14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Elena Lashmanova vence 20 km femininos dos mundiais

Confirmando o favoritismo que podia atribuir-se à líder mundial do ano (e recordista do mundo), a russa Elena Lashmanova venceu esta manhã os 20 km marcha femininos dos mundiais de Moscovo, com 1.27.08 h, à frente da compatriota Anisya Kirdyapkina (1.27.11) e da chinesa Hong Liu (1.28.10). Ana cabecinha foi a melhor portuguesa, no oitavo lugar, com 1.29.17 h.
 
A prova teve uma primeira metade dominada pela checa Anežka Drahotová, campeã europeia de juniores, e pela italiana Elisa Rigaudo, que se isolaram na liderança pouco depois da saída do estádio. À frente do pelotão, Inês Henriques liderava a perseguição, com Ana Cabecinha junto dela.
 
Na passagem da primeira légua, o dueto da frente detinha uma vantagem de 15 metros sobre as portuguesas, as espanholas Beatriz Pascual e Júlia Takács e as russas Lashmanova e Kirdyapkina, à cabeça de um pelotão com quase vinte unidades.
 
Cerca dos oito quilómetros, Drahotová tentou destacar-se, ganhando alguns metros sobre Rigaudo, ao mesmo tempo que Inês forçava na perseguição, à frente de Cabecinha, ligeiramente adiante do restante grupo.
 
Chegava então o momento da decisão das russas, que passam a liderar a busca das primeiras, alcançando-as pouco depois da passagem a meio da prova. Nesse momento, atrás do quarteto das líderes, ficavam formados dois outros quartetos, o primeiro com as chinesas Han Liu e Huanhuan Sun, a russa Vera Sokolova e a guatemalteca Mirna Ortiz e o segundo composto por Inês Henriques, Ana Cabecinha, Júlia Takács (Espanha) e Shenjie Qieyang (China).
 
Não tardou muito que Liu e Sun ficassem sozinhas na perseguição às quatro da frente, quase ao mesmo tempo que Lashmanova e Kirdyapkina se isolavam na luta pela vitória. Iriam passar com 1.06.52 h aos 15 quilómetros, já com 25 metros de vantagem sobre Rigaudo e Drahotová e 35 sobre as chinesas, que logo a seguir se juntavam à experiente italiana e à jovem checa.
 
Vera Sokolova estava sozinha cem metros mais atrás mas, numa cavalgada claramente irregular, recuperou desse atraso em menos de dois quilómetros, para logo se isolar na posição de bronze.
 
Na frente, Elena Lashmanova esperou pelos 18 quilómetros para desferir o ataque definitivo, ganhando de imediato vantagem clara sobre Kirdyapkina. Daí até final não precisou de mais do que gerir o avanço.
 
No entanto, na primeira passagem na linha de meta, hesitou sem saber se tinha ou não de fazer mais uma volta. Tinha, de facto. E, como se não bastasse, achou que terminara a prova na linha dos 200 metros, parando como se a meta fosse aí. Percebeu que estava errada e retomou a marcha para finalmente vencer, mas perdendo 40 dos 50 metros de avança que tinha ao entrar na pista. Um final hilariante que bem podia ter tido consequências dramáticas.
 
Também já sobre o sintético, Sokolova era finalmente desclassificada, deixando o terceiro lugar para a chinesa Hong Liu, que se sobrepôs nos quilómetros finais à compatriota Sun. Sempre (e mais uma vez) poderosa, Elisa Rigaudo garantiu o quinto posto, à frente da espanhola Beatriz Pascual, muito determinada na légua decisiva.
 
Depois da surpreendente Drahotová, que apesar do desgaste inicial ainda conseguiu chegar no sétimo posto, chegava Ana Cabecinha, com a melhor marca portuguesa do ano (1.29.17).
 
Inês Henriques terminaria três lugares depois (1.30.28), com uma segunda metade de ligeira quebra e relação à primeira. Vera Santos seria a 17.ª, com a marca agradável de 1.31.36 m, não longe do seu melhor da época (1.31.00).
 
Com a melhor marca pessoal do ano, Kristina Saltanovic (Lituânia) alcançou o 21.º lugar, com 1.32.11 h, logo atrás da compatriota Brigita Virabalyté (1.31.58).
 
