Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto esgotam no seu regresso a Portugal

 

 

Alceu Valença e a Orquestra Ouro Preto, com espetáculos agendados para os próximos dias 20 e 21 de janeiro, acabam de esgotar a lotação tanto na Casa da Música (Porto) como no Casino Estoril.

Após a bem-sucedida parceria entre o cantor e compositor Alceu Valença, o maestro Rodrigo Toffolo e o diretor de cena Paulo Rogério Lage, com a criação de Valencianas, que percorreu o Brasil e Portugal, sempre com concertos esgotados, o trio anuncia a continuidade do projeto com um novo espetáculo: o concerto Valencianas II.

O espetáculo chega com o desafio de trazer ao público novas músicas, novos arranjos e vai abranger ainda mais os sucessos da carreira de Alceu.
Após apresentações pelo Brasil, nas cidades de Recife, Belo Horizonte e São Paulo, os músicos desembarcam em janeiro de 2020 em Portugal para dois concertos esgotados na Casa da Música (Porto) e no Casino Estoril:

Valencianas, a primeira edição do espetáculo, foi concebida em 2010, para celebrar os 40 anos de carreira de Alceu Valença, fruto do encontro com Paulo Rogério Lage, que há tempos planejava proporcionar contornos orquestrais à sua obra, juntamente com o maestro da Orquestra Ouro Preto e o homenageado. Pela primeira vez, o trabalho do cantor e compositor pernambucano recebeu arranjos orquestrais, o que representou uma experiência inédita na carreira de Alceu.

No reportório novo, os inúmeros sucessos que ficaram de fora do primeiro espetáculo deixaram margem para que fosse árdua a tarefa de selecionar as canções que fariam parte desta segunda edição. O maestro Rodrigo Toffolo revela algumas: “Dia Branco”, “Solidão” “Tesoura do Desejo”, “Taxi Lunar” e “Pelas Ruas que Andei”, escolhidas a dedo por Alceu, estas obras prometem emocionar o público, em arranjos especialmente confeccionados por Mateus Freire”, revela Rodrigo Toffolo.

 “Mais uma vez, o que queremos é proporcionar um encontro inesquecível entre a música de concerto e a música de Alceu Valença, com Valencianas II. Uma forma não só de homenagear este mestre da MPB, bem como a brasilidade que a obra de Alceu nos remete”, conclui Rodrigo Toffolo.
 
Alceu Valença irá regressar à Europa em julho, desta vez com banda, no formato em que se apresenta habitualmente.

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...