18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Fabio Kieltyka é bicampeão de Portugal Rotax

Piloto belga vai regressar às Finais Mundiais após conquista de novo título
 
Pelo segundo ano consecutivo, Fabio Kieltyka foi campeão de Portugal Rotax da categoria DD2 Master e vai regressar às famosas Finais Mundiais Rotax, em novembro, que reúnem 360 pilotos de 60 nacionalidades. Charles Delbrassine (DD2 Master) e Aya Delbrassine (Mini-Micro) também evoluíram entre uma forte concorrência no fecho do Campeonato de Portugal Rotax, no Algarve.
 
Natural de Liège, Fabio Kieltyka já tem uma ligação especial em Portugal, depois de se ter tornado uma das grandes figuras do Campeonato de Portugal Rotax. No passado fim de semana, no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, o piloto belga voltou a conquistar o título da categoria DD2 Master, no final de uma época onde ganhou inclusive duas corridas à geral.
 
Um prémio para Fabio Kieltyka, que vai, assim, regressar às famosas Finais Mundiais Rotax, a disputar também na pista portuguesa de Portimão, entre 19 e 26 de novembro.
“O fim de semana no Algarve foi bastante complicado, pois tivemos períodos de chuva e piso seco ao longo da prova e ainda sofri alguns toques em corrida que danificaram o meu kart e me impediram de chegar mais à frente na geral”, referiu Fabio Kieltyka, que em Portimão competiu com 37 pilotos nas categorias DD2 e DD2 Master, muitos deles pilotos que viajaram até Portugal para preparar o 'Mundial' Rotax. “Consegui o 3.º lugar dos Masters para o Campeonato de Portugal Rotax, o que felizmente garantiu mais um título, que era o principal objetivo. Fiquei muito feliz com a minha performance esta época, pois ganhámos duas corridas à geral e vamos novamente disputar as Finais Mundiais, que são o sonho de qualquer piloto de Karting”, afirmou o piloto belga, que compete pela equipa EKO/Birel ART Portugal.
 
Família Delbrassine fecha época em bom plano
 
Charles e Aya Delbrassine, pai e filha, também foram uma das grandes surpresas ao longo da época Rotax em Portugal, sobretudo pela evolução e performance. Em Portimão, integrado num pelotão ainda mais competitivo na DD2/DD2 Master, com 37 participantes, Charles Delbrassine foi o 10.º classificado para o Campeonato de Portugal Rotax. Aya correu num pelotão de 32 pilotos que juntou as categorias Mini Max e Micro Max. A jovem piloto de apenas 9 anos de idade, que reside em Portugal, conseguiu o 8.º lugar nas três corridas do Campeonato de Portugal Rotax da categoria Micro Max, terminando a prova no Algarve no 12.º lugar.
 
“Foi uma corrida muito específica para nós, pois foi a última para o meu amigo Fabio e desta temporada organizada no circuito onde fizemos a nossa primeira corrida na época passada. Sabíamos que este circuito era muito rápido e seria um desafio para nós. E as mudanças climatéricas acrescentaram mais complexidade. Algumas das sessões de treinos livres decorreram em condições de chuva ou com a pista gordurosa. Correr nessas condições era novo para nós e tivemos de nos adaptar. O grande número de pilotos estrangeiros que vieram para se prepararem para o ‘Mundial’ e as condições climatéricas tornaram esta corrida bastante especial. A Aya, um pouco assustada com o número de pilotos na pista (32), não conseguiu segurar o grupo, mas continuou melhorando os seus tempos por volta. Ela também conseguiu evitar os vários confrontos que ocorreram à sua frente durante os procedimentos de partida. O habitual período de paragem de final de época será uma oportunidade para poder treinar a nível físico e técnico para poder se envolver mais nas corridas durante a próxima temporada.
De minha parte, livre dos problemas relacionados com as minhas costelas quebradas, consegui concentrar-me em pilotar e aprender esta pista em condições de chuva. Isso valeu a pena durante o treino livre em condições de chuva, com os nono e décimo primeiro lugares na categoria DD2M. Infelizmente, os treinos cronometrados e as corridas aconteceram em condições secas. As configurações do chassis não eram apropriadas para condições secas. Quanto à minha filha, o progresso esteve presente durante cada sessão, mas os resultados não são os esperados. Com exceção de um indivíduo, a atmosfera respeitosa e amigável que reina entre os pilotos é uma das razões que me impulsionam a continuar na competição no próximo ano. Vou, portanto, dedicar-me a manter a minha condição física e continuar a treinar para encontrar o meu lugar no pelotão”, referiu Charles Delbrassine, que também já se tornou uma das figuras mais respeitadas da categoria DD2 Master em Portugal.
 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 28 de setembro de 2023 – 11:48:41

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...