13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Sergey Shirobokov e Zhenxia Ma com títulos mundiais de juvenis em Cali

O russo Sergey Shirobokov, com 42.24,41 nos 10.000 metros masculinos, e a chinesa Zhenxia Ma, com 22.41,08 nos 5.000 metros femininos, sagraram-se campeões mundiais de juvenis nas provas de marcha dos Campeonatos Mundiais de Juvenis em Cali, na Colômbia.
 
 
Nos masculinos, Shirobokov, de 16 anos de idade, superiorizou-se por 9 segundos a Jun Zhang, da China (42.33,68, recorde pessoal), com o mexicano Federico González a fechar o pódio (42.54,55). No decorrer da prova, foi Zhang quem a maior parte do tempo assumiu a iniciativa de liderança, mesmo com o contratempo de uma paragem forçada aos 4.000 metros para calçar um dos sapatos. Depois de uma passagem na metade da prova em 21.22,39, foi cerca dos 8.000 metros que se desfez o trio da frente, com o líder mundial do ano Zakhar Sliva a receber a ordem de paragem no pit lane por 120 segundos (seria 10.º no final). A 2 voltas do final, Shirobokov, que raramente se mostrou na prova, desferiu o ataque final para se isolar de Zhang e vencer. Dos 41 participantes, 33 concluíram a prova, 7 desistiram e 1 acabaria desclassificado. 3 atletas foram penalizados em 120 segundos pela regra do «Pit Lane».
 
 
Nos femininos, Zhenxia Ma venceu com uma diferença de 4 segundos para a segunda classificada, Olga Eliseeva, da Rússia (22.45,09) e 8 segundos para a terceira, a etíope Ayalnesh Dejene (22.48,25) com um novo recorde pessoal. A seis voltas do final, um grupo de 11 atletas permanecia junto, a quatro voltas reduzia-se a 9 atletas e a duas voltas já era composto por 5 atletas. Tudo se decidiria na volta final e a 300 metros da meta, com a vitoriosa Zhenxia Ma a marchar para 4.12 m no seu último km, e a ganhar um pequeno avanço até final sobre a russa Eliseeva. A africana Dejene, com o bronze ganho ao «sprint» sobre a russa Margarita Kolesnichenko, a quem foi adicionado 1 minuto à marca final pois já não deu para entrar na zona do «pit lane» (12.ª com 23.53,64), conquistaria a primeira medalha para a Etiópia num evento internacional da marcha desta natureza. A portuguesa Carolina Costa foi 27.ª classificada com uma marca em cima dos 26 minutos (25.59,63), numa prova com 35 participantes (2 desistentes). Não houve desclassificações, com 2 atletas a cumprirem 60 segundos de penalização, apenas 1 fazendo a paragem (pit lane).
 
 
Fora dos pódios mas a merecerem destaque até às 5.as posições, Andrés Olivas, do México (43.27,70) e Toshiki Ueda, do Japão (43.34,83) nos masculinos, ambos com recordes pessoais, e Ke Xue, da China (23.01,68, rec.pessoal) e Valeria Ortuño, do México (23.01,90) nos femininos.
 
