15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

16º Campeonato Nacional Kart ( 270 c.c. ) - Excelente regresso do Clube Banif, no diluvio do Carregado

Rui Serrão, estreia-se em vitórias do Campeonato após 15 anos de participações.

Chuva com fartura, ouve quem dissesse que o Campeonato estaria “benzido” mas, também, ouve quem o contrariasse, afirmando que estaria “amaldiçoado”. No fim, o que interessou, foi a presença de 20 equipas nesta 1ª prova do Campeonato que já conta com 16 anos interruptos.
A valente “carga de água” que se abateu sobre o Kartódromo do Campera, não foi suficiente para demover os cerca de 34 pilotos que estiveram presentes à partida e, embora os “tempos atuais” sejam maus e o mês já vá a meio, estes entusiastas da modalidade, provaram que será difícil de demover a vontade que têm de competir uns com os outros.

Os treinos foram difíceis, pois o piso estava demasiado escorregadio e só no limite dos 15 minutos é que se conheceu a grelha definitiva. Na pole position, saia a Dê Cê, que conseguiu na última volta destronar a Clã Conceição, por apenas 0,020s de diferença (um pingo a mais no capacete deve ter feito a diferença). A Racing Aces, partia da 3ª posição, frente à “armada” do Clube Banif, que conseguia assim posicionar as suas equipas BS, GCS e MM da 4ª à 6ª posição. A atual detentora do titulo AJM II Informática, viu-se obrigada a trocar de kart na 4ª volta e assim partia da 7ª posição. A Karters Team, Pequenos Atalhos e FitCarcavelos Racing Team, fechavam o lote dos 10 primeiros. Menos boas foram as prestações das já nossas conhecidas AJM II/RS (13ª), Imporgo (18ª) e Kartolas/Ninja Team (20ª).

Treinos: 1º Dê Cê (1.16.565s.), 2º Clã Conceição (1.16.585s.) e 3º Racing Aces (1.16.665s.)

1ª prova

A excelente partida de Tiago Teixeira (AJM II Informática), acabou por não surtir muito efeito, pois após alguns toques, acabou por ficar virado em sentido contrário.
 
Esta foi aliás uma dominante na 1ª parte da prova, muitos piões e muito tempo perdido, o que fez com que, os mais “calmos”, tivessem melhores resultados. Ruben Costa (Racing Aces), foi também um dos prejudicados com esta situação na partida, deixando a mesma entregue a Rubén Conceição (Clâ Conceição), Miguel Patrício (Karters Team), Hugo Vizela (Dê Cê) e principalmente a Armando Santos (AJM II / RS), que dominou o primeiro ¼ de prova.
 
Quem também partiu muito bem, foi Diogo Sustelo (Imporgo), conseguindo na 1ª volta, subir mais de 10 lugares, no entanto, seria vítima de uma saída de pista que o obrigaria a repor “à-mão “ o seu kart em prova. Quem não aproveitou muito bem a partida foi Nuno Serrão (Clube Banif BS), no entanto, a sua calma e regularidade, levavam-no a aproximar-se cada vez mais dos da frente, acabando por passar para a liderança quase no fim do seu turno. Com a abertura das boxes para troca de pilotos, Rui Serrão, substituiu Nuno no Clube Banif BS e ficou com a incumbência de defender o 1º Lugar frente a Rui Sousa (AJM II / RS), Paulo Jorge Martins (Dê Cê) e a Ruben Costa que embora tenha demorado muito tempo na simulação de troca de piloto, seguia com um grande ritmo em busca dos primeiros.

Rui Sousa, lá conseguiu passar o 1º classificado, mas foi por pouco tempo, pois uma saída de pista deixou-o bastante atrasado. Seguiu-se a vez de Paulo Martins, mas este repetiu a receita de Rui Sousa, ou seja, passou Rui Serrão e despistou-se logo de seguida. Assim sendo, Rui Serrão venceu pela 1ª vez, uma prova do Campeonato ao fim de 15 anos a participar no mesmo. Foi uma bela prova também para Ruben Costa, pois mesmo com bastantes contrariedades, conseguiu terminar em 3º lugar.

Excelente estreia para a FitCarcavelos Racing Team a conseguir o 6º posto e a cotar-se como a melhor equipa estreante. Esperava-se, melhor prestação da parte da Pequenos Atalhos, pois o 16º lugar final, não parece ser um lugar habitual da mesma.

Na 1ª prova: 1º Clube Banif BS, 2º Dê Cê e 3º Racing Aces.

2ª prova

Só agora começou a participar na Nacional Kart e já se descobriu que Tiago Teixeira (AJM II Informática) tem o dom das “partidas fulgurantes”.
 
No entanto, coube a Ruben Costa (Racing Aces) a liderança da prova até à 6ª volta, altura onde se excedeu ligeiramente. Nuno Serrão (Clube Banif BS) manteve-se com a sua calma habitual, enquanto Miguel Patrício (Karters Team) se mantinha na frente do excelente Carlos Ferreira (Pequenos Atalhos) que partindo de 16º lugar, em apenas 2 voltas já seguia no 4º posto.
 
Excelente inicio também, para a estreante Racing Team 1 e para o Team JV, com João Vasconcelos a fazer valer a sua experiencia. Com as condições atmosféricas a piorarem de volta para volta, começou a assistir-se a cada vez mais despistes e a ponderação e calma dos vários participantes começou a fazer-se notar. Com as trocas de pilotos, mais uma vez se assistiu a alterações na classificação. Fabio Santos (AJM II Informática) saiu de pista e ficou “assente” no corretor, o que o levou a desesperar pois não conseguia voltar à prova. Paulo Patrício (Karters Team), pressionava fortemente Rui Serrão (Clube Banif Bs) e era por sua vez pressionado por João Vasconcelos.
 
Quem os seguia a grande ritmo, era Ruben Costa, que vítima de 3 despistes durante a prova, recusou-se a deitar a “toalha ao chão” e já seguia na 5ª posição. Na frente, Pedro Cunha (Pequenos Atalhos), parecia ter tudo controlado, no entanto, não contava que, com o despiste de Rui Serrão, e o entretenimento de Paulo e João, Ruben Costa lhe iria tirar a vitória muito perto do final da prova.

Excelentes a provas das estreantes Racing Team 1 e da Tigris Racing, a conseguirem as 5ª e 6ª posições, enquanto a Clã Conceição, conseguiria aqui uma das suas piores posições de sempre (melhores dias virão).

Na 2ª prova: 1º Racing Aces, 2º Pequenos Atalhos e 3º Team JV.
 
 

Periodicidade Diária

sábado, 6 de março de 2021 – 14:26:00

Pesquisar

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...