15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Domingos Fernandes vence Taça de Portugal de Clássicos de Montanha na Rampa do Caramulo

 

 

Uma vez mais o inconfundivel Autobianchi A 112 de Domingos Fernandes subiu ao pódio na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha, onde desta feita o piloto de Armamar teve direito ao degrau mais alto do pódio, na Rampa do Caramulo, quinta prova do calendário, organizado sob a égide do Targa Clube.

 

Logo na subida da warmup1, Domingos Fernandes fez todo a extensão da rampa do Caramulo e, 2.12.481, à média de 77,m44 km/h, sendo o 27ª melhor crono na classificação geral, e o primeiro na Taça de Portugal Clássicos de Montanha.Para a primeira subida oficial de treinos, Domingos Fernandes acabaria por não conseguir melhorar o seu tempo anterior, tendo alcançado um crono de 2.12.749 à média de 77,28 km/h, correspondendo de novo ao 27º  melhor tempo na classificação geral, e de novo o lider na Taça Portugal Clássicos de Montanha.Na segunda subida ofical de treinos, o piloto de Armamar, acabaria por conseguir melhorar o seu tempo, isso por comparação com o anterior, fazendo 2.11.996 à média de 77,72 km/h, sendo assim cada vez mais lider em termos da Taça de Portugal Clássicos de Montanha.Ainda na tarde de sábado, teve  lugar no final da tarde a primeira subida oficial de prova, onde Domingos Fernandes ao volante do seu Autobianchi A 112 pura e simplesmente “ cilindrou” os tempos anteriormente feitos com 2.09.301 à média de 79,34km/h, e acaba por consolidar a sua liderança em termos da Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.

 

 

No dia de domingo, com um dia lindo, logo na warmup2, Domingos Fernandes, não faz melhor do que 2.12.643 à média de 77,35 km/h, sendo o 27º melhor tempo na classificação geral e a liderar entre a Taça de Portugal Clássicos de Montanha.Para a derradeira subida de treinos, Domingos Fernandes e o Autobianchi A 112, são autores do melhor tempo de  todo o fim de semana, ao conseguir fazer 2.07.263 `á média  de 80,62 km/h, sendo o 26ª mais rápido em termos de classificação geral e de novo o primeiro na Taça de Portugal Clássicos de Montanha.Já na segunda subida oficial de prova, o piloto de Armamar  volta a melhorar, fazendo 2.07.107, à média de 80,71 km/h, sendo de novo o 27º melhor tempo na classificação geral, e com a  vitória  quase asseguirada na Taça de Portugal Clássicos de Montanha,

 

Na derradeira subida de prova, já com o calor a sentir, Domingos Fernandes não fez melhor do que 2.07.574, à média de 80,42 km/h sendo o brilhante  vencedor da Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.

 

 

No final, já na posse  dos prémios, após a ida ao pódio, Domingos Fernandes descreveu-nos aquilo que foi a sua prova dizendo “ balanço muito positivo, sem problemas com o carro, que foi só meter gasolina, e fazer as verificações habituais.Ao longo da rampa foi quase sempre a bater os tempos feitos anteriormente , nesta ultima subida, ainda tentei melhorar um pouco mais, mas o calor, em nada veio ajudar, mesmo  assim foi uma boa prova, com muita gente a assistir, vamos agora começar a pensar na próxima prova, disse-nos o piloto de Armamar.

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 15 de abril de 2021 – 04:28:45

Pesquisar

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- 3h do Estoril

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...