14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Vera e Caio triunfam em Rio Maior

Vera Santos (Sporting CP) e Caio Bonfim (Brasil) venceram este sábado as provas de 20 km do 23.º Grande Prémio Internacional de Marcha Atlética, competições a contar para o Challenge de Marcha da Associação Internacional de Federações de Atletismo. A marchadora portuguesa averbou a marca de 1.31.14 h, impondo-se por oito segundo à brasileira Erica Rocha de Sena (1.31.22), enquanto Inês Henriques (CN Rio Maior) chegava no terceiro posto, com 1.32.03 h. Já o brasileiro terminou em 1.23.15 h, menos cinco segundos que João Vieira (1.23.20) e menos um minuto que Sérgio Vieira (1.24.15), respectivamente segundo e terceiro classificados.
 
 
A prova feminina iniciou-se a ritmo bastante lento, cerca de 4.50 m ao mil metros, tendo desenvolvimentos pouco significativos até metade da competição, momento em que quase todas as principais candidatas passavam em grupo na linha de meta com 46.44 m. A segunda metade da competição foi bem mais animada, mas começou com a desistência de duas das principais figuras, Susana Feitor (individual) e Ana Cabecinha (CO Pechão). A atleta originária de Rio Maior pareceu pretender gerir as energias e reservá-las para melhor oportunidade de obtenção das marcas desejadas; a algarvia ressentiu-se de um problema inguinal que a levou a duas intervenções cirúrgicas após os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.
 
 
Ainda antes dos 15 quilómetros, Inês Henriques (CN Rio Maior) e Erica Sena isolaram-se na dianteira, ganhando cerca de 30 metros sobre Vera Santos. No entanto, a marchadora do Sporting lograria recuperar e assumir a liderança nos três quilómetros finais, enquanto Erica Sena se desenvencilhava de Inês, garantindo a segunda posição na meta. No final, enquanto Vera Santos se creditava com marca relativamente acessível para o seu currículo nesta primeira vitória no G.P. Rio Maior desde 2010, Erica Sena averbava novo recorde brasileiro e sul-americano, retirando 31 segundos ao seu anterior máximo pessoal, que estava cifrado em 1.31.53 h e datava de 2012. o anterior máximo da América do Sul era pertença da equatoriana Mirian Ramón, que em 2005 obtivera marca de mais três segundos.
 
 
Depois da vitória de Ana Cabecinha nos nacionais de marcha em estrada, foi agora a vez de Vera Santos, com esta vitória, garantir um lugar na equipa nacional para os europeus de atletismo de Zurique, a realizar de 12 a 17 de Agosto próximo.
 
 
Nos lugares imediatos terminaram María José Poves, 1978 (Espanha, 4.ª, 1.34.24), Ainhoa Pinedo (Espanha, 5.ª, 1.35.56), Kristina Saltanovic (Lituânia, 6.ª, 1.36.18), Cisiane Dutra Lopes (Brasil, 7.ª, 1.37.40, regressando de recente maternidade) e Paola V. Perez (Equador, 8.ª, 1.39.40), todas com marcas já antes realizadas, nalguns casos por muitas e boas vezes.
 
 
Mais para trás, Daniela Cardoso e Vitória Oliveira registavam novos recordes pessoais. Nona classificada, a atleta do Leiria M.A. averbou 1.39.46 h, baixando pela primeira vez a linha da hora e 40 (antes, 1.40.41, La Coruña, 1/6/2013). Quanto à atleta da Juventude Vidigalense, retirou um segundo ao resultado registado há um ano no mesmo local, marcando agora 1.46.18, a que correspondeu o 11.º lugar. Nota ainda para os resultados de Sandra Silva (GRECAS), 10.ª com 1.43.16 h e Alexandra Lamas (CA Galinheiras), 12.ª, com 1.47.46 h.
 
