13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Ricardo Vilela na discussão do “TOUR de Azerbaijan”

 
 
 
As cores da Efapel-GlassDrive continuam a destacar-se entre as 25 equipas do TOUR. Ricardo Vilela manteve intatas as suas aspirações de vitória, é quinto a 1m,22s do líder da prova, Serhiy Grechyn, Konya Torku Sport. Vilela conserva a liderança da montanha, quando faltam duas etapas para o fim. Pelo terceiro dia consecutivo, a equipa esteve na fuga principal, através de César Fonte. "Éramos sete unidades, sempre a ganhar tempo com o avançar dos quilómetros. As pernas correspondiam ao que a cabeça desejava, a chegada era boa para mim, tudo estava a correr bem e tinha tudo para discutir a etapa. Mas, infelizmente, as táticas no Ciclismo, por vezes, mudam tudo em segundos. Um ciclista da Baku, com orientações do seu diretor desportivo, deixou de puxar para, apenas, marcar a minha roda. O resultado foi tudo a atacar e eu a ficar com ele e com Tomas Vaitkus, parados na estrada", menciona Fonte.

Por equipas, a formação de Carlos Pereira está no pódio, 3.ª posição, a escassos 11 segundos da Astana. Vitaly Popkov, ISD Team, venceu a 3.ª etapa, à frente do jovem Stig Broecx, Lotto-Belinsol e de Chris Schweizer, Baku Cycling. O Ciclismo “aqui é diferente do que estamos habituados. Ataques, sempre ataques, fugas permanentes, ritmos inconstantes. Temos o Ricardo Vilela na possibilidade de discutir a prova. Acreditamos nisso, até ao derradeiro dia”, confia Sérgio Sousa, rendido ao Azerbaijão. “É, sem dúvida, uma grande surpresa pela positiva. Com 30 anos de independência, já com tanta obra feita, hotéis de luxo, centros de alto rendimento. Mas não se iludam, não é fácil emigrar para o Azerbaijão!” exclama.

O abandono de Hernâni Brôco não fez esmorecer a força do grupo Efapel-GlassDrive. Após um início de «Tour de Azerbaijan» bastante ativo, quando estávamos a meio da 2.ª etapa comecei a sentir o organismo a funcionar mal com cólicas e indisposição. No decorrer da etapa, vieram a agravar-se até que, a faltar 30 kms, tive que abdicar da fuga e mesmo por o pé no chão com problemas intestinas!” explica Brôco.
“Consegui, com muitas dificuldades, concluir. Porém, após a etapa, a sintomatologia agravou-se com cólicas, vómitos e diarreia sem conseguir ingerir alimentos. Já durante a noite recebi o médico da organização no meu quarto. Diagnosticou uma virose com inflamação gastrointestinal! Após passar mal a noite, fui aconselhado a não alinhar na 3ª etapa. Estou muito triste com tudo isto, de não puder dar o meu contributo à grande equipa Efapel-Glassdrive no que resta da competição”, acrescenta.

Uma altitude de 1450 metros acima do mar, próximo de Shamakhi, é o cenário que aguarda os bravos da modalidade, na etapa rainha de sábado, com 22 kms finais de grande dureza. Com arranque de Gabala, os 115 kms de ligação à famosa região do "Pergulin Observatory" poderão fazer toda a diferença.
 
3.ª etapa, “Qabala-Qubala”, 165 kms:
1.º Vitaly Popkov, ISD Team, 3h, 57m,03s
2.º Stig Broeckx, m.t.
3.º Cristoph Schweizer, Baku Cycling Project, a 1m,33s
8.º Fábio Silvestre, Leopard-Trek, m.t.
12.º César Fonte, Efapel-GlassDrive, m.t.
17.º Ricardo Vilela, Efapel-GlassDrive, m.t.
23.º Nuno Ribeiro, Efapel-GlassDrive, m.t.
29.º Joni Bandão, Efapel-GlassDrive, m.t.
70.º Sérgio Sousa, Efapel-GlassDrive, m.t.
 
Geral Individual:
1.º Serhiy Grechyn, Konya Torku Sport, 12h,13m,51s
2.º Oleksandr Surutkovych, Baku Cycling Project, a 51s
3.º Bakhtiyar Kozhatayev, Team Astana, m.t.
5.º Ricardo Vilela, Efapel-GlassDrive, a 1m,22s
10.º Joni Brandão, Efapel-GlassDrive, a 4m,19s
24.º César Fonte, Efapel-GlassDrive, a 9m,51s
32.º Sérgio Sousa, Efapel-GlassDrive, m.t.
34.º Nuno Ribeiro, Efapel-GlassDrive, m.t.
Geral Montanha:
1.º Ricardo Vilela, Efapel-GlassDrive, 11 pontos
2.º Oleksandr Surutkovych, Baku Cycling Project, 10 pontos
3.º César Fonte, Efapel-GlassDrive, 5 pontos
 
Geral Equipas:
1.º Astana Team, 36h,56m,34s
2.º Bridgestone Team, a 2s
3.º Efapel-GlassDrive, a 11s
 
  

Periodicidade Diária

terça-feira, 16 de julho de 2019 – 05:57:29

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...