14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

A meteorologia ditou as suas regras na Sardenha

 

Emboras as duas formações do Citroën Total Abu Dhabi WRT tenham vivido os momentos de azar, Mads Østberg/Torstein Eriksen e Craig Breen/Scott Martin chegaram ao fim do primeiro dia de competição a sério, nos seus C3 WRC. Classificaram-se no quinto e sétimo lugares, respetivamente, numa primeira etapa que se reveleou particularmente difícil devido à grande instabilidade meteorológica. Enquanto isso, Stéphane Lefebvre e Gabin Moreau lideram a categoria WRC2 com o seu C3 R5, tendo rubricado três vitórias nas Especiais de hoje.

 

Nas últimas 24 horas, a Sardenha foi varrida por fortes tempestades localizadas que criaram condições altamente invulgares na ilha, durante toda a primeira Etapa hoje disputada (sexta-feira, 8 de junho). Com alguns troços a mostrarem-se tão enlameados como as estradas florestais do País de Gales, outros apenas húmidos e alguns mesmo totalmente secos, as oito Especiais do dia colocaram sérios problemas às equipas, que tiveram de enfrentar constantes alterações aos níveis de aderência dos seus carros.

 

Nestas condições, não só é preciso antecipar potenciais mudanças meteorológicas, como também é imprescindível ser capaz de perceber as alterações na aderência a partir do habitáculo do carro. Mads Ostberg mostrou ter estas capacidades ao ter obtido o segundo tempo mas rápido na primeira Especial, antes de sofrer ligeiras consequências de uma pequena colisão com uma rocha (ES4) e de uma infeliz escolha de pneus em cada uma das suas passagens na espectacular Especial de Tergo – Osilo. Contudo, Ostberg terminou a jornada num tom positivo com outro segundo melhor tempo, a apenas 1,1 segundos do vencedor, na última Especial do dia. Ocupando o quinto posto esta noite – a uma distância que lhe permite atacar os comandantes – o norueguês conhece muito bem esta prova e sabe bem que ainda há muito para andar...

 

Apesar dos percalços na primeira Especial do dia, Craig Breen rapidamente voltou ao ritmo da corrida com um belo quarto melhor tempo na ES3, a apenas 3,3 segundos do vencedor do troço. Infelizmente, Breen deixou o carro ir abaixo três vezes na ES6, perdendo tempo que lhe era preciosos, e depois cometeu outro pequeno erro no final da Especial seguinte, precisamente numa altura em que estava a mostrar um excelente andamento, a avaliar pelas diferenças de tempos. Não fossem estes contratempos, Breen poderia muito bem ter terminado o dia num lugar mais favorável do que a sua sétima posição.

 

Enquanto isso, o terceiro representante da Citroën Racing na Sardenha, Stéphane Lefebvre demonstrou todas as qualidades do novo C3 R5 ao terminar a Etapa no comando ca categoria WRC2, e ao vencer nada menos de três Especiais

Embora as previsões apontem para tempo mais limpo amanhã (sábado, 9 de junho), continuam a existir muitas dificuldades pelo caminho. As equipas têm pela frente quase 150 km de troços cronometrados, incluindo duas passagens pelas longas Especiais de Monti Di Alá (28,52 km) e Monte Lemo (29,11 km...

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Pierre Budar, Diretor de Equipa da Citroën Racing: "Esta noite, não há outro sentimento senão o de frustração, pois cometemos uma série de pequenos erros que nos custaram muito tempo. Mesmo assim, ambos os carros chegaram à Assistência intactos e o Mads está numa posição que lhe permite continuar a disputar um dos três lugares da frente. Também esperamos que o Stéphane consiga manter a sua espectacular performance."

 

 

Craig Breen: “O dia não nos correu lá muito bem, principalmente devido aos problemas que tivemos com o travão de mão. Em troços muito sinuosos, como os que tivemos hoje, tendemos a utilizar muito o travão de mão. Numa das Especiais, deixei o carro ir abaixo três vezes e perdi algum tempo. No sábado, sou o segundo a ir para a estrada, o que não deverá ser fácil, mas farei tudo o que puder para tentar compensar o tempo perdido.

 

 

Mads Ostberg: “Este rali nunca foi fácil, mas não há dúvida que o tempo louco que fez hoje tornou tudo ainda mais difícil. Também tivemos algum azar, principalmente com duas escolhas erradas de pneus para a Especial de Tergu-Osilo, mas prefiro focar-me no segundo melhor tempo que obtivemos na última Especial, o que quer dizer que temos um bom lugar na ordem de partida para amanhã.

 

RALLY ITALIA SARDEGNA 2018

CLASSIFICAÇÃO NO FINAL DO DIA 2

 

1. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 1:35:56.9

2. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +18.9

3. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) + 37.2

4. Lappi / Ferm (Toyota Yaris WRC) + 41.6

5. Ostberg / Eriksen (Citroën C3 WRC) + 58.3

6. Paddon / Marshall (Hyundai i20 WRC) + 1:01.5

7. Breen / Martin (Citroën C3 WRC) + 1:26.0

8. Lefebvre / Moreau (Citroën C3 R5) + 4:02.9 (1º WRC2)

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019 – 07:10:12

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...