Classificação
 
20 km femininos
 
1.ª, Elena Lashmanova (Rússia), 1.27.08 2.ª, Anisya Kirdyapkina (Rússia), 1.27.11 3.ª, Hong Liu (China), 1.28.10 4.ª, Huanhuan Sun (China), 1.28.32 5.ª, Elisa Rigaudo (Itália), 1.28.41 6.ª, Beatriz Pascual (Espanha), 1.29.00 7.ª, Anežka Drahotová (República Checa), 1.29.05 8.ª, Ana Cabecinha (Portugal), 1.29.17 9.ª, Júlia Takács (Espanha), 1.29.25 10.ª, Eleonora Giorgi (Itália), 1.30.01 11.ª, Inês Henriques (Portugal), 1.30.28 12.ª, Lyudmyla Olyanovska (Ucrânia), 1.30.48 13.ª, Antonella Palmisano (Itália), 1.30.50 14.ª, Mayra Herrera (Guatemala), 1.30.59 15.ª, Shenjie Qieyang (China), 1.31.15 16.ª, Hanna Drabenia (Bielorrússia), 1.31.16 17.ª, Vera Santos (Portugal), 1.31.36 18.ª, Lorena Luaces (Espanha), 1.31.43 19.ª, Olena Shumkina (Ucrânia), 1.31.54 20.ª, Brigita Virbalyté (Lituânia), 1.31.58 21.ª, Kristina Saltanovic (Lituânia), 1.32.11 22.ª, Sandra Arenas (Colômbia), 1.32.25 23.ª, Agnese Pastare (Letónia), 1.32.30 24.ª, Nastassia Yatsevich (Bielorrússia), 1.32.31 25.ª, Yanelli Caballero (México), 1.32.37 26.ª, Kumi Otoshi (Japão), 1.32.44 27.ª, Ayman Kozhakhmetova (Casaquistão), 1.33.00 28.ª, Paola Pérez (Equador), 1.33.03 29.ª, Masumi Fuchise (Japão), 1.33.13 30.ª, Paulina Buziak (Polónia), 1.33.30 31.ª, Laura Reynolds (Irlanda), 1.33.39 32.ª, Antigóni Drisbióti (Grécia), 1.33.42 33.ª, Sandra Galvis (Colômbia), 1.33.49 34.ª, Maria Michta (Estados Unidos da América), 1.33.51 35.ª, Kimberly García (Peru), 1.33.57 36.ª, Laura Polli (Suíça), 1.34.07 37.ª, Viktória Madarász (Hungria), 1.34.10 38.ª, Galina Kichigina (Casaquistão), 1.34.18 39.ª, Khushbir Kaur (Índia), 1.34.28 40.ª, Yeongeun Jeon (Coreia do Sul), 1.34.29 41.ª, Neringa Aidietyte (Lituânia), 1.34.32 42.ª, Anita Kažemaka (Letónia), 1.34.37 43.ª, Erin Gray (Estados Unidos da América), 1.34.38 44.ª, Agnieszka Dygacz (Polónia), 1.34.42 45.ª, Tanya Holliday (Austrália), 1.35.18 46.ª, Wendy Cornejo (Bolívia), 1.36.06 47.ª, Anne Halkivaha (Finlândia), 1.36.17 48.ª, Nguyen Thi Thanh Phuc (Vietname), 1.36.27 49.ª, Marie Polli (Suíça), 1.36.31 50.ª, Ángela Castro (Bolívia), 1.36.33 51.ª, Maria Czaková (Eslováquia), 1.36.34 52.ª, Mónica Equihua (México), 1.36.46 53.ª, Katarzyna Kwoka (Polónia), 1.36.54 54.ª, Jess Rothwell (Austrália), 1.38.03 55.ª, Sholpan Kozhakhmetova (Casaquistão), 1.38.09 56.ª, Olha Iakovenko (Ucrânia), 1.39.58 57.ª, Lucie Pelantová (República Checa), 1.40.23
 
Desclassificadas: Mirna Ortíz (Guatemala), Vera Sokolova (Rússia), Lizbeth Silva México) e Miranda Melville (Estados Unidos da América).
 
Desistente: Mária Gáliková (Eslováquia).
 
 
O Marchador
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 19 de novembro de 2019 – 10:08:48

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...