13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Cascais - Cumpra as regras em nome da tradição

 

 

Desde 2010 que a Câmara Municipal de Cascais promove a campanha "Na Páscoa, quem paga é o mexilhão", com o apoio da Polícia Municipal e da Capitania de Cascais. Trata-se de uma campanha de informação e sensibilização para as consequências nefastas da apanha descontrolada desta espécie.

 

Muitas famílias, cumprindo o calendário cristão de restrição ao consumo de carne durante a semana Santa, acorrem, ao longo de toda a nossa costa, no feriado da sexta-feira Santa, às zonas rochosas, aproveitando a baixa-mar para apanharem Mexilhões (Mytilus sp.), Lapas (Patella sp.) e Perceves (Pollicipes pollicipes).

 

É uma velha tradição que pode ser posta em causa, caso a apanha se faça de modo descontrolado. Na captura do mexilhão, a prática de apenas apanhar os exemplares de grandes dimensões perturba as comunidades de Mytilus sp. com repercussões no futuro reprodutivo da população, já que são os animais de maior dimensão os mais fecundos.


Esta procura tão intensa de mexilhão num curto espaço de tempo provoca ainda uma diminuição na abundância, mas também uma redução do tamanho médio dos indivíduos provocando elevadas perturbações no ecossistema intertidal, tornando a sua recuperação muito morosa.

 

Para minimizar os efeitos nefastos que esta tradição tem no litoral de Cascais, é realizada anualmente a campanha de sensibilização designada “Na Páscoa quem paga é o mexilhão”.


Esta ação conta com equipas no terreno de forma a informar as pessoas que se deslocam às zonas costeiras para a necessidade de se preservar o meio marinho de forma a garantir a sustentabilidade dos recursos existentes, distribuindo informação e alertando para os limites legais de captura.

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 18 de julho de 2019 – 21:52:42

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...