13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Seleção Francesa domina com 10 Medalhas no European Judo Open Men - Odivelas 2019

 

O European Judo Open Men – Odivelas 2019 terminou este domingo (3 de fevereiro), no Pavilhão Multiusos de Odivelas. Nos últimos dois dias, 222 Atletas (em representação de 34 Países) competiram nos tatamis odivelenses.

 

Neste último dia, estiveram em prova 117 Judocas das categorias -81 kg, -90 kg, -100 kg e +100 kg, entre os quais 18 Portugueses. Alexandre Teodósio (-100 kg) e Carlos Luz (-81 kg) foram os atletas nacionais que chegaram mais longe, alcançando os Oitavos-de-Final. A dupla lusa encerrou a sua prestação nessa fase, após cederem nos respetivos combates, terminando no 9º lugar.

 

Recordamos que no primeiro dia, Felipe Cruz (-60 kg) foi o Atleta Luso melhor colocado, ao alcançar o 7º lugar. Alexandre Silva (-60 kg), André Soares (-66 kg), David Reis (-66 kg) e Henrique Lopes (-73 kg) concluíram a sua prestação na 9ª posição.

 

Antes dos combates decisivos pelas Medalhas, o Pavilhão Multiusos de Odivelas recebeu a atuação do Grupo de Dança e Cantares do Casal do Rato.

 

À tarde, assistiu-se a um Bloco de Finais entusiasmante, opondo os melhores judocas da prova. Hikaru Tomokiyo (-81 kg) do Japão, Loic Pietri (-90 kg) de França, Cedric Olivar (-100 kg) de França e Kazuya Sato (+100 kg) do Japão, venceram as Finais das suas respetivas categorias, levando para casa a Medalha de Ouro.

 

Coletivamente, a Seleção Francesa manteve o domínio verificado no primeiro dia, estando representada em todos os pódios da prova, somando 10 Medalhas (3 de Ouro, 3 de Prata e 4 de Bronze).

 

Resultados Finais

 

 

Declarações

 

Pedro Soares – Treinador da Seleção Nacional

A Seleção Nacional presente nesta prova foi composta por elementos jovens e seniores que ainda estão à procura de se afirmar a nível internacional. Curiosamente, foram os judocas juniores, que tinham menos pressão de obter um bom resultado, a cumprir melhor os seus objetivos. Fizeram bons combates, disputando-os até ao fim. A nota positiva a retirar da nossa participação, é o desempenho dos nossos juniores. Os seniores ficaram um pouco aquém das expetativas, mas dentro do que esperávamos. Temos que aceitar e admitir que não existem provas fáceis e este foi um European Open com um nível muito elevado. Temos que trabalhar mais para elevar o nível dos nossos Atletas que não estão a disputar uma qualificação olímpica. Penso que também podemos repensar no número de judocas que permitimos participar numa prova desta dimensão. Não é por sermos o país anfitrião que temos obrigatoriamente de participar com muita gente. Temos que elevar a qualidade dos nossos atletas e isso justificar a sua participação.”

 

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019 – 04:19:49

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...