18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Emoções da Taça do RX Portugal invadem Sever do Vouga

Com os títulos de Campeões nacionais já atribuídos nas várias categorias dos Campeonatos de Portugal de Ralicross e Kartcross by Transwhite, é chegada a altura da tão esperada Taça de Portugal do
RX Portugal by Transwhite.
 
Uma ronda em que cinco pilotos vão tentar fechar o ano com chave de ouro e assinar a dobradinha, isto porque há duas ausências em outras tantas categorias no que toca aos Campeões de 2022. Mas não será seguramente isso que vai retirar emoção a mais esta jornada competitiva, até porque se alguns vão em busca da desforra, outros acabam por contar com o caminho mais livre para a conquista da Taça.
 
A maior alteração ao que tem sido habitual no RX Portugal by Transwhite é a mudança de categoria do recém sagrado Camepão de Super 1600. Mário Barbosa vai alinhar nos mais potentes Super Cars, deixando assim caminho aberto aos seus dois mais diretos adversários ao longo da época, os irmãos Jorge e Joaquim Machado, no que à luta pela Taça diz respeito. Ainda assim, os manos Machado vão contar com forte oposição, não contasse a lista de inscritos daquela que é a categoria rainha do ralicross nacional com nomes de monta, como são os casos de, por exemplo, Leonel Sampaio e Rogério Sousa, quarto e quinto classificados no Campeonato, respectivamente. Aliás, dos que marcam presença nesta edição 2022 da Taça de Portugal de Ralicross by Transwhite, Sousa foi o único que conseguiu uma vitória ao longo da época além de Barbosa e dos irmãos Machado.
 
Nos Iniciados, espera-se mais um renhido embate entre Duarte Camelo, Guilherme Nunes e Rafaela Barbosa. Se o primeiro vem com a moral alta após a conquista do título, é também verdade que chega a Sever do Vouga com um “alvo” nas costas, não estivessem os outros apostados em levar a Taça para casa após um ano extremamente disputado e com momentos muito quentes. Fora desta luta que é sempre levada a cabo com muito sangue na guelra estará Gonçalo Rocha, que nesta última prova do ano vai competir no pelotão da Nacional 1.6.
 
Nas 2 Rodas Motrizes, Adão Pinto tentará certamente repetir o feito do ano passado e garantir a dobradinha, mas Bruno Campos, que foi o seu maior rival ao longo da época terá seguramente importante palavra a dizer.
 
Contudo, a luta mais renhida será, porventura, a da Nacional 1.6. Com apenas dois pontos a separar Campeão e Vice após as sete jornadas do Campeonato de Portugal de Ralicross by Transwhite, Ricardo Costa deve oferecer animadíssimo despique ao longo deste fim-de-semana a Ricardo Costa
 
Nos Super Cars, José Oliveira vai-se deparar com uma pista bem mais congestionada que no Campeonato, isto porque o Campeão de 2022 vai ter de se bater com mais três pilotos. Tiago Alexandre, que alinhou em algumas rondas do RX Portugal ao longo do ano, está de regresso à pista, assim como Daniel Pacheco, que volta a fazer correr um Lancer em circuitos de ralicross. Contudo, o que deverá reclamar mais atenções é a subida de escalão de Mário Barbosa. O Campeão dos Super 1600 abdica da possibilidade de assinar a dobradinha para alinhar no pelotão dos bem mais potentes Super Cars com um Citroën DS3.
 
Já no Kartcross, Joca Gonzaga, ainda com a conquista do quinto ceptro fresca na memória, é o homem a bater, mas não deverá ter tarefa fácil, já que foram vários os pilotos que ao longo do ano se apresentaram competitivos. Alexandre Borges, Sérgio Castro e Alcides Calçada são, porventura, os que mais se destacam, mas tratando-se de uma prova única, outros pilotos podem também surgir na luta pelas melhores posições.
 
Finalmente, os mais novos do Troféu Júnior de Kartcross by Transwhite, a outra categoria que não conta com a participação do Campeão em título. À semelhança de Mário Barbosa, no Super 1600, Guilherme Matos optou nesta visita a Sever do Vouga para a Taça por subir de escalão e vai competir no muito concorrido pelotão do Kartcross. Uma opção que o impede de assinar a dobradinha e que abre a porta Gabriela Godinho, Raquel Nunes e João Dinis de fecharem a época com um título, ainda para mais porque também Gustavo Henriques, que foi vice, seguiu o exemplo de Matos e vai correr com os mais graúdos.
 
Tal como aconteceu no Campeonato de Portugal de Ralicross by Transwhite ao longo da época, o fim-de-semana competitivo de 3 e 4 de Dezembro será composto por Treinos Livres, Treinos Cronometrados e Corrida de Qualificação 1 no sábado, com as derradeiras duas corridas de Qualificação, Meias-Finais e Finais no domingo.
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024 – 12:49:54

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...