14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Rebelo Martins debutou nas 24 Horas de Spa Francorchamps

 

 

João Rebelo Martins participou na 25ª edição das 24 Horas de 2CV de Spa Francorchamps. Inserido na equipa britânica Masjestic Motorsport, o piloto português, acompanhado por Geoff e Greg Richardson, da República da Irlânda, Sean Whatley, de Inglaterra e Richard Ketterman, dos Estados Unidos da América, alcançou a 83ª posição da geral e a 38ª posição entre os C1 UK, a classe onde se inseriam. Não era este o resultado que esperavam, nem foi condizente com o andamento dos pilotos, mas todas as condicionantes de uma corrida de 24 horas assim o ditaram.

 

Spa é uma “senhora especial” e toda a viagem até às Ardenas, para a estreia nas 24 horas foram “o concretizar de um sonho de muitos anos. Nunca escondi a ninguém que gostaria de competir nos circuitos que me habituei a ver nas corridas de F1 e de Sport Protótipos, independentemente do carro. Estar aqui de C1 é isso mesmo, é o concretizar de um sonho”.

 

O piloto oliveirense e a equipa qualificaram o carro na 10ª posição, delineando toda uma estratégia com base no andamento de cada piloto, o à vontade para rolar à noite e na chuva, que se esperava desde às 4 da manhã. Alem disso, Phill, o estratega da equipa tinha todos os dados estatísticos de entradas de Safety Car em anos anteriores, por turnos de condução. Não eram a equipa mais rápida, entre as mais de 140 inscritas mas eram das mais bem preparadas a nível estratégico e isso seria um trunfo.

 

Contudo, nas corridas tudo é imprevisível e quando já estavam em 8º lugar, ao fim de uma hora de prova, foram abalroados por uma equipa atrasada e isso custou muito tempo nas boxes. Na passagem das 4 horas de corrida, nova paragem forçada devido a acidente, sendo necessário mudar braços e suspensões do carro. A partir desse momento, a estratégia limitou-se a recuperar o que havia para recuperar e era muito.

 

João Rebelo Martins realizou dois excelentes turnos, durante a noite e na manhã de Domingo, igualando os temos dos mais rápidos. Mesmo assim, com todos os pilotos a darem o máximo, não foi possível ir mais longe na classificação.

 

 

Diverti-me imenso a correr aqui, no meio do trânsito e com a chuva. O C1 não é um carro potente mas dá muito gozo de conduzir.”, referiu o piloto, satisfeito, depois de terminados os seus turnos.

 

Excelente corrida a da Gianfranco Motorport, que elevou a qualidade dos pilotos nacionais: vitória na corrida destinada aos C1 UK.

 

Foto - Art of Speed

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 21 de novembro de 2019 – 23:46:08

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...