13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Chuva de Portimão provoca surpresas no Kia Picanto GT Cup

 

Dilúvio que se abateu sobre o Autódromo Internacional do Algarve trouxe mais um desafio aos pilotos do novo Troféu monomarca;

 

Talentos da categoria Júnior voltaram a provar o seu valor na qualificação para o Portimão Racing Weekend, ‘colando-se’ aos pilotos da categoria Pro e desafiando a ordem natural da classificação geral;

 

Estreantes Ni Amorim, Paulo Oliveira e Sérgio Azevedo familiarizaram-se com o carro e o circuito, deixando em evidência excelente desempenho em duas sessões onde Hugo Araújo revelou estar numa classe à parte.

 

Tão exigentes quanto a travessia pelo Cabo das Tormentas, as duas sessões de qualificação que tiveram lugar no Autódromo Internacional do Algarve decorreram num cenário dantesco em que a chuva assumiu papel de protagonista.

 

Mas este ator principal inesperado foi superiormente secundado pela prestação dos pilotos do Kia Picanto GT Cup, que prontamente excederam os desafios impostos pelas difíceis condições climatéricas.

 

Com as referências obtidas nos treinos livres deitadas por ‘terra’, Hugo Araújo fez uso da sua experiência e rapidez ao volante para cedo marcar a tendência do que seriam as melhores trajetórias à chuva.

 

 

HUGO ARAÚJO DESTACA-SE ENTRE OS PROS

 

 

À semelhança dos rivais, cada passagem na reta da meta resultava em quedas do tempo por volta, até finalmente estabelecer os registos de 2m29.656s e 2m28.605s na Q1 e Q2 que provaram ser demasiado fortes para a concorrência. Razões mais do que suficientes para o piloto bracarense apoiado pela Cardan congratular-se pelo resultado:

 

“A qualificação correu muito bem, sob condições em que me sinto muito à vontade. Foi um prazer cada volta que dei com o carro e encarei as duas sessões com o objetivo de melhorar volta a volta e assegurar as duas pole-positions — algo que foi totalmente conseguido. Amanhã será outro dia, prevendo-se tempo seco para as duas corridas”, afirmou o titular do Picanto nº 99.

 

Para Hugo Araújo, a qualificação deixa antever “muitas lutas em vários locais do circuito”, numa pista “muito larga” e que, por esse motivo, perdoa alguns excessos. “A última jornada em Braga já provou a competitividade do plantel, portanto acho que vamos ter discussões a dois, três ou até mesmo quatro pilotos em várias zonas do circuito”, apregoa.

 

 

JOÃO AGUIAR-BRANCO E MARIANO PIRES DIVIDEM PROTAGONISMO

 

 

Já a categoria Júnior teve no surpreendente João Aguiar-Branco e no sempre rapidíssimo Mariano Pires as suas figuras de cartaz. A realizar a segunda corrida do seu curto percurso desportivo, Aguiar-Branco fez o 3º tempo da geral na Qualificação 1 e garantiu assim a sua primeira pole-position na categoria Júnior. Apesar de já ter estado anteriormente no Autódromo Internacional do Algarve, nunca tinha conduzido à chuva:

 

“A qualificação correu muito bem! Nunca tinha conduzido à chuva, por isso estava um pouco receoso. Mas o Pedro Salvador [responsável pela Speedy Motorsport] tentou ajudar-me e eu procurei fazer o mais possível aquilo que ele me tinha dito.  Penso que consegui passar esse conhecimento para a pista e acabei por obter um resultado de que não estava nada à espera”, descreve o jovem piloto portuense.

 

Na abordagem às corridas, o pragmatismo é a palavra de ordem: “Quero manter as expetativas em baixo. Vou procurar fazer o meu melhor e andar rápido na frente, mas também fugir dos problemas, em particular perante os pilotos de outra categoria. Pretendo antes uma corrida limpa e voltas constantes que cimentem a minha evolução”, refere.

 

Ultrapassado um problema numa jante que o impediu de marcar uma volta competitiva na Q1, Mariano Pires segurou os nervos para realizar a volta mais rápida entre os Juniores na derradeira sessão de qualificação.

 

“Tive algumas dificuldades na primeira sessão e apesar dos esforços da minha equipa, não consegui regressar à pista a tempo de marcar um registo competitivo. O problema na roda só ficou resolvido após o início da segunda qualificação e acabei por entrar a meio do grupo, algo que não queria. Foi-me por isso difícil juntar os meus setores todos, mas ainda assim obtive a pole-position para a corrida 2 na categoria Júnior, que era o meu grande objetivo”, assegura o piloto da Veloso Motorsport.

 

Para as corridas que terão lugar no sábado, Mariano Pires admite ter preferência por “piso seco”, porque “é sempre mais giro e divertido”. Mas considera que à chuva também terá “um bom andamento” e que a primeira corrida representa um desafio acrescido.

 

“Partindo de último, terei de recuperar muitos lugares até chegar ao topo da classificação, mas estou confiante no meu andamento. Mesmo partindo de trás, o meu objetivo é mesmo chegar ao primeiro lugar”, avança.