 
Nos masculinos, depois de um «fogacho» inicial do italiano Marco de Luca, que chegou a ter um pequeno avanço sobre a concorrência, tudo foi prosseguindo de forma calma até meio da competição, com cinco atletas a creditarem-se no grupo da frente com 42.12 m: Caio Bonfim (Brasil), Marco de Luca (Itália), João Vieira (Sporting CP), Sérgio Vieira (SL Benfica) e Pedro Isidro (SL Benfica), todos com cerca de 30 metros de vantagem sobre o segundo brasileiro, José Bagio.
 
 
Seria após esse momento que Bonfim e os irmãos Vieira forçariam o andamento, destacando-se e deixando os ex-colegas de grupo em posições isoladas. Perto dos 17 quilómetros, Sérgio Vieira atrasou-se, para ver a distância a vitória de Caio Bonfim, garantida com uma volta final em que conquistou a vantagem final de cinco segundos sobre João Vieira. Com Marco de Luca seguro na quarta posição, seria nessa fase final que o benfiquista Pedro Isidro cederia, obrigado a uma paragem por indisposição, perdendo a oportunidade de bater o recorde pessoal (1.25.22, em 2008) e vendo-se ainda ultrapassando por José Bagio, quinto na meta.
 
 
Com estes resultados verifica-se que apenas os irmãos Vieira superaram a marca de referência para a Taça do Mundo de Taicang, no início do mês que vem, estabelecida em 1.25.00 h, não tendo havido em Rio Maior mais ninguém que sequer baixasse da hora e meia (além de Pedro Isidro, já seleccionado para os 50 km). Miguel Carvalho (CN Rio Maior), em nono lugar, foi o melhor português acima dessa linha, com 1.33.29 h. Referência final para o recorde pessoal de Fábio Conceição (CO Pechão), que, sendo 12.º, registou 1.34.11 h, melhorando de modo significativo a marca registada a 1 de Fevereiro nos nacionais de Quarteira (1.36.47).
 
 
De notar ainda que a marca de João Vieira corresponde exactamente ao mínimo A para os europeus de Zurique (1.23.20), enquanto Sérgio Vieira fez uma marca B para esses campeonatos, mas que não deverá garantir a presença do benfiquista na cidade suíça, tendo em conta que, em campeonatos da Europa, a participação com marcas B só é possível caso não haja atletas do mesmo país qualificados com marca A na mesma prova.
 
 
Entre os juniores, foi clara a superioridade do contingente chinês, composto por atletas juvenis. Nos 10 km femininos, Xiao Xianghua impôs-se em 49.04 m à primeira portuguesa, Mara Ribeiro (CN Rio Maior), creditada com 50.23 m. Não sendo recorde pessoal, não deixa de ser a melhor marca da atleta nesta época muito atribulada por lesões. Este ano detinha 51.18,58 m obtidos na Pista Rui Silva (Cartaxo), em 22 de Março, e de caminho ainda superou nesta prova de Rio Maior a marca de referência para as juniores tendo em vista a Taça do Mundo de Taicang (51.30).
 
 
A chinesa Wang Xiaohui (50.29) foi terceira, adiante das portuguesas Mariana Mota (SL Benfica, 51.55), Edna Barros (CO Pechão, 52.53), Laura Leal (CO Pechão, 55.40) e Liandra Gonçalves (CO Pechão, 58.57).
 
 
Nos 10 km masculinos, triunfo para Zhao Jianguo (44.09), à frente do compatriota He Xianghong (45.28) e de Miguel Rodrigues (CN Rio Maior, 45.47). A marca de acesso para a Taça do Mundo era de 45.00 m, registo não atingido por qualquer dos portugueses presentes.
 