 
Classificações
 
 
10.000 metros masculinos
1.º, Sergey Shirobokov, 1999 (Rússia), 42.24,41
2.º, Jun Zhang, 1998 (China), 42.33,68
3.º, Federico González, 1998 (México), 42.54,55
4.º, Andrés Olivas, 1998 (México), 43.27,70
5.º, Toshiki Ueda, 1998 (Japão), 43.34,83
6.º, César Alberto Herrera, 1999 (Colômbia), 44.01,87
7.º, Ariel Cayllante, 1998 (Bolívia), 44.29,25
8.º, Yunhwa Song, 1998 (Coreia do Sul), 44.36,11
9.º, Giacomo Brandi, 1998 (Itália), 44.48,39
10.º, Zakhar Sliva, 1998 (Rússia), 45.22,02
11.º, Xiaojun Zhou, 1999 (China), 45.22,80
12.º, Juan David Jiménez, 1999 (Colômbia), 45.48,57
13.º, Jhonatan Amores, 1998 (Equador), 45.57,39
14.º, Matheus Gabriel Correa, 1999 (Brasil), 46.13,23
15.º, Yohanis Algaw, 1999 (Etiópia), 46.14,27
16.º, Eduard Zabuzhenko, 1998 (Ucrânia), 46.15,49
17.º, David Hurtado, 1999 (Equador), 46.16,23
18.º, Yasushi Morita, 1998 (Japão), 46.31,43
19.º, Said Touche, 1999 (Argélia), 46.39,86
20.º, Carlos Tur, 1998 (Espanha), 46.59,16
21.º, Eknath Sambhaji Turambekar, 1998 (Índia), 47.16,46
22.º, Gemechu Amanuel, 1998 (Etiópia), 47.16,68
23.º, Gerson Otoniel Navas, 1998 (El Salvador), 47.21,23
24.º, Kevin Cerro, 1998 (Espanha), 47.22,23
25.º, Frank Alberto Hernández, 1999 (El Salvador), 47.22,54
26.º, Jorge Cruz, 1998 (Porto Rico), 47.22,71
27.º, Kyeongmin La, 1999 (Coreia do Sul), 47.27,62
28.º, Baha Eddine Gatri, 1998 (Tunísia), 47.28,23
29.º, Daumantas Liutinskis, 1999 (Lituânia), 47.38,87
30.º, Stanislav Mashtal, 1998 (Ucrânia), 48.37,71
31.º, Arnold Riveros, 1998 (Peru), 49.25,98
32.º, Yhojan Melillán, 1999 (Chile), 50.08,70
33.º, Kyle Swan, 1999 (Austrália), 50.42,45
Desistentes: Abdülaziz Danis, 1999 (Turquia), Arkadiusz Drozdowicz, 1998 (Polónia), Tyler Jones, 1998 (Austrália), Alger Liang, 1998 (Canadá), Selim Seven, 1999 (Turquia), Yeóryios Tzatzimákis, 1999 (Grécia) e Pierre Vermaak, 1998 (África do Sul).
Desclassificado: Víctor Arque, 1999 (Peru).
 
 
10.000 metros femininos
1.ª, Zhenxia Ma, 1998 (China), 22.41,08
2.ª, Olga Eliseeva, 1998 (Rússia), 22.45,09
3.ª, Ayalnesh Dejene, 1998 (Etiópia), 22.48,25
4.ª, Ke Xue, 1998 (China), 23.01,68
5.ª, Valeria Ortuño, 1998 (México), 23.01,90
6.ª, Ayse Tekdal, 1999 (Turquia), 23.14,82
7.ª, Clara Smith, 1998 (Austrália), 23.22,36
8.ª, María Fernanda Montoya, 1998 (Colômbia), 23.43,40
9.ª, Evelyn Inga, 1998 (Peru), 23.45,61
10.ª, Maika Yagi, 1999 (Japão), 23.46,47
11.ª, Jemima Montag, 1998 (Austrália), 23.46,57
12.ª, Margarita Kolesnichenko, 1998 (Rússia), 23.53,64
13.ª, Leyde Guerra, 1998 (Peru), 23.54,70
14.ª, Eloïse Terrec, 1998 (França), 24.07,64
15.ª, Athanasía Vaítsi, 1998 (Grécia), 24.07,66
16.ª, Arely Esmeralda Morales, 1998 (Guatemala), 24.24,42
17.ª, Teresa Zurek, 1998 (Alemanha), 24.25,27
18.ª, Lina Geraldine Bolívar, 1998 (Colômbia), 24.30,98
19.ª, Yehualeye Beletew, 1998 (Etiópia), 24.49,83
20.ª, Dímitra Bohóri, 1998 (Grécia), 24.50,78
21.ª, Emilia Greziak, 1998 (Polónia), 24.56,22
22.ª, Antia Chamosa, 1999 (Espanha), 24.59,41
23.ª, Chaehyun Kim, 1998 (Coreia do Sul), 25.06,67
24.ª, Vanessa Tomei, 1998 (Itália), 25.20,22
25.ª, Irene Vázquez, 1998 (Espanha), 25.20,24
26.ª, Yukako Hayashi, 1998 (Japão), 25.22,47
27.ª, Carolina Costa, 1998 (Portugal), 25.59,63
28.ª, Julia Richter, 1999 (Alemanha), 26.03,08
29.ª, Gabriela Siminiceanu, 1998 (Roménia), 26.04,47
30.ª, Yekaterina Shlykova, 1999 (Casaquistão), 26.06,95
31.ª, Anastasia Sanzana, 1998 (Chile), 26.32,43
32.ª, Ema Hacundová, 1999 (Eslováquia), 26.43,96
33.ª, Meral Kurt, 1998 (Turquia), 26.46,98
Desistentes: Agata Kowalska, 1998 (Polónia) e Anthea Mirabello, 1999 (Itália).
 
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

domingo, 16 de junho de 2019 – 14:33:06

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...