12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Cape Town: Team Peugeot Hansen sagra-se Vice-Campeão do Mundo

 

Ao obter, na jornada final sul-africana do Campeonato do Mundo FIA de Ralicross 2017, o seu 10º pódio da presente temporada, o Team Peugeot Hansen conquistou o título de Vice-Campeão do Mundo de Equipas*.

 

 

·         O Team Peugeot Hansen esteve imparável durante esta última prova da temporada, com os PEUGEOT 208 WRX a demonstrarem um elevado nível de performance, realizando, inclusivamente, um arranque de antologia na Q4. Fortemente entusiasmado com esta primeira visita do WorldRX ao continente africano, Timmy Hansen foi protagonista de um fim-de-semana impressionante, tendo exibido toda a sua classe: impôs-se na Q1, depois na Q4 e ainda na sua Meia-Final. Vítima da confusão gerada na primeira volta da Final, esteve a escassos décimos de segundo de conquistar a vitória mas apenas proporcionou ao PEUGEOT 208 WRX o 10º pódio do ano, em 12 provas disputadas. Esta performance permitiu ao Team Peugeot Hansen assegurar o lugar de Vice-Campeão do Mundo de Equipas*, com o próprio Timmy Hansen a posicionar-se no 5º posto do Mundial de Pilotos*.

 

·         Por seu lado, Sébastien Loeb viveu um fim-de-semana frustrante do princípio ao fim. Entre a confusão de que foi vítima na Q1 e o furo logo na primeira volta da Q2, o piloto francês viu-se impossibilitado de demonstar todo o seu potencial nas várias sessões de qualificação. Loeb esperava, eventualmente, conseguir inverter a situação na Semi-Final, corrida em que até fez um bom arranque, estando, à segunda volta no 2º lugar, mas um novo furo impediu-o de defender as suas hipóteses de aceder à Final. De qualquer forma, o piloto francês terminou o campeonato no 4º posto*, contabilizando nada menos do que sete subidas ao pódio ao longo da temporada.

 

·         Ao volante de um PEUGEOT 208 WRX, versão 2016, Kevin Hansen voltou a estar em destaque, dando-se, inclusivamente, ao luxo de alcançar dois impressionantes 3ºs lugares, um na Q2 e outro na Q4. Nesta última qualificação o seu arranque feito por fora ficará, certamente, para a história do WRX. Mais tarde, beneficiando de uma penalização imposta a Ken Block, o mais novo dos Hansen ascendeu a uma Final pela segunda vez consecutiva. Fechou, com isso, um excelente fim de semana e uma temporada em que assegurou o 8º lugar, 1 ponto à frente do norte-americano, posição ganha in extremis.

 

ECOS DO PADDOCK

 

Kenneth Hansen, Diretor da Equipa

Estivémos na luta pela vitória logo desde o início do fim de semana, como provam os dois 1ºs lugares do Timmy na Q2 e na Q4. Estávamos mesmo determinados em ganhar e até tivemos os nossos três carros apurados para uma das Semi-Finais, depois transformada num verdadeiro campo de batalha. A primeira volta foi absolutamente caótica e tanto o Sébastien como o Kevin não puderam fazer grande coisa. Contudo, o Timmy obteve uma bela vitória nesta Semi-Final, vendo-se acompanhado, depois, pelo Kevin na Final. O objetivo era, claramente, uma vitória, mas o Timmy viu-se empurrado logo nas primeiras curvas. O desfecho da prova foi decidido a menos de um segundo em cima da linha de chegada, algo que foi muito frustrante. De qualquer forma, sinto uma enorme satisfação pela bela temporada que realizámos, durante a qual tenho a sensação de termos progredido no que diz respeito à consistência de resultados.

