Mais Micra: a Nissan alarga a gama de grupos motopropulsores para melhor satisfazer as necessidades dos clientes

 

 

A gama Micra ampliada dispõe agora de um novíssimo motor a gasolina de 1.0 litros IG-T de 100 cv, com transmissão manual e automática Xtronic;

 

•A unidade a gasolina DIG-T de 117cv dá mote para um novo Micra de topo, com suspensão e direção específicas e uma menor altura ao solo;

•A nova versão especial N-Sport do Micra junta ainda um estilo exclusivo;

•Já disponíveis na rede de concessionários da Nissan em toda a Europa.

 

O Nissan Micra é agora mais apelativo do que nunca, graças a uma gama de grupos motopropulsores revista em profundidade.

 

Foram adicionadas três novas escolhas à gama Micra: um novíssimo motor a gasolina turbocomprimido mais eficiente e com tecnologia inovadora a nível mundial, a estreia de uma transmissão automática Xtronic e ainda a chegada de uma versão mais potente, com menor altura ao solo e suspensão e direção específicas.

 

Simultaneamente, a Nissan lança também uma novíssima versão especial, o Micra N-Sport, que oferece um design exclusivo, tanto no interior como no exterior.

 

Para além de proporcionar "Mais Micra" do que nunca, cada nova versão oferece uma resposta e aperfeiçoamento melhorados do grupo motopropulsor para todas as estradas e em todas as condições de condução.

 

Helen Perry, Diretora dos Automóveis Compactos na Nissan Europa, afirmou: «Com um enfoque maior na eficiência e no desempenho, as novas versões aumentam a atratividade do Nissan Micra. Podemos agora satisfazer melhor as necessidades dos clientes de dois volumes compactos da Europa».

 

Os três novos grupos motopropulsores foram desenvolvidos no âmbito da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Ao utilizar as capacidades e os recursos da Aliança, a Nissan consegue proporcionar sinergias que superam os limites daquilo que seria expectável para um motor a gasolina turbocomprimido de três cilindros. Cada um oferece elevados níveis de desempenho e aperfeiçoamento, cumpre as normas mais exigentes de fiabilidade e durabilidade, com emissões reduzidas de CO2.

 

Os novos grupos motopropulsores do Micra estão já disponíveis na rede de concessionários Nissan em toda a Europa, juntando-se aos já existentes motor atmosférico a gasolina de 1.0 litros com 70cv e diesel de 1.5 litros e 90cv.

 

1.0 litros IG-T de 100cv com caixa manual

 

O novíssimo 1.0 litros turbocomprimido IG-T a gasolina disponibiliza 100cv e está associado a uma transmissão manual de cinco velocidades. O seu lançamento no Nissan Micra assinala a estreia deste motor num automóvel da Aliança e inclui tecnologias inovadoras a nível mundial para uma unidade a gasolina de 1.0 litros.

 

Totalmente em conformidade com a norma Euro6d-Temp, substitui a unidade a gasolina de 0.9 litros de 90cv da gama Micra. Os benefícios desta melhoria para o cliente são mais potência (+10cv) e mais binário (+20Nm) em todos os regimes, bem como emissões de CO2 mais reduzidas (-13 a -15g/km, dependendo da versão) e economia de combustível melhorada (-0,6 a -0,7 l/100km, dependendo da versão), contribuindo assim para um custo de propriedade reduzido.

 

Comparado com os principais rivais do segmento B de dois volumes, o novo grupo motopropulsor está entre os melhores da classe.

 

Os dados de desempenho são os seguintes:

 

Potência (cv)

Binário (Nm)

WLTP

Emissões de CO2 (g/km)

WLTP

economia de combustível (l/100 km)

1.0 litros

3 cilindros 5 TM

100

@ 5000rpm

160

@ 2000rpm

123 a 133

5,5 a 5,9

 

Os clientes que escolherem o novo 1.0 litros de 100cv manual irão desfrutar de uma resposta melhorada do motor, traduzida numa aceleração mais rápida. Isto pode ser notado no arranque – em que o início de marcha é agora mais suave – mas também nas recuperações. O aperfeiçoamento nos capítulos de Ruído, Vibração e Dureza (NVH) também foi alvo uma prioridade, com um grupo motopropulsor melhorado e melhor isolamento do ruído de estrada, o que resulta num habitáculo mais silencioso.

 

O novo 1.0 litros IG-T de 100cv com transmissão manual beneficia de várias evoluções técnicas em comparação com a unidade de 0.9 litros. Em conjunto, essas evoluções criam um melhor processo de combustão e redução do peso da unidade, com efeitos diretos numa melhor economia de combustível e emissões de CO2 mais baixas.

 

As melhorias incluem:

- Separação de arrefecimento: o fluxo do líquido de refrigeração é otimizado através de duas passagens na cabeça do motor, para maximizar a dissipação de energia. Desta forma melhora a gestão do calor e logo a combustão, com benefícios na economia de combustível e na redução das emissões de CO2.

