13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Volta ao Algarve - A grande corrida vai começar

 

A 45.ª Volta ao Algarve corre-se entre quarta-feira, 20 de fevereiro, e domingo, 24. Cinco etapas e um total de 778,6 quilómetros esperam um pelotão de 168 corredores, no qual reina a qualidade, medida pelos 20 homens do top 100 mundial, entre os quais quatro corredores do top 20.

 

Num percurso com duas etapas para sprinters, duas chegadas em alto e um contrarrelógio individual, a vitória irá sorrir a um ciclista completo. A batalha pela Camisola Amarela Turismo do Algarve prevê-se acesa, sobressaindo corredores com pódios e lugares no top 10 de grandes voltas por etapas.

 

As atenções estão centradas no italiano Fabio Aru (UAE Team Emirates), vencedor da Vuelta em 2015, ano em que foi segundo no Giro. O transalpino também conta com o terceiro lugar na Volta a Itália de 2014 e com o quinto posto na Vuelta do mesmo ano e no Tour de 2017. Em 2019 quer reassumir o protagonismo que não teve na época passada.

 

O espanhol Enric Mas (Deceuninck-Quick Step) inicia na Volta ao Algarve a temporada que pretende de confirmação e na qual se assume como o chefe-de-fila da equipa para o Tour. Após a segunda posição na Volta a Espanha de 2018, o vencedor da Volta ao Alentejo em 2016 regressa ao Algarve, onde estagiou há duas semanas, para bater-se pelas posições cimeiras.

 

O austríaco Patrick Konrad (Bora-hansgrohe) e o holandês Sam Oomen (Team Sunweb), sétimo e nono do Giro 2018, respetivamente, espreitam a oportunidade de juntar ao currículo uma corrida com crescente prestígio internacional.

 

A Team Sky, vencedora de três das últimas quatro edições da Volta ao Algarve, apresenta-se com o bloco mais forte e com três possíveis chefes-de-fila. Mais habituados a dar o corpo ao manifesto em prol de Froome ou Thomas, o holandês Wout Poels – terceiro no Tour Down Under já em 2019 -, o espanhol David de la Cruz – sétimo na Vuelta de 2016 – e o britânico Tao Geoghegan Hart dão várias opções táticas ao conjunto.

 

A Team Katusha Alpecin também dispõe de um trio em condições de jogar trunfos na disputa da vitória, os portugueses José Gonçalves e Rúben Guerreiro, assim como o esloveno Simon Spilak. O algarvio Amaro Antunes (CCC Team), a correr em casa, quer confirmar o estatuto de estrela conseguido com a vitória no Malhão, em 2017. O russo Sergei Chernetskii (Caja Rural-Seguros RGA), já com um top 10 no Algarve, pode também intrometer-se. No pelotão caseiro teremos ainda a ambição de Tiago Machado (Sporting-Tavira), que, na 15.ª participação, almeja regressar ao pódio, além do coletivo da W52-FC Porto, rodado após a Volta à Comunidade Valenciana.

 

Sprinters com a primeira palavra

 

A corrida começa com a mais longa etapa da prova, 199,1 quilómetros entre Portimão e Lagos. Salvo qualquer surpresa, será uma jornada para decidir-se ao sprint. E o pelotão está repleto de velocistas de qualidade.

 

Destaca-se o holandês Dylan Groenewegen (Team Jumbo-Visma), vencedor em Lagos no ano passado. Mas a concorrência é de peso: Arnaud Démare (Groupama-FDJ), Christophe Laporte (Cofidis, Solutions Crédits), Fabio Jakobsen (Deceuninck-Quick Step), Edvald Boasson Hagen (Team Dimension Data), Jasper Philipsen (UAE Team Emirates), John Degenkolb (Trek-Segafredo), Matteo Malucelli (Caja Rural-Seguros RGA), Pascal Ackermann (Bora-hansgrohe) e Timothy Dupont (Wanty-Gobert Cycling Team).

 

Equipas

 

WorldTour

 

Bora-hansgrohe, CCC Team, Deceuninck-Quick Step, Groupama-FDJ, Lotto Soudal, Team Dimension Data, Team Jumbo-Visma, Team Katusha Alpecin, Team Sky, Team Sunweb, Trek-Segafredo e UAE Team Emirates.

 

Continental Profissional

 

Caja Rural-Seguros RGA, Cofidis, W52-FC Porto e Wanty-Gobert Cycling Team

 

Continental

 

Aviludo-Louletano, Efapel, LA Alumínios-LA Sport, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista, Sporting-Tavira, UD Oliveirense-InOutBuild e Vito-Feirense-PNB.

 

Etapas

 

20 de Fevereiro - 1.ª Etapa: Portimão - Lagos, 199,1 km

21 de Fevereiro - 2.ª Etapa: Almodôvar - Fóia, 187,4 km

22 de Fevereiro - 3.ª Etapa: Lagoa - Lagoa, 20,3 km (CRI)

23 de Fevereiro - 4.ª Etapa: Albufeira - Tavira, 198,3 km

24 de Fevereiro - 5.ª Etapa: Faro - Malhão, 173,5 km

 

Últimos Vencedores da Volta ao Algarve

 

2018 - Michal Kwiatkowski (Team Sky)

2017 – Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo)

2016 – Geraint Thomas (Team Sky)

2015 – Geraint Thomas (Team Sky)

2014 – Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep)

2013 – Tony Martin (Omega Pharma-QuickStep)

2012 – Richie Porte (Sky)

2011 – Tony Martin (HTC-Highroad)

2010 – Alberto Contador (Astana)

2009 – Alberto Contador (Astana)

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 18 de agosto de 2019 – 00:55:58

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...