14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Equipa do Basket Clube de Gaia vai disputar a 1ª divisão

 

 

Apenas quatro anos após a constituição da secção, o BCG junta-se a um lote restrito de emblemas do concelho no escalão máximo das respetivas modalidades.

 

Na época 2020/2021, sob o comando de Bruno Silva, selecionador nacional adjunto, e Pedro Bártolo, subcapitão da seleção portuguesa e regressado de 7 épocas como profissional no estrangeiro, a meta do Basket Clube de Gaia passa por disputar já os lugares cimeiros da liga.

 

"O clube vai procurar, logo neste ano de estreia, bater-se com os melhores, sem deslumbramento, mas com ambição”, salienta o presidente, Rui Dias.

 

Igualmente confiante numa época bem-sucedida, Pedro Bártolo destaca o jovem plantel, onde sobressai a presença “de três internacionais sub22”, Miguel Reis, João Castro e Ruben Teixeira, sem esquecer outros atletas “com imensa margem de progressão”. 

 

Aos 29 anos, o base da seleção nacional, que aceitou o repto de Rui Dias para a criação da secção no clube, em 2016, volta a Portugal movido pelo desejo de alterar a perceção do desporto Paralímpico. “Venho de uma realidade profissional, com pavilhões bem compostos, em que o atleta é visto como tal, tenha ou não deficiência”, paradigma em sintonia com a visão do clube.  

 

Para concretizar os objetivos traçados, é vital encontrar apoios. Uma cadeira de rodas desportiva de qualidade oscila entre 4000 e 7000€, montantes que requerem uma busca ativa de parcerias e patrocínios.

 

Chegámos a um patamar em que não podemos competir com cadeiras de iniciação, enquanto os outros estão apetrechados com as melhores marcas”, adverte o presidente, disponível para estabelecer contactos com todos os que se revejam no projeto.

 

Estamos abertos à colaboração com empresas e entidades públicas que partilhem da nossa visão de proporcionar a prática de BCR às pessoas com deficiência motora no concelho. Esta é a modalidade Paralímpica rainha!”, enfatiza. 

 

Juntam-se dificuldades como prestar auxílio no transporte de atletas residentes fora de Vila Nova de Gaia, aspeto essencial considerando o curto universo de praticantes.

 

É o caso de Daniel Morais, “jogador de Viseu que nem sempre conseguia treinar uma vez por semana devido aos custos da viagem”. 

 

O Comité Nacional de BCR, da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), aponta o início do campeonato nacional da 1ª divisão para meados de Outubro, momento solene na história do Basket Clube de Gaia. 

 

 

 

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 14 de agosto de 2020 – 13:49:06

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...