13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Equipa Portugal - João Almeida sobe mais uma posição

 

 

O português João Almeida continua a subir na geral da Volta a França do Futuro, tendo hoje ascendido ao nono lugar da geral, depois de ter sido o 11.º na nona etapa, uma jornada de alta montanha, que ligou Sèez a Vald’Isère, ao longo de 83 quilómetros.

 

A terceira jornada consecutiva nos Alpes foi a mais exigente até ao momento, levando os corredores a ultrapassar quase três mil metros de acumulado de subida em 83 quilómetros. O tempo frio juntou-se à ementa para dificultar mais a tarefa aos corredores.

 

João Almeida manteve-se no grupo dos candidatos ao longo de praticamente toda a jornada. Cedeu alguns metros na subida de primeira categoria para a meta, mas recuperou a posição no grupo dos candidatos. Quem já não estava nesse grupo era o espanhol Fernando Barceló, que atacou de longe para vencer isolado. Em resposta ao espanhol, saíram o luxemburguês Michel Ries e o esloveno Tadej Poacar, que gastaram mais 9 segundos do que o vencedor.

 

O grupo de João Almeida ficou a 1m14s do vencedor da etapa, com o português no 11.º lugar. Tiago Antunes, que chegou a estar em fuga, foi 50.º, a 11m42s, Marcelo Salvador foi 52.º, a 13m46s, Rui Oliveira, 100.º, e Ivo Oliveira, 101.º, gastaram mais 17m17s do que o vencedor. Marcelo Salvador fechou a representação nacional, no 112.º lugar, a 19m30s.

 

Tadej Pogacar deu um passo de gigante no reforço do comando da geral, graças ao ataque que desferiu na etapa deste sábado. O esloveno tem agora 1m07s de vantagem sobre o luxemburguês Michel Ries, segundo, e 1m18s sobre o holandês Thymen Arensman, terceiro.

 

João Almeida é o nono classificado, a 2m07s, Tiago Antunes é 46.º, a 22m14s, Marcelo Salvador é 50.º, a 23m01s, Rui Oliveira é 89.º, a 37m56s, André Ramalho é 95.º, a 40m35s, e Ivo Oliveira é 106.º, a 49m50s.

 

A Volta a França do Futuro encerra, neste domingo, com uma viagem de 149,7 quilómetros, entre Val d’Isère e Saint-Colomban-des-Villards. A chegada está, novamente, colocada numa montanha de primeira categoria, ao cabo de uma viagem com 3254 metros de acumulado positivo e três prémios de montanha, dois de primeira e um de categoria especial.

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 14 de novembro de 2018 – 17:58:25

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...