14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Francisco Mora e a segunda corrida: “Fica a satisfação de ter conseguido uma das oito voltas mais rápidas”

 

 

As declarações dos três pilotos que subiram ao pódio e ainda dos principais protagonistas que discutem as primeiras posições do TCR Ibérico:

 

Daniel Lloyd (vencedor):"Estou muito feliz com esta vitória, pela equipa e por mim. Vejo-a como a nossa primeira vitória real, porque em Oschersleben herdamos o primeiro lugar. Foi difícil, mas o carro estava perfeito e consegui segurar a liderança até à bandeira xadrez".

 

Gilles Magnus (2º):"Estou contentye, mas também um pouco dececionado. Na verdade, o que eu queria era uma vitória aqui e tivemos o ritmo certo, mas faltou-nos um pouco de velocidade máxima. Dan defendeu-se muito bem e não havia muito mais que eu pudesse fazer".

 

Julien Briché (3º):"Foi uma corrida muito dura, sempre em luta constante, num clima muito quente. Sinto-me exausto, mas é um bom resultado. O carro funcionou bem em condições totalmente diferentes hoje, mas ainda está um pouco pesado demais ".

 

Francisco Mora (19º):“Deixei que o motor fosse abaixo no arranque e esse comprometeu o resto da corrida, até porque o carro estava bastante rápido. Foi bom ter sido de novo o melhor dos pilotos que apostam no TCR Ibérico, que era o grande objetivo. E fica a satisfação de ter conseguido uma das oito voltas mais rápidas da corrida. Só foi pena não ater acabado mais em cima dos primeiros”.

 

Robin Vaks (23º):“Fiz um bom arranque, ganhei algumas posições e entrei num bom ritmo de corrida. Só que depois cometi um erro estúpido e voltei a atrasar-me. E a três voltas do fim sofri um furo lento no pneu dianteiro esquerdo, o que limitou o meu andamento. Apesar de tudo, gostei destas corridas. Aprendi muito”.

 

Gustavo Moura (desistiu):“Cometi um erro ao dar um toque num Peugeot, o que afetou um braço da suspensão do meu carro. Fiquei dececionado com o sucedido, mas hoje estava a gostar do comportamento do Audi. Agora, há e entrei num bom ritmo de corrida que começar já a pensar nas duas corridas de Portimão, no próximo mês”.

 

Mattyias Vahtel (desistiu):“Passei por cima de umas pedras que foram projetadas para a pista e logo a seguir a temperatura do motor começou a subir, pelo que parei de imediato. No geral, foi bom, lutei com excelentes pilotos, adquiri experiência e apenas me faltou um pouco de sorte. Em Portimão vou dar o meu melhor para conseguir um bom resultado”.

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 22 de novembro de 2019 – 18:26:21

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...