14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Equipa demonstra muito bom nível na etapa rainha do GP Abimota

 

A quarta e última etapa do 40.º Grande Prémio Abimota, foi disputada entre Anadia e Águeda, numa distância de 174 quilómetros. O dia que até começou cinzento e com alguma chuva, abriu e no final em Águeda uma multidão esperou pelos ciclistas.

 


 
Um dos objetivos da etapa era a conquista da Camisola Xadrez das Metas Autarquias por parte de Daniel Freitas. Este esteve muito ativo na fase inicial da corrida e ganhou a Meta Autarquias em Ílhavo, ficando assim em igualdade pontual com o primeiro classificado. O desempate, efetuado através do melhor posicionado na Classificação Geral renegou Daniel Freitas para a segunda posição.
 
No entanto, a equipa não baixou os braços e queria mais. Na fase mais dura da prova, nas montanhas de Sever do Vouga e Talhadas, foi onde o pelotão se fragmentou por completo. No alto de Talhadas, o grupo do camisola amarela, ficou reduzido a apenas 15 ciclistas, onde contávamos com Daniel Freitas, Hugo Sancho e Sergio Vega.
 
Ainda com uma fuga na frente da corrida e depois de Daniel Freitas ter passado todas as dificuldades do dia na frente, Hugo Sancho e Sergio Vega participaram na perseguição à frente da corrida, algum tempo foi recuperado, mas não deu mais para anular a vantagem. Indicadores muito positivos de Hugo Sancho e Sergio Vega, mas também de Daniel Freitas que sofreu muito, mas conseguiu passar as dificuldades junto dos melhores, sem dúvida um excelente indicador nesta fase da temporada.

 


 
No final Daniel Freitas acabaria por ser o 9º classificado, onde no mesmo grupo chegariam Sergio Vega em 12º e Hugo Sancho em 17º lugar. Com este resultado, Sergio Vega subiu à 8ª posição da Classificação Geral e Hugo Sancho logo imediatamente a seguir na 9ª posição, dois ciclistas nos 10 melhores da Classificação Geral.  Coletivamente a Miranda-Mortágua foi a 2ª melhor equipa na etapa, resultado de assinalar.
 
Uma prestação sólida da equipa no dia de hoje, que numa primeira fase da etapa esteve na luta pelas metas secundárias e depois, na fase dura e decisiva, esteve a um grande nível. Pedro Silva no final afirma que “acabamos por sair deste Grande Prémio Abimota com um balanço positivo, pois hoje a equipa demonstrou que tem muita capacidade neste tipo de terrenos duros. O Daniel na fase inicial ganhou a Meta Autarquias que era um objetivo, mas acabou por ficar empatado com o 1º classificado. A equipa não baixou os braços e na fase decisiva num grupo de 15 unidades tínhamos 3 ciclistas, e onde acabámos por colocar dois ciclistas no Top-10 final, resultados muito motivadores.

 

 

Nota negativa apenas para o abandono do Tiago Leal devido a queda, foi transportado ao hospital de Aveiro por precaução esperemos que não seja nada de mais.”
 
Classificação Etapa

Anadia – Águeda: 174 Kms

1.º Pedro Andrade (Vito-Feirense-Pnb), 4h09m40s

9.º Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), 1m02s

12.º Sergio Vega (Miranda-Mortágua), mt

17.º Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), mt

62.º Cristian Mota (Miranda-Mortágua), 7m50s

85.º Pedro Pinto (Miranda-Mortágua), a 20m37s

DNF Tiago Leal (Miranda-Mortágua)
 
Classificação Geral

1.º Gotzon Martin (Team Euskadi), 13h13m22s

8.º Sergio Vega (Miranda-Mortágua), a 1m25s

9.º Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), mt

37.º Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), a 11m50s

59.º Cristian Mota (Miranda-Mortágua), a 21m45s

88.º Pedro Pinto (Miranda-Mortágua), a 45m53s
 
Classificação por Equipas na Etapa

1.º Vito/Feirense/Pnb, 12h30m04s

2.º Miranda-Mortágua, a 2m02s
 
Classificação Geral Equipas

1.º Vito/Feirense/Pnb, 39h23m47s

9.º Miranda-Mortágua, a 12m21s
 
Classificação Geral Meta Autarquias

1.º Rafael Lourenço (UD Oliveirense/InOutBuild), 8 pts

2.º Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), 8 pts
 

Fotos - Miranda Bike Parts

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 20:45:14

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...