Boas Festas

12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Red Bull Air Race World Championship 2017 - Chegou a hora de todas as decisões

 

Já começou a contagem decrescente para a última corrida de 2017 da Red Bull Air Race WorldChampionship, com quatro pilotos de três continentes determinados em levar o título. Otraçado de Indianápolis, nos Estados Unidos da América, promete no próximo fim de semana(14 e 15 de outubro) voltar a escrever mais uma importante página dos desportos motorizados.

 

Depois de sete corridas disputadas em todo o mundo ao longo dos últimos sete meses, a espera está finalmente a terminar. Este sábado e domingo(14 e 15 de outubro), o famoso circuito norte-americano de Indianápolis recebe pela primeira vez a final da Red Bull Air Race. Depois de um fim de semana de ação na catedral norte-americana dos desportos motorizados, vai ser finalmente conhecido o nome que se vai juntar à galeria dos campeões. Os candidatos são o checo Martin Šonka, o japonês Yoshihide Muroya, o canadiano Pete McLeod e o norte-americano Kirby Chambliss.

 

Na realidade, esta será a segunda vez que o público vai poder testemunhar a prestação do vencedor do Campeonato do Mundo neste amplo circuito. Mas desta vez tudo será diferente, pois ao contrário do ano passado, em que o alemão Matthias Dolderer dispunha de uma grande vantagem antes da época terminar, tudo está ainda em aberto.

 

 

Pelo facto de estar na liderança, o checo Šonka tem de ser considerado o favorito para esta autêntica batalha de nervos – mas aqui a sua vantagem é escassa.

 

 

O japonês Muroya está a apenas quatro pontos e pode estar a viver o seu grande momento de forma, depois da vitória na Alemanha.

 

 

Já o canadiano Pete McLeod está a sete pontos de Šonka.

 

Todos os três pilotos da frente têm uma motivaçãoadicional – se conquistarem o título será o primeiro para o seu país.

 

 

É ainda preciso contar com Chambliss,que está a 11 pontos, uma distância considerável não fosse o norte-americano uma referência da aviação desportiva, com dois títulos de Campeão do Mundo e a mais vasta experiência no conjunto de todos os pilotos. Para lá chegar Chambliss conta com um incentivo importante – o apoio do público.

 

Depois não podemos esquecer também os restantes 10 pilotos da Master Class, que vão procurar brilhar em Indianápolis na perspetiva de melhorar a sua posição no ranking final. Também na Challenger Class a competição promete ser animada na disputada da Challenger Cup, uma luta que está muito aberta e que reúne pilotos da Alemanha, Suécia, Polónia, Estados Unidos da América e Grã-Bretanha.

 

A presença da Red Bull Air Race, com as suas corridas a baixa altitude a 370 km/hora enfrentando forças de 10G, no circuito automóvel de Indianápolis acrescenta mais um capítulo à rica história do traçado. Classificado como monumento nacional, este traçado é considerado uma das maiores catedrais mundiais dos desportos motorizados, depois de receber ao longo de décadas eventos de relevo de disciplinas chave como a Fórmula 1, Moto GP, Indianápolis 500 ou NASCAR. No que respeita à aviação, este circuito apresentou ao público em 1909 as primeiras corridas de balões de ar quente. No ano seguinteera altura de receber os famosos irmãos Wright naquele que foi considerado o primeiro encontro oficial de aviões nos Estados Unidos da América.

 

RED BULL AIR RACE 2017

 

CALENDÁRIO

Emiratos Árabes UnidosAbu Dhabi | 10 e 11 fevereiro

Estados Unidos da América  San Diego | 15 e 16 abril
Japão Chiba | 3 e 4 junho

HungriaBudapeste | 1 e 2 julho
RússiaKazan | 22 e 23 julho
PortugalPorto | 2 e 3 setembro

AlemanhaLausitzring | 16 e 17 setembro
Estados Unidos da AméricaIndianápolis | 14 e 15 outubro

 

CLASSIFICAÇÕES

 

MASTER CLASS| APÓS 7 ETAPAS

1º Martin Šonka               República Checa     63 PTS

2º Yoshihide Muroya      Japão                        59 PTS

3º Pete McLeod               Canadá                     56 PTS

4º Kirby Chambliss          EUA                           52 PTS

5º Matt Hall                      Austrália                   37 PTS

6º Petr Kopfstein            República Checa     37 PTS

7º Juan Velarde               Espanha                    28 PTS

8º Matthias Dolderer     Alemanha                27 PTS

9º Michael Goulian          EUA                           24 PTS

10º Mikael Brageot         França                      19 PTS

 

CHALLENGER CLASS| APÓS 7 ETAPAS

1º Florian Berger             Alemanha                36 PTS

2º Daniel Ryfa                   Suécia                       34 PTS

3º Luke Czepiela              Polónia                     30 PTS

4º Kevin Coleman            EUA                           26 PTS

5º Mélanie Astles            França                      18 PTS

6º Ben Murphy                Reino Unido            16 PTS

7º Baptiste Vignes           França                      14 PTS

 

PILOTOS

 

MASTER CLASS

Cristian Bolton                 Chile

Mikael Brageot                 França

Kirby Chambliss                Estados Unidos da América

Matthias Dolderer           Alemanha

Michael Goulian               Estados Unidos da América

Matt Hall                           Austrália

Nicolas Ivanoff                  França

Petr Kopfstein                  República Checa

François Le Vot                França

Pete McLeod                    Canadá

Yoshihide Muroya           Japão

Peter Podlunsek              Eslovénia

Martin Šonka                    República Checa

Juan Velarde                     Espanha

 

CHALLENGER CLASS

Mélanie Astles                 França

Florian Berger                  Alemanha

Kenny Chiang                    China

Kevin Coleman                 Estados Unidos da América

Luke Czepiela                   Polónia

Daniel Genevey                Hungria

Ben Murphy                      Reino Unido

Daniel Ryfa                        Suécia

Baptiste Vignes                França

 

ACERCA DA RED BULL AIR RACE WORLD CHAMPIONSHIP

 

Criada em 2003, a Red Bull Air Race World Championship celebrou na abertura da época de 2017 a sua 75ª corrida, em Abu Dhabi. A Red Bull Air Race World Championship envolve os melhores pilotos do mundo numa pura competição de desportos motorizados que combina velocidade, precisão e destreza. Para isso são usados os mais rápidos, leves e ágeis aviões, com os pilotos a atingirem velocidades de 370km/h, enfrentando forças de até 10G, enquanto progridem a baixa altitude num percurso em forma de slalom, delimitado por pórticos insufláveis de 25 metros de altura. A Challenger Cup foi introduzida em 2014, abrindo assim a possibilidade de competir a um novo leque de pilotos, cuja evolução será potencialmente avançar para a Master Class, acedendo à disputa do Campeonato do Mundo.

 

Créditos fotográficos

Daniel Grund | Red Bull Content Pool

Joerg Mitter  | Red Bull Content Pool

Predrag Vuckovic  | Red Bull Content Pool

Samo Vidic  | Red Bull Content Pool

 

 


 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017 – 06:57:50

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...