18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Final Four da Taça de Portugal: Madeira SAD ergueu a vigésima

Duelo frenético entre as duas maiores potências do Andebol nacional teve que ser decidido no prolongamento e coroou a equipa insular com o 20.º troféu da Prova Rainha, em Santo Tirso.
Foi preciso recorrer ao prolongamento para se encontrar o vencedor da presente edição da Taça de Portugal, em Santo Tirso. O Madeira SAD venceu o SL Benfica por 34-36 (29-29 no tempo regulamentar) e reforçou o estatuto de equipa com mais troféus da Prova Rainha conquistados: são agora 20, ao passo que as Encarnadas procuravam a 10.ª mas, principalmente, o pleno de títulos internos.
 
A despedida da temporada 2023/2024 fez-se através de um verdadeiro espetáculo que dignificou a modalidade e que terminou com sorrisos das vice-Campeãs Nacionais.
 
SL Benfica – Madeira SAD
As Águias entraram a vencer e lideraram até ao 2-1, altura em que o conjunto do Funchal respondeu com um parcial de 1-5, que não só resultou na primeira reviravolta, como trouxe uma inédita diferença de três golos ao encontro, aos oito minutos (3-6), com Isabel Góis em destaque na baliza do Madeira SAD.
 
O jogo ganhou velocidade e o SL Benfica cresceu até conseguir anular a vantagem contrária, pela mão de Margarida Sá Pessoa (8-8), depois de um parcial de 5-2, perto dos 15 minutos. A motivação encarnada estava em crescendo e as Águias voaram até ao 12-10, aos 17 minutos, alterando completamente o rumo do jogo e alcançando pela primeira vez uma vantagem de dois golos. Face ao contexto pouco satisfatório, António Florido reuniu as tropas em time-out.
 
A paragem fez bem às vice-Campeãs Nacionais que, num ápice, concretizaram dois golos sem resposta para trazer nova igualdade (12-12), já dentro dos 10 minutos finais da primeira parte. Aos 25 minutos, mesmo em inferioridade, o Madeira SAD consumou nova reviravolta (16-17). A guardiã internacional lusa Isabel Góis voltou a ser decisiva para que o Madeira SAD conservasse uma vantagem mínima ao intervalo, que até podia ter passado a ser d dois golos, não fosse a recém-entrada – e também internacional portuguesa – Ana Ursu, que entrou nos últimos segundos para defender um livre de 7 metros já para lá da hora.
 
Intervalo: 18-19
 
A incerteza e o equilíbrio mantiveram-se no recomeço e aos quarenta e cinco minutos, Maria Eduarda Santos empatou a partida a 23 golos mas as insulares voltaram a passar para a frente, criando dois golos de vantagem pela mão de Patrícia Rodrigues. Com oportunidade para reduzir a diferença, Constança Sequeira acabou por falhar frente à guardiã Isabel Góis e o Madeira SAD manteve a vantagem.
 
A 10 minutos do final, o sonho da conquista da Taça de Portugal parecia cada vez mais longe para o SL Benfica, já que as madeirenses subiram a parada para três golos de vantagem. Depois de uma aproximação, João Florêncio pediu uma paragem no tempo de jogo, que acabou por resultar em golo e no consequente encurtar para a margem mínima.
 
Com a aproximação ao final da partida o encontro continuava em parada e resposta. De tal forma que, depois de uma reta final completamente ‘louca’, o jogo terminou empatado e foi preciso recorrer ao prolongamento para que fosse encontrado o vencedor da Prova Rainha 2023/2024.
 
Maria Eduarda Santos, ponta direita brasileira do SL Benfica, era a melhor marcador do duelo após o tempo regulamentar, com nove golos marcados.
 
60 minutos: 29-29
 
O Madeira SAD entrou melhor na primeira parte do prolongamento, com um parcial de 0-2, finalizada pela internacional Neide Duarte (29-31), mas a resposta do SL Benfica foi… igual: 31-31, após três minutos e emoção garantida até final. Isabel Góis voltou a assumir o protagonismo e catapultou o conjunto insular de volta aos dois golos à maior (31-33), resultado que prevaleceu após os primeiros cinco minutos.
 
Sem desistir de lutar por um histórico pleno de títulos internos, as Tricampeãs Nacionais tiveram destreza para voltar a empatar o jogo (33-33) após dois minutos mas logo a seguir apareceu… Isabel Góis. A madeirense voltou a ser a chave para trazer de volta uma vantagem de dois golos (33-35). O SL Benfica reduziu e, no último minuto de jogo, a lateral Ivana Mitrovic assinou o 34-36, que confirmou a vitória do Madeira SAD e a respetiva conquista da 20.ª Taça de Portugal da história do clube do Funchal.
 
Resultado Final: 34-36
 
Na cerimónia de entrega de prémios estiveram presentes Miguel Laranjeiro, Presidente da Federação de Andebol de Portugal, Pedro Dias, Secretário de Estado do Desporto, Alberto Costa, Presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Fernando Ferrão, vice-Presidente do Conselho de Arbitragem, Vitor Dias, Diretor Regional do IPDJ Norte e António Freitas, vice-Presidente da Associação de Andebol do Porto.
 
Final Four – Taça de Portugal:
Meias Finais
01.06.2024 – 11h30 – Colégio de Gaia Toyota x SL Benfica, 23-35 (12-19)
01.06.2024 – 13h30 – CJ Almeida Garrett x Madeira SAD, 21-35 (11-17)
Final
02.06.2024 – 15h00 – SL Benfica x Madeira SAD, 34-36 a.p. (29-29; 18-19)
 
 

Periodicidade Diária

sábado, 13 de julho de 2024 – 12:31:53

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...