14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Pedro Martins vence campeonato de 50 km pela oitava vez

Dez anos depois de se ter sagrado campeão nacional de 50 km pela última vez, o veterano Pedro Martins reconquistou ontem, em Castelo Branco, o título de campeão nacional de 50 km em estrada, numa prova concluída em 4.34.03 h. Com este triunfo, o marchador do Centro de Atletismo de Seia, com 47 anos, averbou o oitavo título de campeão nacional da distância, reforçando a condição de atleta com maior número de vitórias em nacionais de 50 km marcha. Amaro Teixeira (SC Braga, foi o segundo classificado, com 5.04.28 h.

 
Disputada num circuito de mil metros, a prova teve o domínio inicial de Amaro Teixeira, que cedo se isolou, comandando a competição até próximo de metade da distância. Nesta fase, retirou-se do circuito para usar os sanitários e atrasou-se de forma irremediável. Pedro Martins e os companheiros de equipa assumiram a partir daí maior destaque, mas a liderança passava a pertencer a Luís Pássaro (GCA Donas), que durante várias voltas esteve na frente.
 
 
Quando, cerca dos 25/26 quilómetros, os colegas de equipa de Pedro Martins abandonaram a competição, o número de concorrentes em prova tinha já baixado dos seis da partida para os três que nesse momento se pensava irem preencher o pódio. Ao mesmo tempo, o marchador olímpico ficou com a liderança em ponto de mira, conseguindo atingi-la quando, de novo para uma utilização das instalações sanitárias, Luís Pássaro também cedeu a primeira posição e se atrasou da frente da competição.
 
 
No entanto, o desenvolvimento da competição viria a registar um episódio relevante quando, cerca dos 42 quilómetros, Luís Pássaro (GCA Donas), na segunda posição, desfaleceu, tombou no percurso e acabou por abandonar a prova. O atleta seria retirado em maca, deixando no circuito unicamente os dois companheiros que chegariam à meta.


Ao longo da prova, Luís Pássaro tinha revelado grande inconstância de ritmo, atitude que poderá ter estado na origem de um desgaste mais acelerado e do desenlace da sua prestação competitiva na manhã deste domingo. Assim, Amaro Teixeira reassumia o segundo posto, desgastado mas conseguindo cumprir a distância, e Pedro Martins ficava mais folgado no comando da competição.
 
 
No final da prova, o (de) novo campeão nacional mostrou-se contente com o sucesso, não escamoteando os problemas que teve de enfrentar. «Arranquei para ir nas calmas, porque tenho estado com gripe. Tive dificuldades respiratórias e só acabei a prova por a certa altura já ser uma obrigação», afirmou, referindo-se ao facto de, pelas vicissitudes da prova, ter ficado a dado momento em posição de se sagrar de novo campeão nacional.
 
 
Atleta com grande experiência na distância olímpica mais longa do atletismo, Pedro Martins acrescentou que nos últimos dois anos teve dificuldade em preparar-se devidamente para os nacionais de 50 km devido aos problemas levantados pelo clima da Guarda, cidade onde vive e treina. Com os campeonatos a serem disputados em Fevereiro ou Março, o mau tempo que muitas vezes assola a região e a cidade mais alta do país sobretudo em Janeiro, com chuva, neve e frio, limita a possibilidade de desenvolvimento normal do processo de treino. E exemplifica com sessões de séries e de treinos longos que já teve de fazer no ginásio, em passadeira rolante, com todo o desgaste acumulado que daí resulta, sobretudo no que se refere a problemas de desidratação.
 
 
Com apenas dois atletas no pódio, esta foi a primeira vez desde 1987 (3.º campeonato nacional de 50 km) e a segunda vez na história dos campeonatos nacionais de 50 km marcha que o pódio não ficou completo (não contando, naturalmente, com os campeonatos de 1986, em que não houve pódio por desistência de um concorrente e desclassificação dos restantes devido a irregularidades formais no abastecimento).
 
 
Nota positiva para o facto de, apesar de Castelo Branco não ser uma zona com grandes tradições na marcha atlética, ter sido possível emprestar dinamismo à locução, com a utilização de dados históricos com que se foi pontuando a acção do locutor, de resto não muito ligado à modalidade.
 
 
Classificação
50 km
1.º, Pedro Martins (CA Seia), 4.34.03
2.º, Amaro Teixeira (SC Braga), 5.04.28
Desistentes: Luís Bidarra Pais (CA Seia), Samuel Pereira (CA Seia), Rui Coelho (CA Seia) e Luís Pássaro (GCA Donas).
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 13:44:30

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...