13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Três dias, duas provas diferentes

13 corredores em representação da Efapel-Glassdrive

Na noite de hoje, Sérgio Sousa e César Fonte, fazem, em Lisboa, a subida à Glória, dado que em 2013 assinala-se o centenário da primeira edição.
O grande desafio aos participantes na corrida deste ano passa por tentar bater o recorde da escalada, 55’’400, estabelecido por Alfredo Piedade, em 1926. Quem conseguir a nova melhor marca terá direito a um prémio de mil euros.

A noite será de Ciclismo para todos. Com o objetivo Rio de Janeiro sempre em mente, o campeão nacional em Pista Paraciclismo, Telmo Pinão, Efapel-Glassdrive, para além da participação de Fábio Inácio, não se deixa intimidar com os 265 metros, mais de 17 por cento de inclinação.

O diretor da Volta a Portugal, Joaquim Gomes, junta-se ao presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, e ao selecionador nacional de estrada, José Poeira, no lote dos antigos campeões que vão escalar a íngreme Calçada da Glória. O cantor Nelson Rosado, dos Anjos, é outra estrela que vai desafiar a gravidade na noite de sexta-feira.
A missão da Federação Portuguesa de Ciclismo passa por levar mais de 150 pessoas a escalarem a rampa do Ascensor da Glória, uma vez que há já mais de 100 ciclistas amadores inscritos, entre federados e não federados.


Depois de tocarem a Glória, os corredores da Efapel-Glassdrive pedalam para vencer no Troféu Cidade Amarante. Sábado, às 15 horas, com partida de Vila Meã, Filipe Cardoso, Sandro Pinto, Rui Sousa, Marco Cunha, Nuno Ribeiro, César Fonte, Sérgio Sousa, Hernâni Broco, Joni Brandão e Arkaitz Duran constituem o grupo liderado por Carlos Pereira.


Na direção de Amarante, haverá sete passagens pela meta, com as 2.ª, 4.ª e 6.ª passagens a contarem para o prémio das metas volantes. Os ciclistas terão no "Alto Fridão" importantes decisões em relação à camisola da montanha. Contam as 2.ª, 4.ª e 6.ª passagens na 1.ª etapa.


Domingo, o espetáculo está garantido com a fabulosa ecopista a servir de cenário ao contrarelógio individual. O primeiro corredor parte às 9 horas. O circuito citadino fecha a organização a partir das 15 horas, com 20 voltas, de 3,7 kms, para um total de viagem de 74 kms. Na Avenida General Silveira será aclamado o grande vencedor. A proximidade público, patrocinadores e corredores dá o mote para o regresso às estradas do Troféu Cidade Amarante. 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 17 de julho de 2019 – 02:45:22

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...