Yohan Sousa 8º classificado no Campeonato Europeu disputado por 80 pilotos

 
 
Yohan Sousa brilha na Europa
 
Yohan Sousa foi a grande sensação da primeira prova do Campeonato da Europa da categoria KF Júnior, disputada no circuito espanhol de Alcañiz, ao garantir o oitavo lugar, classificação que nem os mais otimistas provavelmente vaticinavam. Mas perante 80 adversários, oriundos dos quatro cantos do mundo, o piloto do Entroncamento deu um recital de condução quer na pré-final quer na Final, cujo vencedor foi o britânico Lando Norris, enquanto Mick Betsch – filho do heptacampeão do mundo de Fórmula 1, Michael Schumacher – rodou na 22ª posição e depois foi forçado a abandonar.
 
Yohan Sousa fez a primeira aparição num Campeonato da Europa – completou 13 anos de idade há dois meses, a mínima para competir em provas internacionais – e enfrentou logo uma constelação estrelas oriundas de Singapura, China, Japão, Austrália, Canadá, Estados Unidos, Brasil, Argentina, Venezuela, para além da Europa, que já têm contratos assinados com as principais equipas de Fórmula 1.
 
Ao volante de um kart equipado com chassis Zanardi e motor BMB, preparado por Paulo Barreiro, que contou com a preciosa ajuda de José Cabo do Team FCK Motorsport, o piloto do Entroncamento foi 41º nos treinos cronometrados e concluiu as mangas de qualificação na 30ª posição, garantindo o apuramento para uma das pré-finais, das quais se qualificavam os primeiros 17 classificados de cada para a Final.
 
Na pré-final, o piloto da Ykart Competition Team largou da 15ª posição e terminou no 10º lugar, tendo na Final, depois de arrancar do 20º posto, passado para o 11º lugar na terceira volta, iniciando uma luta intensa com o brasileiro Sérgio Camara (ART GP/TM), com o russo Nikita Mazepin (Tonykart/Vortex), com o germânico David Beckmann (Zanardi/BMB) – pilotos oficiais das referidas marcas de chassis – e com o italiano Alessio Lorandi (Tonykart/Parilla).
 
Cumpridas as 15 voltas ao traçado espanhol, Yohan Sousa viu a bandeira xadrez na 10ª posição, que se traduzir depois num oitavo lugar, em virtude das penalizações atribuídas ao tailandês Sasakorn Chaimongkol (Kosmic/Vortex) e ao britânico Lorandi. O jovem português ainda rubricou a quarta volta mais rápida (1m00,975s), ficando apenas a 0,090s da melhor, cujo autor foi Michael Thomas Bale (FA Kart/Vortex) dos Emirados Árabes Unidos.
 
"Foi uma prova de sonho pois logo na minha estreia num Campeonato da Europa, terminei no oitavo lugar entre os 80 melhores pilotos do mundo da categoria KF Júnior. Este resultado é de toda a equipa, em especial do Paulo Barreiro, assim como do José Cabo, do Team FCK Motorsport, que deram um apoio fantástico", comentou Yohan, patrocinado pelo McDonalds de Torres Novas e pelo McDonalds de Tomar, contando igualmente com o apoio da Escola Secundária c/ 3º Ciclo do Entroncamento.
 
O tailandês Chaimongkol que corre com licença britânica, foi o primeiro a ver a bandeira xadrez mas depois foi penalizado em 10 segundos por não ter evitado um toque no britânico Lando Norris (FA/Vortex), sendo igualmente penalizado em 10 segundos, por estar abaixo do peso regulamentar, Lorandi que havia terminado na 6ª posição. Norris, um dos favoritos ao título e que tinha cruzado a meta em segundo lugar, foi o vencedor, enquanto o belga Matteo Raspatelli (Tonykart/Parilla) e o holandês Martijn Van Leeuwen (Zanardi/TM) completaram o pódio.
 
A segunda prova do Campeonato Europa de Karting das categoria KF Júnior será disputada entre os dias 17 e 21 de julho no circuito italiano de Ortona.
 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...