Amadora - Resistência e HMB festejam 40 anos de cidade!

 


11, 13 e 14 setembro | Parque Central


Os concertos gratuitos ao ar livre no Parque Central são já uma tradição, juntando muitas centenas de pessoas num espaço relvado em anfiteatro, que proporciona noites excelentes de Verão. Este ano, os cabeças de cartaz são os HMB (13 setembro) e os Resistência (14 setembro), mas há mais para desfrutar.


Lux Prima Spei “O Amanhecer de Esperança”


11 setembro | 22h00


Compositor Pedro Teixeira da Silva
Entidades Envolvidas: • Vontade Comum, Lda. – Orquestra Orbis: Vinte e seis elementos (Vinte e um Músicos, Maestro e quatro Solistas) • Orquestra Geração – Orquestra Municipal Geração Amadora (OMGA): Dezassete (Músicos) • Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora (SFCIA): Vinte e dois (Músicos) • Coro Emotion Voices: Quarenta (Coralistas) • Grupo coral do HFF - (Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca): Dez (Coralistas)
Artistas Intervenientes: 135

 

 

MGDRV


13 setembro | 21h30


Quando no final de 2018, os MGDRV reequacionaram tudo aquilo que estavam a fazer e o caminho que queriam seguir, perceberam que para avançar teriam que fazer RESET, voltar ao principio e à essência daquilo que os juntou e começar de novo. Se é o Hip Hop a essência, se o trap comanda o ritmo e o RAP domina a linguagem, os MDGRV juntam tudo numa sonoridade que é única e que tão bem os identifica. Isto é o quê? Isto é MGDRV! Em 2019 os MGDRV (Megadraive) fazem RESET e mais que começar de novo, querem começar do zero, porque só do zero se pode voltar a construir esse caminho.

 


HMB


13 setembro | 22h45


É uma banda portuguesa de soul e funk, em atividade desde 2007, que promete festa do início ao fim. É constituída por Héber Marques, Fred Martinho, Daniel Lima, Joel Silva e Joel Xavier. Todos os temas lançados pela banda são cantados em português.

 


Conjunto!Evite


14 setembro | 21h30


Cinco amigos que trouxeram do Ribatejo um novo estilo musical, chamam-se Conjunto! Evite e orgulham-se de ter criado o Rock Progadélico. Desta mistura com base no Rock


Clássico com estruturas rítmicas do Prog Rock e do Funk dos anos 70 e muito inspirada em música de videojogos. Em Junho de 2019 lançaram o novo álbum Se isto é um Disco gravado nos estúdios A Casinha e BKK. Com 3 singles revelados destacam "Controla a Paranoia", com um videoclip totalmente realizado em stop motion e "O Lead é que Decide" que foi incluído na coletânea Novos Talentos FNAC 2018. São 8 novas canções onde o seu Rock endiabrado se debruça sobre o passado e cresce com a passagem da banda a quinteto. Ao vivo combinam solidez, improvisação e energia num combo fulminante que derruba fãs e críticos e que traz nova vida ao Rock cantado em português, tendo passado pelos palcos do Super Bock Em Stock 2018, Reverence Valada 2014 e 2017, Feira de Santiago e feito tremer clubes como o Sabotage, S.H.E., D.R.A.C., entre muitos outros.

 


Resistência | Participação especial de Teresa Salgueiro


14 setembro | 22h45


Resistência é sinónimo de história, de orgulho e de grandes canções. Este coletivo por onde passaram e continuam a passar alguns dos maiores nomes da música portuguesa das últimas décadas, assinalou recentemente o seu vigésimo quinto aniversário, com três grandes concertos onde passaram em revista o seu legado levando consigo até ao palco alguns convidados especiais e amigos que prolongarão no presente uma viagem feita de entrega à nossa língua e às nossas canções. O coletivo formado por Alexandre Frazão (bateria), Fernando Cunha (voz e guitarra 12 cordas)  Fernando Júdice (baixo), José Salgueiro (percussões), Mário Delgado (guitarra), Miguel Ângelo (voz), Pedro Joia (guitarra clássica), Olavo Bilac (voz) e Tim (voz e guitarra) tem um enorme gosto em estar nos palcos, como escreveu Pedro Ayres no texto que acompanhava a edição do DVD com o registo do concerto do álbum Horizonte, de 2015, voltar a fazer “a apologia da canção de autores portugueses da música elétrica e dos concertos cantados pela comunidade do público”. Só assim, aliás, faz sentido celebrar.


Sempre voltando a canções que são verdadeiros hinos geracionais como “Não Sou o Único”, “Nasce Selvagem”, “A Noite” ou “Amanhã é Sempre Longe Demais”, a Resistência reencontrará assim parte do seu mais celebrado e aplaudido reportório, aquele que se faz da sua particular forma de abordar os grandes temas de míticas formações como Xutos & Pontapés, Delfins, Sitiados, Rádio Macau ou Heróis do Mar e Jorge Palma.


Parque Central | Estátua José Afonso | Palco Cidade


Av. General Humberto Delgado (junto ao n.º 49) 


Entrada Livre

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...