14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Marcha nos Jogos Olímpicos da Juventude 2014

Os Jogos Olímpicos da Juventude (Verão), que terão lugar este ano, de 16 a 28 de agosto, em Nanjing, na China, prometem constituir um vibrante espetáculo, com a realização, também, de várias atividades de índole cultural. Na presente edição participam atletas nascidos entre 1 de janeiro de 1997 e 31 de dezembro de 1998 (16 e 17 anos).
 
 
Aprovados em 2007, na Guatemala, por ocasião da 119.ª sessão plenária do Comité Olímpico Internacional, os Jogos tiveram a sua primeira edição em Singapura, em 2010. Um total de 540 atletas serão selecionados com base nos resultados alcançados nas fases de qualificação das cinco áreas continentais, que terão lugar de março a junho.
 
 
18 disciplinas masculinas e outras tantas femininas, integram o programa do atletismo, a que se junta, ainda, uma estafeta mista de 8 x 100 metros. Serão selecionados, para cada uma das provas individuais, 15 atletas, com o país organizador a ter direito a inscrever, automaticamente, 2 representantes para cada evento.
 
 
A qualificação de um ou de uma atleta para os Jogos Olímpicos da Juventude não depende da obtenção de mínimos mas, tão só, do posicionamento nas fases de qualificação, mediante o prévio estabelecimento de quotas, variáveis para cada continente e determinadas em função, no caso europeu por exemplo, dos resultados verificados nos Mundiais de Juvenis de Lille, França, em 2001, e nos de Donetsk, Ucrânia, em 2013.
 
 
Nenhum continente ficará sem representantes em qualquer uma das disciplinas mas há provas em que a superior qualidade de atletas de um continente sobre outros é abismal.
 
 
No caso das provas de marcha, no setor masculino (10.000 m), o equilíbrio é notório relativamente à Europa (5 representantes), América (4) e Ásia (4), restando um lugar para África e outro para a Oceânia, situação comparável á disciplina do salto em altura.
 
 
No setor feminino (5.000 m marcha), a diferença é mais desnivelada, com a Europa a colocar 7 atletas, a Ásia, 5, e os restantes divididos por África (1), América (1) e Oceânia (1).
 
 
Nos Jogos de 2010, as provas de marcha foram de nível muito elevado, com representantes de praticamente todos os continentes nos oito primeiros lugares. Na prova masculina, Ihor Lyashchenko (Ucrânia), venceu com 42.43,93, seguido de Oscar Villavicencio (Equador), com 43.46,00, e de Pavel Parshin (Rússia), com 44.18,04, com o 8.º classificado a realizar 46.52,38. Na competição feminina, Anna Clemente (Itália) triunfou com o tempo de 22.27,38, Yanxue Mao (China) foi segunda, com 22.29,42, e Nadezda Leontyeva (Rússia) terceira, com 22.35,05, com a oitava a realizar 23.24,65.
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 09:39:13

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...