14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Mariana Machado e Etson Barros conquistam medalhas nos sub20

 

 

Na edição de 2019 Portugal conquistou três medalhas e igualou 2001 e 2003

 

Dia grande de Portugal nos Campeonatos Europeus Sub20!

 

Logo na jornada da manhã, Mariana Machado obteve a medalha de prata na final dos 3000 metros.

 

A bracarense sofreu uma queda no início da prova, mas conseguiu recuperar para discutir o título, só que a polaca Zofia Dudek (9.30,06 m) foi mais forte e triunfou por seis décimos de segundo, com Mariana Machado a fechar em 9.30,66 minutos.

 

No final da sua prova, Mariana afirmou-se «feliz, mas estava à espera de mais. Acho que trabalhei para mais. Tive uma queda ali logo ao início. Felizmente ainda consegui recuperar e cheguei ao grupo da frente, mas vim um pouco desgastada. Foram muitos erros a partir da queda. Ainda vamos decidir como vamos fazer [hoje à tarde], não foi o que estávamos à espera, ainda vamos ponderar».

 

Outra portuguesa, Lia Lemos, também não foi feliz, com uma queda, e terminou em 14º lugar, com 10.00,97 minutos.

 

A segunda medalha portuguesa, de bronze, foi obtida por Etson Barros, nos 3000 m obstáculos, com a marca de 9.01,85 minutos, atrás do turco Murat Yalcinkaya (8.58,20 m) e do sueco Omar Nuur (8.58,79 m).

 

No final da sua prova, Etson referiu que o início foi «pouco rápido e desde aí o ritmo foi sempre aumentando. Levei uns toques com uns ‘bicos’, mas isso não me desorientou. Dei tudo e tentei passar o primeiro lugar, mas como todos sabem, uma medalha é sempre bom. Foi quando faltava três voltas para o final aí o ritmo já era muito forte, daí tentei ir para a frente, mas tinha receio de não conseguir. Por acaso acabei relaxado, com um esforço muito grande, agora fica para a próxima. Uma mensagem, especialmente para o meu treinador, já são muitos anos que estou com ele - já faz 9 anos. Esta medalha é para ele».

 

Com estes resultados Portugal já alcançou um total de três medalhas nos Campeonatos Europeus sub20, algo que só aconteceu duas vezes, em 2001, em Grosseto, na Itália, então duas medalhas de prata e uma de bronze, e depois em Tampere, na Finlândia, em 2003, com duas de ouro e uma de bronze.

 

Em termos de pontuação, Portugal fechou com 29 pontos, a quarta maior pontuação de sempre depois dos 35 pontos conseguidos em 1993, dos 33 pontos em 1989 e dos 30 pontos em 1987.

 

Mariana Machado regressou à competição durante a tarde, para correr a prova de 1500 metros e a portuguesa ficou à beira de um feito inédito, ao ficar em quarto lugar, perto do pódio, com a marca de 4.28,57 minutos.

 

Nas finais do dia, nos 10000 metros marcha, Joana Pontes foi 11ª classificada, com 49.23,37 minutos; nos 5000 metros, Marta Lourenço foi 12ª classificada, com 16.57,61 (recorde pessoal); enquanto no salto em altura, os portugueses não conseguiram estar como na qualificação. Gonçalo Veloso foi 10º, com 2,00 metros, Gerson Baldé ficou sem marca, pois começou a 2,05 e falhou todas as tentativas.

 

 

Periodicidade Diária

sábado, 21 de setembro de 2019 – 04:37:08

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...