Classificações
 
 
20 km femininos
 
 
1.ª, Vera Santos, 1981 (SC Portugal), 1.31.14
2.ª, Erica Rocha de Sena, 1985 (Brasil), 1.31.22
3.ª, Inês Henriques, 1980 (CN Rio Maior), 1.32.03
4.ª, María José Poves, 1978 (Espanha), 1.34.24
5.ª, Ainhoa Pinedo, 1983 (Espanha), 1.35.56
6.ª, Kristina Saltanovic, 1975 (Lituânia), 1.36.18
7.ª, Cisiane Dutra Lopes, 1983 (Brasil), 1.37.40
8.ª, Paola V. Perez, 1989 (Equador), 1.39.40
9.ª, Daniela Cardoso, 1991 (Leiria MA), 1.39.46
10.ª, Sandra Silva, 1975 (GRECAS), 1.43.16
11.ª, Vitória Oliveira, 1994 (J Vidigalense), 1.46.18
12.ª, Alexandra Lamas, 1972 (CA Galinheiras), 1.47.46
Desistentes: Susana Feitor, 1975 (Individual), Ana Cabecinha, 1984 (CO Pechão), Eva Iglesias, 1985 (Espanha), Filipa Ferreira, 1994 (CO Pechão), Nádia Cancela, 1993 (SL Benfica).
 
 
20 km masculinos
 
 
1.º, Caio Bonfim, 1992 (Brasil), 1.23.15
2.º, João Vieira, 1976 (Sporting CP), 1.23.20
3.º, Sérgio Vieira, 1976 (SL Benfica), 1.24.15
4.º, Marco di Luca, 1981 (Itália), 1.24.50
5.º, José A. Bagio, 1981 (Brasil), 1.25.52
6.º, Pedro Isidro, 1985 (SL Benfica), 1.25.53
7.º, Mikel Odriozola, 1973 (Espanha), 1.27.28
8.º, Wayne Snyman, 1985 (África do Sul), 1.28.14
9.º, Miguel Carvalho, 1994 (CN Rio Maior), 1.33.29
10.º, Pedro Marcelo Santos, 1986 (CA Seia), 1.34.04
11.ª, Rodrigo Dominguez, 1977 (Espanha), 1.34.10
12.ª, Fábio Conceição, 1993 (CO Pechão), 1.34.11
Desclassificados: Andres Chocho, 1983 (Equador), Jonnathan Caceres, 1990 (Equador).
Desistentes: Jose Puertas Ruiz, 1989 (Espanha), Bruno Pedro, 1993 (GA Casais Vento), Cristiano António, 1988 (AC Vermoil), Pedro Martins, 1968 (CA Seia), Pedro Santos, 1992 (SL Benfica), Rui Coelho, 1994 (CA Seia), Samuel Pereira, 1993 (CA Seia).
 
 
10 km juniores femininos «prova extra»
 
 
1.ª, Xiao Xianghua, 1997 (China), 49.04
2.ª, Mara Ribeiro, 1995 (CN Rio Maior), 50.23
3.ª, Wang Xiaohui, 1997 (China), 50.29
4.ª, Mariana Mota, 1995 (SL Benfica), 51.55
5.ª, Edna Barros, 1996 (CO Pechão), 52.53
6.ª, Laura Leal, 1996 (CO Pechão), 55.40
7.ª, Liandra Gonçalves, 1996 (CO Pechão), 58.57
Desclassificada: Zhang Yan, 1997 (China).
 
 
10 km juniores masculinos «prova extra»
 
 
1.º, Zhao Jianguo, 1997 (China), 44.09
2.º, He Xianghong, 1998 (China), 45.28
3.º, Miguel Rodrigues, 1996 (CN Rio Maior), 45.47
4.º, Hélder Santos, 1996 (Gira Sol-RC), 46.04
5.º, Daniel Chamosa, 1997 (Espanha), 46.26
6.º, Gong Fanglong, 1997 (China), 46.38
7.º, João Martins, 1995 (CA Ferreira Zêzere), 47.11
8.º, Vasco Santos, 1998 (CA Marinha Grande), 49.49
9.º, Marcos Cintron, 1996 (Espanha), 51.57
Desclassificado: Daniel Pintado, 1995 (Equador).
 
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

domingo, 20 de outubro de 2019 – 02:55:34

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...