 

ESTREANTE PAULO OLIVEIRA SURPREENDE

 

Juntando-se a um lote de estreantes muito interessante no Kia Picanto GT Cup, dados os perfis totalmente distintos que apresentam, Paulo Oliveira teve, em conjunto com Sérgio Azevedo (separado deste por apenas cinco milésimos de segundo na Q2) e o Presidente da FPAK e convidado da Kia Portugal para esta prova, Ni Amorim, um dos desempenhos mais surpreendentes da tarde.

 

A realizar a sua estreia nas quatro rodas, o pai do piloto de Moto 2 Miguel Oliveira vai partir do 5º e 9º lugar da grelha para as duas corridas de sábado, segurando o 3º tempo entre os pilotos da categoria Pro na Q2.

 

Entusiasmado com a experiência ao volante do Picanto nº 577 preparado pela SGS Car, Paulo Oliveira elogiou a Organização do Troféu e as capacidades dinâmicas da viatura desenvolvida pela Kia Portugal em parceria com a CRM Motorsport.

 

“Sinceramente, e primeiro que tudo, acho que a Kia Portugal e restante Organização estão de parabéns por este Troféu. É uma competição muito interessante, muito igualada e francamente não estava à espera de fazer este resultado. Não vim participar com nenhum objetivo referente à classificação e sim no sentido de conhecer o Kia Picanto GT Cup que, repito, foi uma surpresa muito agradável. O desempenho do carro é fantástico. Nas curvas rápidas, o carro está lá e tem bastante aderência,

e até em chuva causou-me espanto, mesmo com algumas dificuldades em manter-me em pista sem fazer piões”, começou por referir.

 

Sobre as duas corridas que fazem parte do programa desportivo, e apesar do andamento evidenciado na qualificação, Paulo Oliveira mantém os pés assentes na terra:

 

“Na realidade, não tenho expetativas altas, e respeito, em primeiro lugar, todos os concorrentes. Venho do mundo das motos, esta é a minha primeira incursão nas quatro rodas e há obviamente pessoas que têm muita experiência e estão a lugar pelo campeonato. Não quero estragar a luta de quem está a competir, e por esse motivo qualquer resultado será sempre bom. Não estou à espera de fazer nada de especial, quero apenas divertir-me até à bandeira de xadrez!”, concluiu.

 

Kia Picanto GT Cup, Portimão Racing Weekend (Prova 5 de 6) — Q1

1 – #99 Hugo Araújo (1º PRO), 2:29.656

2 – #8 Miguel Abrantes (2º PRO), +1.545s

3 – #12 João Aguiar-Branco (1º JÚNIOR), +2.414s

4 – #7 Ni Amorim (GUEST), +2.788s

5 – #18 Hugo Marcos (3º PRO), +3.120s

6 – #77 Henrique van Uden (4º PRO), +3.905s

7 – #55 Nuno Caetano (5º PRO), +4.966s

8 – #9 Francisco Esperto (6º PRO), +5.207s

9 – #577 Paulo Oliveira (7º PRO), +5.802s

10 – #15 João Santos (8º PRO), +7.516s

11 – #27 Lourenço R. Magalhães (9º PRO), +7.884s

12 – #777 Sérgio Azevedo (10º PRO), + 9.152s

13 – # 31 Guilherme Dal Maso (2º JÚNIOR), +9.219s

14 – #16 Orlando Batina (3º JÚNIOR), +9.690s

15 – #13 Manuel Moura Teixeira (11º PRO), + 16.318s

16 – #95 Leonor Espinhal (4º JÚNIOR), +17.235s

17 – #33 Mariano Pires (5º JÚNIOR), no time

 

Kia Picanto GT Cup, Portimão Racing Weekend (Prova 5 de 6) — Q2

1 – #99 Hugo Araújo (1º PRO), 2m28.605s

2 – #18 Hugo Marcos (2º PRO), +0.693s

3 – #33 Mariano Pires (1º JÚNIOR), +1.584s

4 – #12 João Aguiar-Branco (2º JÚNIOR), +2.933s

5 – #577 Paulo Oliveira (3º PRO), +3.920s

6 – #777 Sérgio Azevedo (4º PRO), +3.925s

7 – #77 Rui Silva (3º JÚNIOR), +3.961s

8 – #55 Afonso Vaz (5º PRO), +4.154s

9 – #8 Marco Saraiva (6º PRO), +5.368s

10 – #15 João Santos (7º PRO), +5.572s

11 – #31 Duarte Botelho (8º PRO), +6.041s

12 – #27 José Supico (9º PRO), +6.265s

13 – #9 Francisco Esperto Jr. (10º PRO), +6.885s

14 – #7 João Seabra (GUEST), +7.576s

15 – #13 Francisco Marrão (11º PRO), +8.841s

16 – #16 Orlando Batina (4º JÚNIOR), +12.772s

17 - #95 Leonor Espinhal (5º JÚNIOR), +17.295s

 

Programa Kia Picanto GT Cup — Portimão Racing Weekend (Prova 5 de 6)

 

Sábado, 27 de Outubro

16h25-16h45: Corrida 1

17h40-18h00: Corrida 2

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 20 de maio de 2019 – 08:24:22

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

Reportagens fotográficas em preparação

- Lisboa Belém Open

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...