14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Citroën Racing np Rali da Alemanha (Etapa 1): Com o C3 WRC em 3º lugar, Ogier/Ingrassia estão prontos para atacar

 

 

Apesar de não estarem totalmente satisfeitos com o seu carro, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia lutaram durante toda a primeira Etapa aos comandos do C3 WRC, encerrando a jornada de hoje no terceiro lugar à Geral, a 22,1s dos líderes. Menos à vontade neste evento muito específico, e lutando com o mesmo tipo problemas no seu carro, Esapekka Lappi e Janne Ferm viram a sua progressão algo comprometida com um pião, terminando a Etapa na sétima posição.

 

Com um ‘mix’ de Especiais realizadas na zona rural de Saarland e nas vinhas de Mosel, esta primeira Etapa serviu, logo de início, às equipas duas das maiores dificuldades que marcam a reputação deste evento como um rali extremamente exigente. E embora o Citroën total World Rally Team esteja, mais uma vez, entre os líderes, o ‘Exército Vermelho’ não está propriamente satisfeito com o nível de sucesso alcançado, evidenciando um rendimento aquém do esperado.

 

 

Colocando-se de imediato entre os três primeiros após a Especial de abertura na noite de ontem, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia voltaram a confirmar os seus objetivos para um lugar no pódio quando a ação foi retomada esta manhã. No entanto, uma paragem do motor na ES3 e alguns problemas de set-up – que causaram um comportamento subvirador – impediram a dupla francesa de se expressar plenamente durante a manhã. No entanto, terminaram a primeira ronda de passagens em terceiro lugar, a 13,7s do comandante. Com o equilíbrio do C3 WRC melhorado durante a assistência intermédia, a meio da Etapa, os sêxtuplos campeões mundiais recorreram a todas as suas forças para recuperarem algum terreno durante a tarde, mas acabaram por embater num fardo de palha na ES6 e erraram uma trajetória na ES7. Tendo terminado o dia em terceiro lugar, a 22,1s do primeiro classificado, Ogier e Ingrassia estão determinados em lutar arduamente amanhã, com o objetivo de diminuir a diferença de tempo, estando a equipa técnica empenhada em melhorar, ainda mais, o set-up do C3 WRC.

 

 

Menos familiarizados com este evento, onde a experiência conta muita, Esapekka Lappi e Janne Ferm encontraram, naturalmente, mais dificuldades do que os seus companheiros de equipa, mais experientes. Ainda conseguiram chegar à assistência intermédia, a meio da Etapa, com apenas 7,3s de diferença para a formação quarta colocada, tendo ainda registado o quarto melhor tempo na ES4.

 

 

Infelizmente, um pião na primeira Especial da tarde (ES5) fez com que os escandinavos terminassem a Etapa em sétimo lugar, a 52,9s do líder do rali, apesar de rubricarem mais quarto melhor tempo na última Especial do dia (ES7).

 

O segundo dia inclui a Especial mais longa do fim de semana (157,92 km de troços cronometrados), e tudo aponta que as emoções vão estar ao rubro. Há duas passagens pelas duas Especiais na base militar de Baumholder, este ano disputadas na direção oposta ao habitual, e onde parece haver muita sujidade e detritos no piso, o significa maior risco de furos...

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

 

“Obviamente que esperávamos mais nesta Etapa de abertura. Embora tenhamos, sem dúvida, progredido no rendimento desde a Córsega, precisamos continuar a melhorar o comportamento do C3 WRC, e fizemos algumas pequenas afinações durante a assistência intermédia a meio da Etapa. Toda a equipa está a trabalhar a fundo e extremamente focada para garantir às nossas formações condições para continuarem a lutar e a subir na classificação.”

 

 

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT

 

“É claro que não estou satisfeito com esta primeira Etapa. Hoje, sentimos que o carro foi mostrando alguma tendência para a subviragem.  Conduzi praticamente no limite, mas, mesmo assim, fui mais lento do que os nossos dois rivais. Infelizmente, também cometi alguns pequenos erros que nos custaram tempo. Ainda há um longo caminho para percorrer neste rali, com uma Etapa bem difícil amanhã. Vamos continuar a dar tudo e a tentar encontrar algumas soluções.”

 

 

Esapekka Lappi, Piloto do Citroën Total WRT

 

“Foi um dia difícil, com o carro a evidenciar muita subviragem e falta de aderência. No meu caso, a tarde não foi muito melhor. Vamos agora tentar decifrar, juntamente com a equipa técnica, o que está na origem dos problemas do nosso carro.”

 

RALI DA ALEMANHA 2019

CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 1ª ETAPA

1.      Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) 59:12.4

2.      Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +2.8

3.      Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +22.1

4.      Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) +25.6

5.      Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +27.8

6.      Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) +40.0

7.      Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) +52.9

8.      Greensmith / Edmondson (Ford Fiesta WRC) +1:05.5

9.     Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +1:15.1

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 13:44:47

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...