13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Cabecinha e chineses dominam final do Challenge

Ana Cabecinha classificou-se esta sexta-feira na segunda posição da prova feminina da Final do Challenge de Marcha da AIFA, realizada na cidade chinesa de Erdos, 800 quilómetros a oeste de Pequim, na província da Mongólia Interior. A atleta portuguesa registou 43.31 m nos 10 km da prova, ganha pela chinesa Liu Hong, com 43.18 m. Na terceira posição concluiu a júnior Liu Xiuzhi, também da China, creditada com 43.37 m, enquanto Inês Henriques chegava na oitava posição, com 46.10 m.

No sector masculino, também em 10 km e sem presença de portugueses, domínio ainda mais evidente dos atletas «da casa», que preencheram todo o pódio: venceu Wang Zhen (39.27), à frente de Cai Zelin (39.44) e de Chen Ding (39.51), tendo outro compatriota, Li Jianbo (39.56), alcançado o quarto lugar.

Numa jornada com sol mas temperatura pouco elevada, a rondar os 15ºC, Liu Hong assumiu desde cedo a condição de principal figura da marcha feminina chinesa dos últimos anos e partiu à procura de melhor do que os segundos lugares obtidos nas últimas duas finais do Challenge. E de tal forma o fez que não teve grande oposição, sobretudo considerando a desclassificação da principal opositora, Qieyang Shenjie, terceira nos Jogos Olímpicos de Londres, onde os juízes foram muito mais complacentes.

As melhores respostas foram as de Ana Cabecinha, que melhorou os sexto e quarto lugares de 2010 e 2011, respectivamente, e de Liu Xiuzhi, uma júnior muito promissora que aqui fez a melhor marca mundial do ano no escalão. Em 2012, para além do recorde asiático de juniores de 20 km (1.27.01, em Taicang, a 30 de Março), registou desempenhos de grande nível em provas de seniores: 4.ª na Taça do Mundo de Saransk, 6.ª nos Jogos Olímpicos de Londres e, agora, 3.ª na Final do Challenge.

Nos rapazes esperava-se um duelo entre o soberbo campeão olímpico dos 20 km, Chen Ding, e o vencedor da Taça do Mundo de Saransk na mesma distância, Wang Zhen (já vencedor da Final do Challenge de 2010, em Pequim, então ainda júnior). A expectativa veio a confirmar-se, com Zhen a acabar por superiorizar-se, terminando com a marca possível (39.27) num percurso que não facilitava a obtenção de bons resultados. Ainda assim, os mais de 70 metros de vantagem ao cortar a meta são reveladores da facilidade com que se impôs a toda a (cino)concorrência.

Nota especial para o quinto lugar do jovem australiano Dane Bird-Smith (sénior de primeiro ano), o primeiro não-chinês, com 40.32 m, muito à frente dos bem mais conceituados compatriotas Luke Adams (9.º, 41.06) e sobretudo Jared Tallent (11.º, 42.29) – que já afirmou estar em fase de descanso pós-Jogos –, além de Rhydian Cowley (12.º, 43.24).

Para esta Final do Challenge estavam habilitados 120 atletas (69 masculinos e 51 femininos), mas nem trinta acabaram por participar. Com uma lista de prémios não desprezível, não será a fase da época nem a realização das provas em local tão remoto a justificar tanta falta de interesse dos melhores marchadores do mundo. Talvez alguma coisa tenha de ser repensada na regulamentação deste circuito, que desta vez proporcionou 20 mil dólares de prémio para Ana Cabecinha e 4000 para Inês Henriques.

Conhecida como a Dubai do Norte da China, Erdos é uma cidade que parece transpirar riqueza. Ostenta edifícios modernos, está organizada de acordo com os melhores modelos de planeamento urbanístico e localiza-se numa zona rica em recursos naturais. No entanto, padece de um dos maiores problemas urbanos do nosso tempo: dificuldades de abastecimento de água.

Resultados
 
10 km masculinos
1.º, Wang Zhen (China), 39.27
2.º, Cai Zelin (China), 39.44
3.º, Chen Ding (China), 39.51
4.º, Li Jianbo (China), 39.56
5.º, Dane Bird-Smith (Austrália), 40.32
6.º, Hirooki Arai (Japão), 40.41
7.º, Eder Sánchez (México), 40.50
8.º, Miguel Ángel Lopez (Espanha), 41.01
9.º, Luke Adams (Austrália), 41.06
10.º, Matej Tóth (Eslováquia), 41.33
11.º, Jared Tallent (Austrália), 42.29
12.º, Rhydian Cowley (Austrália), 43.24
13.º, Yuki Yamazaki (Japão), 46.47
Desistente: Si Tianfeng (China)

10 km femininos
1.ª, Liu Hong (China), 43.18
2.ª, Ana Cabecinha (Portugal), 43.31
3.ª, Liu Xiuzhi (China), 43.37
4.ª, Beatriz Pascual (Espanha), 43.54
5.ª, Elisa Rigaudo (Itália), 44.24
6.ª, Tatyana Korotkova (Rússia), 44.52
7.ª, Claire Tallent (Austrália), 45.29
8.ª, Inês Henriques (Portugal), 46.10
9.ª, Olive Loughnane (Irlanda), 46.57
Desclassificada: Qieyang Shenjie (China)
 
O Marchador
  

Periodicidade Diária

sábado, 20 de julho de 2019 – 22:35:32

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...