curiosidade, numa clara alegoria à vida do músico e em que todos os cenários filmados estão intrinsecamente ligados ao seu percurso.

“Quando compus o tema, senti um misto de emoções estranhas. Não gosto de nostalgia mas estava lá. Valorizo as vitórias mas confesso as minhas derrotas. 1981 é um lugar imaginário distante. Todos temos um parecido. Em suma, pergunto-me: what would you do if you´d come down to 1981?” 

 

Filipe Cabeçadas é um e muitos em simultâneo: compositor, multi-instrumentista e produtor farense.

Como músico, participou em diversas bandas, todas com o seu mérito e tempo.


O seu percurso musical começa em meados de 1997. O resultado de uma rebeldia pura, baseada nalguma dificuldade na afirmação e interação social.


Estuda no Conservatório de Música, enquanto forma os Mindlock e compõe sobre a revolta interior e o inconformismo ao som do metal.


Junta-se a outras bandas algarvias de rock independente, tais como: Melomeno-Rítmica, oLUDO e os Nome.


Grava discos, aprende a filosofia das covers e dos bares, e colabora como freelancer com múltiplos artistas.

Por entre os anos, surgem as amizades, viagens e vidas cruzadas que trilham uma forma de estar despreocupada, mas atenta e um olhar humilde, mas crítico dos tempos.

Os dois singles lançados  “Bring Back The Man” e “HELLL WITH YOU” surgiram como cartão de apresentação do primeiro álbum a solo “20.1”, a editar a 24 de Novembro.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 19 de novembro de 2018 – 00:56:47

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...