14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Cronologia da evolução do recorde de Portugal de 50 km

A marca com que João Vieira estabeleceu este domingo um novo máximo nacional dos 50 km marcha constitui o 11.º recorde nacional da distância. O marchador que representa o Sporting Clube de Portugal tinha sido, em 21 de Fevereiro de 2004, quando ainda vestia a camisola do Clube de Natação de Rio Maior, o atleta que arredou o histórico José Pinto do cimo do «ranking» português da distância mais longa do atletismo olímpico. Passados três anos e meio (1290 dias) sobre a obtenção da marca com que, durante os Jogos Olímpicos de Pequim, António Pereira se apoderou do recorde nacional, João Vieira recuperou em Pontevedra a condição de detentor da melhor marca portuguesa desta prova.

Para trás estão agora oito recordes estabelecidos ou batidos por José Pinto, um recorde de João Vieira e outro de António Pereira. De cada um desses registos se dá conta no apanhado que se apresenta de seguida, assinalando os momentos em que a história da marcha portuguesa chegou mais longe por via de feitos nunca antes alcançados. São momentos significativos da história do desporto português.

4.06.03
José Pinto, CF Os Belenenses

Vencedor da 1.ª prova de 50 km, Alenquer (25 Jun. 1983)
A primeira competição na distância maior do programa olímpico realizada em Portugal foi organizada pelo Clube de Português de Marcha Atlética e pelo Sporting Clube de Alenquer no intuito de permitir a obtenção de mínimos para o campeonato do mundo a realizar 7 semanas depois.

4.03.47 (diferença - 2.16 min.)
José Pinto, CF Os Belenenses

16.º na 1.ª edição do Campeonato do Mundo de Pista – Helsínquia (12 Ago. 1983)
O primeiro evento internacional do atleta na distância e na edição inaugural do campeonato. Positivas classificação e marca, esta a superar a realizada umas semanas atrás. Apenas um lugar à frente de Pinto, o saudoso espanhol Manolo Alcalde. Prova ganha pelo alemão democrático Ronald Weigel com 3.43.08.

4.01.27 (- 2.20)
José Pinto, CF Os Belenenses

5.º (extra) no Campeonato de Espanha de Vilanova i La Geltru (18 Mar. 1984)
O consagrado José Marín, campeão europeu em 1982 nos 20 km, venceu o campeonato pela 4.ª vez e terceira consecutiva, com a marca de 3.50.12. Pinto ganhou a 5.ª posição na última volta, quando tudo indicava que iria para o britânico Chris Maddocks.

3.59.45 (- 1.42)
José Pinto, CF Os Belenenses

1.º (extra) no campeonato da Bélgica em Woluwe-Saint Pierre (22 Jun. 1986)
Pela primeira vez quebrada a barreira das 4 horas por 15 segundos quando à passagem dos 25 km se antevia menos de 3h 50 min. e aos 45 km ainda a ser possível uma marca na casa das 3h 57 min. O campeão belga e 2.º classificado na geral foi Eric Ledune (4.16.14).

3.58.12 (- 1.33)
José Pinto, CF Os Belenenses

1.º no campeonato de Portugal de estrada em Ílhavo (15 Mar. 1987)
Tratou-se da III edição do evento nacional e apenas concluíram 2 atletas tendo José Pinto ganho com uma vantagem de 58.52 minutos. José Magalhães foi o 2.º classificado e 5 anos mais tarde viria a obter os mínimos para os Jogos Olímpicos de Barcelona com 4.04.46,0.

3.56.40 (- 1.32)
José Pinto, CF Os Belenenses

15.º no campeonato do Mundo de Pista – Roma (5 Set. 1987)
Mais um recorde nacional e prestação melhorada na 2.ª edição dos campeonatos. Outro atleta da RDA, desta feita Hartwig Gauder a vencer com 3.40.53, recorde dos campeonatos.

3.55.57 (- 0.43)
José Pinto, CF Os Belenenses

21.º nos Jogos Olímpicos de Seoul (30 Set. 1988)
Um recorde nacional numa prova com recorde olímpico, das mais competitivas de sempre e elevado nível. 27 atletas baixaram das 4 horas com vitória para o soviético Vjatscheslav Ivanenko (3.38.29).

3.52.43 (- 3.14)
José Pinto, CF Os Belenenses

1.º no campeonato de Portugal de estrada em Viseu (19 Mar. 1989)
Contra-relógio individual e vitória por 32.55 minutos na 5.ª edição dos campeonatos, que teve colectivamente o 1.º lugar para a equipa de Belém.

3.52.00 (- 0.43)
João Vieira, CN Rio Maior

1.º no campeonato de Portugal de estrada em Beja (21 Fev. 2004)
Foi preciso esperar quase 15 anos para se bater o recorde nacional, feito levado a cabo por João Vieira na 1.ª vez que conclui a distância, depois de 4 participações de 2000 a 2003.

3.48.12 (- 3.48)
António Pereira, JO Monte Abraão

11.º nos Jogos Olímpicos de Pequim (22 Ago. 2008)
A sua 20.ª prova de 50 km e uma participação na China rendeu-lhe uma brilhante classificação e uma marca que retirou a maior fatia desde sempre ao recorde anterior, neste caso o estabelecido 4 anos antes.

3.45.17 (- 2.55)
João Vieira, Sporting CP

1.º no campeonato de Portugal de Estrada em Pontevedra e 2.º na geral (4 Mar. 2012)
Soberba actuação do atleta a reduzir no final a diferença para o 1.º classificado em pouco mais de 15 segundos, que chegou a ser de mais de um minuto, e batendo o “eterno” campeão espanhol Garcia Bragado.
 
O Marchador  
 

Periodicidade Diária

sábado, 14 de dezembro de 2019 – 11:08:23

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...