 

 

Timmy Hansen (piloto, PEUGEOT 208 WRX #21), 2º lugar na Final

 

Penso que esta última prova foi, possivelmente, uma das melhores do ano. Estivémos particularmente rápidos: venci a Q2 e a Q4, tendo sido a primeira vez que venci duas corridas de qualificação no mesmo fim-de-semana. A Meia-Final foi disputada com muito vigor em pista. Na primeira volta sofri um forte empurrão, vendo-me, depois, na posição oposta na segunda curva, onde fiquei lado a lado com o Sébastien. Consegui, ainda assim, vencer essa Meia-Final. A Final também começou de forma muito musculada, tendo com isso perdido diversos lugares, pelo que fui, de imediato, para a ‘joker lap’. A partir daí, dei tudo por tudo para recuperar terreno, mas ainda me faltaram alguns décimos de segundo para garantir a vitória. Gostava mesmo muito de ter ganho esta Final. Este Peugeot 208 WRX é o melhor carro que conduzi até à data e é muito frustrante ter acabado a temporada sem ter, com ele, vencido uma Final. De qualquer forma, estou satisfeito pela excelente temporada que realizei, durante a qual fiquei com a sensação de ter vencido em termos de regularidade.

 

 

Sébastien Loeb (piloto, PEUGEOT 208 WRX #9)

 

No que me diz respeito, esta última prova foi uma verdadeira deceção e é ainda mais frustrante porque o carro estava mesmo no ponto. Logo nas sessões de qualificação os acontecimentos não me foram favoráveis. Fiquei bloqueado na Q1 e tive um furo na primeira volta da Q2, mas felizmente na Q3 e na Q4 as coisas correram melhor. A Meia-Final até começou bem, pois estava no 2º lugar, logo atrás do Timmy, mas ele acabou por ser empurrado e eu tive outro furo que não me deixou obter um bom resultado. Foi um final desolador de uma temporada igualmente frustrante. Que venha o próximo ano!

 

 

Kevin Hansen (piloto, PEUGEOT 208 WRX #71), 6º lugar na Final

Estou bastante satisfeito com as minhas qualificações, muito embora a Q1 e a Q3 pudessem ter sido melhores. Na Q4, fiz uma partida magnífica que me permitiu andar muito bem e terminar em 3º essa sessão. Infelizmente, na Meia-Final não sei bem o que aconteceu. As primeiras voltas foram uma perfeita loucura. Sei que, a dado momento, estava em 3º e que, poucas voltas depois, estava em 6º, para a seguir ter um problema de transmissão. Devido à desclassificação do Ken Block pude alinhar na Final, tendo os mecânicos feito um belo trabalho para que tivesse o carro pronto a tempo da partida. Foi fantástico alinhar na minha segunda Final consecutiva, mesmo com a transmissão a falhar. Estou muito satisfeito com o potencial que consegui demonstrar nesta última prova do ano.”

 

CLASSIFICAÇÃO – CAPE TOWN

 

Final

1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI)

2.Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX)

3. Mattias Ekstrom (Audi S1)

4. Petter Solberg (Volkswagen Polo GTI)

5. Timo Scheider (Ford Fiesta)

6.Kevin Hansen (PEUGEOT 208 WRX)

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 2017

ClassifiCaÇões FINAIS*

 

PILOTOS

1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI), 316 pontos

2. Mattias Ekström (Audi S1), 256 pontos

3. Petter Solberg (Volkswagen Polo GTI), 251 pontos

4. Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX), 214 pontos

5. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX), 201 pontos

6. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS), 194 pontos

7. Toomas Heikkinen (Audi S1), 125 pontos

8. Kevin Hanson (PEUGEOT 208 WRX), 114 pontos

9. Ken Block (Ford Focus), 113 pontos

10. Timo Scheider (Ford Fiesta), 109 pontos

 

EQUIPAS

1. Volkswagen PSRX, 567 pontos

2. Team Peugeot Hansen, 415 pontos

3. EKS Audi, 381 pontos

4. Hoonigan Racing Division, 307 pontos

5. MJP Racing Team Austria, 221 pontos

 

*Sujeito a confirmação pela Federação Internacional do Automóvel (FIA)

 

 


 

sexta-feira, 24 de novembro de 2017 – 09:22:16

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...