14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Recordes nacionais jovens na pista coberta de Pombal

Dois novos recordes nacionais nos escalões mais jovens, o primeiro pela infantil Catarina Santos, da Associação Cultural e Recreativa da Mealhada, nos 2.000 m, com 10.36,66 e, o segundo, pelo iniciado Rodrigo Marques, do Clube Oriental de Pechão, nos 3.000 m, que realizou o tempo de 14.18,69, marcaram pela positiva o 1.º Grande Prémio de Marcha Atlética, em pista coberta, evento levado a efeito, este sábado, no pavilhão da Expocentro em Pombal. Os detentores dos anteriores recordes nacionais, agora batidos, eram Tânia Pires (JV), com 10.59,2, nos infantis, e Flávio Silva (GDEN), com 14.25,10.
 
 
Outros jovens em evidência vencendo as suas provas foram os benjamins Leandro Francisco, do CA Galinheiras, com 4.58,49, e Inês Mendes, do CN Rio Maior, com 5.05,60, em prova mista de 1.000 metros, e a iniciada Inês Reis, do GC Amizade Donas, com 16.10,25 aos 3.000 metros.
 
 
Na prova masculina de 5.000 metros masculinos, Miguel Carvalho (sub-23), ao realizar a marca de 20.20.04, bateu, por larga margem, o seu recorde pessoal, que se cifrava em 20.42,04, tempo que detinha desde 2013. Nas segunda e terceira posições classificaram-se Pedro Martins, com 21.36,79, e Rui Coelho (sub-23), com 22.07,04, ambos em representação do Centro de Atletismo de Seia. A organização assumiu terem existido erros nesta prova, considerando não homologáveis as classificações e marcas a partir do 8.º classificado inclusive.
 
 
Na prova feminina de 3.000 metros, Daniela Cardoso também suplantou a sua melhor marca pessoal, que realizara nos campeonatos de Portugal deste ano (13.26,96) ao fixar o tempo da vitória em 13.18,42. Com marcas ainda abaixo dos 14 minutos, concluíram a prova, em posições de relevo, a rio-maiorense Mara Ribeiro (júnior), com 13.23,75, e Vitória Oliveira (sub-23), atleta da Juventude Vidigalense, com 13.58,01.
 
 
Classificações das provas absolutas de 5.000 metros masculinos e 3.000 metros femininos:
 
 
5.000 metros masculinos (juvenis/juniores/seniores/veteranos)
1.º, Miguel Carvalho, 1994 (CN Rio Maior), 20.20,04
2.º, Pedro Martins, 1968 (CA Seia), 21.36,79 - veterano
3.º, Rui Coelho, 1994 (CA Seia), 22.07,04
4.º, Amaro Teixeira, 1989 (SC Braga), 22.17,71
5.º, Miguel Rodrigues, 1996 (CN Rio Maior), 22.57,36 - júnior
6.º, Luís Passaro, 1994 (GC Amizade Donas), 22.58,57
7.º, Vasco Santos, 1998 (CA Marinha Grande), 24.26,41 – juvenil
Resultados/Classificações não homologáveis:
8.º, Luís Bidarra, 1971 (CA Seia), 25.19,74 - veterano
9.º, Claudin Cotrim, 1996 (CP Alcanena), 25.21,77 - júnior
10.º, Carlos Paiva, 1969 (CA Galinheiras), 25.25,40 - veterano
11.º, Paulo Cunha, 1969 (CA Galinheiras), 25.29,91 - veterano
12.º, Paulo Ramos, 1969 (CA Galinheiras), 25.30,46 - veterano
13.º, Henrique Santos, 1965 (GD Diana), 25.33,94 - veterano
14.º, Manuel Alves, 1994 (GC Amizade Donas), 25.34,85
15.º, Francisco Serra, 1998 (GC Amizade Donas), 31.01,25 - juvenil
Desclassificados: Rui Rodrigues, 1997 (ACR Mealhada) - juvenil e Peter Gomez, 1996 (CA Galinheiras) - júnior.
Desistente: Diogo Oliveira, 1990 (AC Vermoil).
 
 
3.000 metros femininos (juniores/seniores/veteranos)
1.ª, Daniela Cardoso, 1991 (Leiria Marcha A), 13.18,42
2.ª, Mara Ribeiro, 1995 (CN Rio Maior), 13.23,75 - júnior
3.ª, Vitória Oliveira, 1992 (J Vidigalense), 13.58,01
4.ª, Mariana Mota, 1995 (SL Benfica), 14.01,58 - júnior
5.ª, Alexandra Lamas, 1972 (Clube Condeixa), 14.23,34 - veterana
6.ª, Catarina Marques, 1996 (CO Pechão), 14.28,12 - júnior
7.ª, Liliana Martins, 1990 (GC Amizade Donas), 15.14,23
8.ª, Vanessa Conduto, 1995 (CO Pechão), 16.24,91 - júnior
9.ª, Maria Orlete Mendes, 1951 (CA Galinheiras), 17.25,52 - veterana
10.ª, Vera Portela, 1995 (NDA Pombal), 17.57,77 - júnior
11.ª, Eugénia Fernandes, 1969 (GDP Chão Duro), 20.01,00 - veterana
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

sexta-feira, 22 de novembro de 2019 – 17:44:26

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...