13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Emirates, Etihad, flydubai e Air Arabia juntam-se num evento épico

 

 

Este foi o primeiro voo do mundo com quatro aviões comerciais: Emirates, Etihad, Air Arabia e flydubai e sete jatos Al Fursan

Os aviões voaram juntos para marcar o 47º Dia Nacional dos EAU

História da aviação dos Emirados Árabes Unidos feita com uma exibição aérea de cortar a respiração

 

A Emirates, a Etihad, a flydubai, a Air Arabia e a Al Fursan juntaram-se nos céus em uníssono para celebrar o 47.º Dia Nacional dos Emirados Árabes Unidos e comemorar o legado e os valores de Sua Excelência Sheikh Zayed, falecido pai fundador dos EAU. O voo de formação deste dia teve como objetivo apresentar a história de sucesso da aviação do país à nação e ao mundo.

 

O sobrevoo - um marco não só da aviação civil dos EAU como a nível mundial - envolveu mais de 11 aviões: um Boeing 737 MAX 8 (Zayed 1), um Air Arabia Airbus A320 (Zayed 2) e um Airbus A380 da Etihad Airways (Zayed 3) e um Airbus A380 da Emirates Airline (Zayed 4), bem como sete jatos acrobáticos da Al Fursan da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos. Todos os aviões comerciais nesta formação foram personalizados com um decalque em homenagem ao "Year of Zayed". Além disso, esta é também a primeira vez que existe esta combinação única, diversos tipos de aviões voam em formação.

 

O avião foi comandado pelo capitão Adrian Smith da flydubai, Nadhem Al Hamad da Air Arabia, o capitão Richard Dyson da Etihad Airways e o capitão Abbas Shaban da Emirates Airline. A equipa do Al Fursan foi liderada pelo tenente-coronel Nasser Al Obaidli.

 

Formação e trajetória do voo

 

A formação aérea cuidadosamente coreografada começou ontem de manhã, às 9:00hrs (hora local portuguesa), altura em que o avião descolou do Aeroporto Internacional do Dubai World Central Al Maktoum. A formação teve início quando todos os aviões estabeleceram as suas posições, com as altitudes a variar entre os 2.000 e os 5.000 pés, com uma separação vertical de 1.000 pés.

 

A primeira a voar foi a flydubai, seguida de perto pela Air Arabia. Depois veio o Airbus A380 de dois andares da Etihad, e o A380 da Emirates, o avião que voou mais alto, para dar espaço aos sete jatos da Al Fursan que se formaram em flecha para liberar as suas trilhas de fumo com as cores da bandeira dos Emirados Árabes Unidos.

 

A formação das transportadoras dos Emirados Árabes Unidos foi feita com uma precisão impressionante pela costa dos Emirados Árabes Unidos. Começou em Ras Al Khaimah, seguiu-se para Al Quwain e Ajman, passando por pontos de referência como Sharjah Corniche, Palm and World Islands com o Burj Khalifa de fundo. E, finalmente, terminou passando por Corniche de Abu Dhabi e pela Mesquita Sheikh Zayed. Aí todos os aviões separaram-se e continuaram em direção aos seus respetivos aeroportos.

 

Declarações dos Executivos

 

Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e Diretor Executivo da Emirates Airline & Group, e Presidente da flydubaidisse: “A Sua Alteza Sheikh Zayed foi um verdadeiro pioneiro e um dos líderes mais inspiradores do nosso tempo. É apropriado que, no Dia Nacional dos Emirados Árabes Unidos, seja feita uma exibição aérea espetacular para honrar o seu legado. Esta iniciativa vem mostrar como a união e a visão comuns conseguem alcançar resultados incríveis. Estou imensamente orgulhoso de todas as equipas de todas as companhias aéreas, da Autoridade de Aviação Civil Geral dos Emirados Árabes Unidos e de todas as organizações que se uniram para planear e executar este voo nunca antes realizado. Será um momento extraordinário para a aviação civil dos Emirados Árabes Unidos”.

 

 Mohamed Mubarak Fadhel Al Mazrouei, Presidente do Etihad Aviation Group, disse: “Neste voo histórico assinalámos o 47º Dia Nacional, um dia em que comemoramos a visão do nosso pai fundador, Sua Alteza Sheikh

Zayed, em unir os sete Emirados. Este ano de Zayed, temos o orgulho de testemunhar esta formação histórica, que se assemelha à visão estabelecida pelo nosso pai fundador. As transportadoras voaram pelos vários Emirados, demonstrando o espírito de união e o progresso económico que o nosso país e o setor da aviação alcançaram em menos de meio século, ligando mais de 100 milhões de viajantes anualmente a mais de 500 destinos em todo o mundo”.

 

Adel Al Ali, Diretor Geral do Grupo da Air Arabia, referiu: “É uma grande honra fazer parte desta notável exibição de formação dedicada ao Ano de Zayed e comemorar o Dia Nacional dos Emirados Árabes Unidos. Esta exibição única reflete a união, a liderança e a visão do futuro dos Emirados Árabes Unidos. Agradecemos a todas as companhias aéreas, à Al Fursan e à Autoridade de Aviação Civil Geral dos EAU, por trabalharem em conjunto para conseguir uma exibição de voos tão bem-sucedida e inédita, que agora será mais um marco pioneiro dos EAU na história da aviação”.

 

Saif Mohammed Al Suwaidi, Diretor Geral da GCAA, acrescentou: “Neste voo histórico, o GCAA assegurou que a comunicação e a coordenação fossem realizadas entre todas as autoridades pertinentes e partes interessadas para assegurar que os detalhes do voo fossem estabelecidos, bem como as rotas, de forma a garantir toda a normalidade no aeroporto. Este voo foi sempre acompanhado pelo Controlo de Tráfego Aéreo, monitorizado pelo radar de vigilância e comunicado através da rádio bidirecional, para que todas as orientações e instruções fossem dadas. Além disso, o GCAA também estabeleceu certos requisitos para a avaliação e a aprovação de todo o exercício”.

 

Planeamento e coordenação

 

O sucesso deste voo de formação foi possível graças à colaboração entre os pilotos e os gestores da operação de voo de cada companhia aérea, a Autoridade de Aviação Civil Geral dos Emirados Árabes Unidos (GCAA), o Ministério da Defesa dos Emirados Árabes Unidos, o Departamento de Transporte e Civil de Abu Dhabi, as autoridades de aviação de outros Emirados dos EAU, entre outros. Todos os pilotos passaram por rigorosos exercícios de simulação de voo.

 

O voo de ensaio foi realizado a 8 de novembro de 2018 para garantir que tudo funcionaria adequadamente com a equipa de exibição aérea de Al Fursan. O teste também incluiu dois helicópteros e um avião de caça Aero L-39 Albatross da equipa de exibição acrobática da Lattic Bees, da Letónia, para filmar cada detalhe da formação.

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 24 de março de 2019 – 14:22:42

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...