13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Campeonatos Nacionais de Estrada prometem espetáculo

 

É aguardada, com expetativa, a realização dos trigésimos segundos Campeonatos Nacionais de Marcha Atlética em estrada, que vão ter lugar na Batalha, este sábado (27 Fev.), numa organização da Federação Portuguesa de Atletismo, e que conta com o apoio da Associação Distrital de Atletismo de Leiria e do Município da Batalha, contemplando os escalões de Juvenis, Juniores, Seniores e Veteranos.

As competições vão realizar-se num circuito de 1.000 metros e constituirão uma oportunidade para se ver em ação os melhores atletas lusos, alguns deles já com passaporte para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que terão lugar no mês de agosto. É a segunda vez que a Batalha recebe os campeonatos.

No setor feminino, nos 20 km marcha seniores, Ana Cabecinha (CO Pechão) é uma das grandes favoritas ao título nacional de 2016, tendo vencido as últimas quatro edições, obtendo o recorde dos campeonatos (distância realizada desde 1997) na edição do ano passado, em Rio Maior, com o tempo de 1.29.27. Inês Henriques (CN Rio Maior) tem dois títulos nacionais, alcançados nas edições de 2009 e 2011, esta última na Batalha. Vera Santos (Sporting CP) sagrou-se campeã em 2005 e 2010. Susana Feitor (Leiria MA) é a atleta que, no historial da competição, mais títulos (9) conquistou: em 1995, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007, e 2008. Desde 2001 estas quatro atletas têm dividido os títulos nacionais entre si.

No setor masculino, nos 20 km marcha seniores, distância introduzida em 2010, os manos Vieira têm repartido, entre si, os  títulos nacionais, o João (Sporting CP) tendo vencido nas edições de 2009, 2011, 2013 e 2014, o Sérgio (SL Benfica) em 2010, 2012 e 2015, nesta última obtendo o recorde dos campeonatos com o tempo de 1.23.24. Outro dos atletas esperados na competição, com mínimos para os Jogos Olímpicos, realizados na distância dos 50 km marcha, são Pedro Isidro e Miguel Carvalho, ambos do SL Benfica.

O programa do evento contempla ainda o tradicional Torneio Marchador Jovem, destinado aos escalões de Infantis e Iniciados e vê, este ano associado o nome da ex-marchadora do distrito de Leiria, Raquel Carvalho. Em 2003 representou Portugal, no escalão de juniores, na Taça da Europa de Marcha, em Dudince, na Eslováquia, e no Campeonato da Europa de Juniores, em Grosseto, Itália. É licenciada em Medicina, com especialização em Ortopedia e pós-graduação em Medicina Desportiva.

De assinalar que os campeonatos nacionais de marcha estão contemplados na listagem da IAAF, como uma das competições válidas para obtenção de mínimos para os Jogos Olímpicos (com os erros aprende-se...), significando isto dizer-se que a competição foi medida por João Antunes, do Painel Internacional de Grau "A", e que Joaquim Graça (nível III da IAAF), José Ganso (juiz-chefe), e Vasco Guedes, ambos do nível II da IAAF, serão os juízes internacionais de marcha que assegurarão a certificação das marcas realizadas. Com estes três, outros quatro juízes completarão a equipa: Maria Odete Alves, Paulo Saldanha, André Ferreira e Bruno Carriço.
 
Apesar da inclusão na referida listagem da IAAF, é a própria FPA que exclui o evento dos critérios específicos de seleção com vista aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro
 
O Marchador

Periodicidade Diária

quarta-feira, 22 de maio de 2019 – 06:51:43

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...