Corinthians Steamrollers - Brasil

 
Corinthians Steamrollers: de Diadema à mais apaixonada torcida do Brasil
 
Tal como em Portugal, também no Brasil, o futebol americano começa a ser encarado de outra forma e a ser praticado por um crescente número de jogadores.
 
E, no “país-irmão”, o Corinthians Steamrollers, que agora damos a conhecer, é uma das principais referências.
 
Dois meninos e uma bola.
 
É assim que muitos crianças do Brasil começam a gostar de futebol.
 
Mas, na presente história, este futebol tinha uma bola diferente, ela era oval.
 
Os meninos são Cauê, o quarterback da equipa, e Paulinho, wide-receiver, que em 2004 começaram a praticar o desporto depois de alguns jogos de “videogame”.
 
Nesse ano de 2004, a equipa ainda não era sequer um sonho.
 
Na época, a dupla Cauê e Paulinho adquiriu o primeiro jogo sobre futebol americano, mesmo não entendendo nem acompanhando nada deste desporto.
 
Mas, mal começaram a jogar, foi amor à primeira vista!
 
Não paravam de jogar e passaram a acompanhar equipas e  jogos estrangeiros de uma forma quase fanática.
 
Tanto que no seu aniversário Cauê pediu, e ganhou, uma bola de futebol americano.
 
Os dois passavam o dia inteiro a trocar passes na rua ou a jogar nas consolas, e em pouco tempo começaram com a ideia de criar uma equipa.
 
A brincadeira foi ficando séria e novos amigos começaram a jogar com os dois.
 
Durante o ano de 2005, a equipa começou a procurar outras da região do ABC paulista para realizar jogos amistosos e manter viva a vontade de jogar, já que não sabiam o que fazer para competir e jogar mais seriamente.
 
E o, ainda, Diadema Steamrollers participou pela primeira vez num torneio oficial em 2006, quando João De Caroli inscreveu a equipa no Campeonato Paulista – Torneio LigaFlag, antes mesmo de consultar os seus companheiros.
 
Nunca tinham jogado a modalidade flag e, por isso, no primeiro jogo, apesar da vitória, tiveram alguns problemas ... que foram resolvidos com o passar dos jogos, terminando a competição entre os melhores..
 
O bom desempenho no Campeonato de Flag e os contactos realizados pelo capitão Ricardo Trigo com o Corinthians fizeram com que a equipa se tornasse mais famosa, devido à grande popularidade do clube paulistano, um dos maiores emblemas brasileiros.
 
 
Em 2007, o plantel renovou-se, amadureceu e continuou a melhorar o seu nível técnico e táctico, graças à chegada de um treinador.
 
O “Coach” Neto já tinha jogado futebol americano universitário nos Estados Unidos durante dois anos e veio trazer organização e experiência ao clube.
 
Naturalmente, a equipa tornou-se mais disciplinada e séria. Continuou a haver diversão, mas, os jogos deixaram de ser uma brincadeira.
 
Com isso, chegou com força total para a temporada 2007 do Campeonato Paulista e teve uma óptima campanha, reconhecida por todos.
 
Terminou a primeira fase do campeonato invicta, sagrando-se Campeã da Divisão Sul com 100% de aproveitamento e como a melhor defesa do torneio.
 
 
Durante a época, a parceria entre o Movimento “Futebol Americano No Brasil: Eu Acredito!” e a Prefeitura da Cidade de São Paulo incluiu alguns eventos relacionados com o Futebol Americano e Flag na Virada Esportiva dos dias 22 e 23 de Setembro.
 
O Steamrollers participou numa partida em plena madrugada contra o tradicional e consagrado São Paulo Sharks, o qual foi derrotado de uma forma incontestável, tendo mostrado muita garra e força no seu jogo.
 
No campeonato Paulista, chegou até à final da Conferência Estadual, onde enfrentou a forte equipa de Sorocaba, os Vipers.
 
Foi o jogo mais disputado de toda a competição e só o forte sol e o cansaço dos jogadores ditaram a eliminação, mesmo no final do prolongamento do encontro.
 
 
A grande parceria com o Sport Club Corinthians Paulista chegou em 2008 e começou vitoriosa, dado que os Steamrollers derrotaram o Brasil Devilz por 29 A 8.
 
Na ocasião, André Santos, presidente do Corinthians, mostrou-se mais do que ciente do potencial deste desporto, mostrando ter planos para capitalizar o interesse e a visibilidade da equipa alvinegra da modalidade.
 
Neste primeiro ano, além de alguns treinos e possíveis jogos dentro do clube, pensamos em tentar fazer uma apresentação no intervalo de um jogo de futebol profissional no Pacaembu, bem como um evento indoor. Estamos pensando, também, em comercializar as camisas do time para auferir receita para o projecto. Para o futuro, a idéia é abrir a primeira escolinha”, explicou a assessoria de imprensa do clube. “É uma modalidade nova no Brasil, que atrai principalmente muitos jovens.
 
Em 2009, o Corinthians Steamrollers foi a primeira equipa de futebol americano brasileira a ser patrocinada e, com isso, conseguiu comprar equipamentos iguais aos que são usados nos Estados Unidos da América.
 
O “time” também teve grande destaque na comunicação social, sendo alvo de diversas reportagens em algumas das principais redes de televisão brasileiras, como a Globo ou a Bandeirantes, por exemplo.
 
 
Diversas personalidades também apoiam o clube, com destaque para um dos maiores futebolistas do planeta, o super craque Ronaldo, “o Fenômeno”.
 
 
Em 2010, a equipa irá participar em todos os campeonatos jogados no Brasil, viajando pelos mais diferentes estados em busca de todos os títulos. O próximo desafio será nas Cataratas do Iguaçú, no Paraná, contra o Foz Black Sharks, no dia 27 de fevereiro.

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...