13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portugal vai bater-se pelas primeiras posições no Mundial de maratona

 

A Equipa Portugal participa, no próximo sábado, no Campeonato do Mundo de Maratona BTT (XCM), em Itália, alinhando com ambição de lutar pelas primeiras posições, numa competição em que Tiago Ferreira subiu ao pódio nas últimas duas edições.

 

O selecionador nacional, Pedro Vigário, convocou três corredores para este compromisso: José Dias, Luís Leão Pinto e Tiago Ferreira. “A equipa está construída em torno do trabalho necessário em função do Tiago Ferreira”, assume Pedro Vigário.

 

 

A aposta no viseense é natural, uma vez que Tiago Ferreira foi campeão mundial de maratona em 2016 e vice-campeão em 2017, além de ter sido campeão europeu no ano passado e vice-campeão da Europa em 2016.

 

A corrida escolhida para acolher o Mundial deste ano é a maratona Tre Cime Dolomiti, uma das mais duras do circuito internacional, disputada em plenos alpes dolomíticos. A prova tem partida (8h00 portuguesas) e chegada em Auronzo di Cadore. O percurso de 102 quilómetros apresenta um acumulado de 4200 metros de subida, chegando aos 2320 metros de altitude em Tre Cime di Lavaredo.

 

Pedro Vigário e Tiago Ferreira estão de acordo em considerar este Mundial como extremamente duro, nada que condicione a ambição portuguesa.“Vai ser uma corrida muito dura, num traçado de enorme exigência. Já conhecemos o percurso e vamos dar tudo para lutar pelos primeiros lugares. Temos a ambição de estar de novo no pódio”, frisa o selecionador nacional.

 

Tiago Ferreira corrobora: “É, certamente, o Campeonato do Mundo mais extremo dos últimos anos. É uma prova muito difícil, mesmo depois de introduzidas as alterações exigidas pela UCI para retirar alguma dureza. Penso que se adequa ao que deve ser um Campeonato do Mundo”.

 

O corredor está num bom momento e promete tudo fazer para dar uma alegria aos portugueses. “Fiz bem o trabalho para esta prova e sinto-me muito bem. Vou correr para disputar as primeiras posições”, adianta Tiago Ferreira. O viseense tem noção de quem são os principais adversários. “O Alban Lakata e o Frans Claes são os crónicos candidatos. O russo Alexey Medvedev, atual campeão da Europa, e o austríaco Daniel Geismayr também devem ser tidos em conta. Além disso, a seleção de Itália conhece perfeitamente o terreno e vai ser um osso duro de roer”, prevê o corredor da Equipa Portugal.

 

 

V o t o s  de  B o a s  F e s t a s

Periodicidade Diária

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 – 10:06:21

Pesquisar

Reportagens fotográficas em preparação

- 61º EDP Grande Prémio de Natal

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...