13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Medalhas Internacionais discutem-se em Odivelas - European Judo Open Men - Odivelas 2019

 

O primeiro dia do European Judo Open Men – Odivelas 2019 está a decorrer no Pavilhão Multiusos de Odivelas. Estão presentes 222 Atletas em representação de 34 Países, ao longo deste fim-de-semana.Portugal, anfitrião da prova, compete com 38 Judocas.

 

Este sábado, discutem-se as medalhas das categorias -60 kg, -66 kg e -73kg. Durante a manhã estiveram 20 Atletas Lusos nos tapetes odivelenses.

 

 

Felipe Cruz(-60 kg), Alexandre Silva (-60 kg), David Reis (-66 kg) e Henrique Lopes (-73 kg) são os portugueses melhor colocados neste momento, tendo chegado aos Oitavos-de-Final da prova.

 

A partir das 15h00 realiza-se a Cerimónia de Abertura, que antecede o aguardado Bloco de Finais (15h30).

 

Os últimos combates do dia opõem alguns dos melhores judocas mundiais, o que eleva as expetativas e faz antever Judo de alto nível na discussão pelas medalhas.

 

 

No European Judo Open Women – Sofia 2019 que decorre simultaneamente, Wilsa Gomes (-57 Kg) eliminou a sua primeira adversária, mas cedeu na ronda seguinte, terminando num honroso 9º lugar. Patrícia Matias (-52 Kg) não conseguiu vencer o seu primeiro combate. A Bulgária recebe 163 Atletas em representação de 28 Países. Joana Crisóstomo (-70 Kg) encerra a participação portuguesa este domingo.

 

Declarações:

 

Catarina Rodrigues – Diretora Desportiva da União Europeia de Judo

A nível da organização, encarámos esta prova como uma continuação do Campeonato do Mundo de Judo para Cegos e Baixa Visão, que realizámos aqui em Odivelas, em novembro. Tentámos manter a mesma estrutura, as mesmas valências e adaptar as novas regras da FIJ (Federação Internacional de Judo) relativas à zona de aquecimento. Ainda temos muitos combates pela frente, mas está tudo a correr bem. Estamos contentes com o número e com a diversidade de países presentes (34). O número de Atletas está dentro do que esperávamos, mas gostávamos que fosse ligeiramente superior. Esta competição realiza-se entre o Grand Prix Tel-Aviv e o Grand Slam de Paris, que são duas provas onde é possível pontuar mais que esta. Estamos numa fase decisiva da qualificação olímpica e, por esse motivo, é normal que alguns Judocas de topo tenham escolhido descansar este fim-de-semana. Ainda assim estamos satisfeitos com os números, principalmente de países. Sentimos que as delegações gostam de vir a Portugal, temos 25 árbitros presentes, que é significativo. Neste tipo de provas (European Open /Cups), os árbitros escolhem onde querem estar presentes, e este número releva que eles gostam de vir a Portugal, da organização e sentem-se confortáveis, o que para nós é reconfortante.”

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 18 de abril de 2019 – 16:20:02

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...