- Atuadores elétricos do turbo: proporcionam uma resposta rápida e precisa do turbo, melhorando a entrega da potência.

- Camisa dos cilindros fundidas diretamente no bloco: esta é uma tecnologia em estreia a nível mundial num motor a gasolina de 1.0 litros e que contribuiu para uma redução de 1% no consumo e nas emissões. Desenvolvida inicialmente para o super desportivo Nissan GT-R, a tecnologia foi integrada noutros grupos motopropulsores da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, incluindo o motor a gasolina de 1.3 litros recentemente lançado no crossover Nissan Qashqai. Reduzindo a fricção nas paredes do cilindro, este tipo de construção melhora a dissipação do calor e assim a eficiência da combustão, reduz o peso e consequentemente melhora a economia de combustível e as emissões de CO2.

- Cabeça do motor com coletor de admissão integrada e cobertura de plástico: esta solução é mais compacta e permite um melhor dimensionamento do motor, reduzindo o número de condutas para um melhor e mais rápido aquecimento dos catalisadores, o que resulta em emissões mais limpas.

- Correia elástica: a correia é feita de um material especial que lhe permite funcionar sem um tensor, reduzindo o peso e a fricção e melhorando ainda mais a economia de combustível e as emissões de CO2.

- Cambota de aço forjado: de diâmetro reduzido e dispondo de superfícies com um superacabamento para reduzir a fricção, resultam numa economia de combustível melhorada e emissões de CO2 mais reduzidas.

 

 

1.0 litros IG-T de 100cv com caixa automática Xtronic

 

O Nissan Micra está também disponível a partir de agora com uma transmissão automática Xtronic, pela primeira vez desde que a quinta geração do Micra foi lançada em 2016. Esta transmissão está associada ao novo motor de 1.0 litros IG-T de 100cv.

 

O lançamento de uma transmissão automática é um passo importante na disponibilização de "Mais Micra" aos consumidores. Trata-se de uma escolha popular entre os condutores urbanos, que passam muito tempo no "pára-arranca". Neste segmento, as transmissões automáticas contabilizavam 12% das vendas aquando do lançamento do Micra em 2016. Estima-se que esse número duplique em 2020 e atinja mais de 30% em 2022.

 

A transmissão automática Xtronic é uma unidade avançada de Transmissão de Variação Continua (CVT). Inclui a tecnologia "D-step", que proporciona um fornecimento de potência e uma experiência em estrada mais refinados para o condutor em comparação com uma CVT convencional. Isto é particularmente óbvio na resposta à utilização “agressiva” do pedal do acelerador. A tecnologia "D-step" também permite reduções de caixa mais rápidas e uma maior poupança real de combustível.

 

O Micra Xtronic representa por isso “Mais Micra” para ambientes urbanos movimentados, graças à sua facilidade acrescida de condução. A suavidade de engrenagem da transmissão faz com que conduzi-lo seja fácil e relaxante e é verdadeiramente versátil no "pára-arranca".

 

Mecanicamente, o motor é idêntico ao IG-T de 100 cv manual, pelo que apresenta as mesmas vantagens técnicas já descritas.

 

Os dados de desempenho são os seguintes:

 

Potência (cv)

Binário (Nm)

WLTP

Emissões de CO2 (g/km)

WLTP

economia de combustível (l/100 km)

1.0 litros

3 cilindros, Xtronic

100 @ 5000rpm

144 @ 2000rpm

142 a 149

6,3 a 6,7

 

1.0 litros DIG-T de 117cv com caixa manual

 

O motor de referência na gama Nissan Micra passa a ser a unidade a gasolina com turbocompressor de 1.0 litros DIG-T de 117cv, em conjunto com uma transmissão manual de seis velocidades orientada para o desempenho.

 

Não se trata simplesmente de uma versão mais potente e afinada da unidade IG-T de 100cv, mas sim de um motor totalmente diferente. Foi desenvolvido pela Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, em conjunto com a Daimler, tal como o motor a gasolina de 1.3 litros lançado recentemente no crossover Nissan Qashqai.

 

Ainda que com apenas três cilindros, o motor DIG-T de 117cv foi concebido para oferecer aos clientes uma condução orientada para o desempenho, com 180Nm de binário, mais 20Nm adicionais em "overboost".

 

Comparando os dois novos motores, o de 100cv e o de 117cv, este último tem visivelmente mais aceleração, que é prolongada ainda mais acima na gama de rotações. Existe mais potência, evidentemente, mas também mais binário e com a potência máxima em regimes mais baixos (180Nm a 1750rpm no de 117cv, contra 160Nm a 2750rpm no de 100cv). O resultado é um tempo de apenas 9,9 segundos dos 0-100km/h no motor de 117cv, um segundo mais rápido do que o de 100cv manual, que averba mesmo assim uma excelente marca de 10,9 segundos.

 

Mas não é só o grupo motopropulsor que é diferente: o Micra de 117cv proporciona um desempenho em estrada mais dinâmico, graças a uma série de alterações mecânicas.

 

As versões que dispõem deste motor têm uma menor altura ao solo (-10 mm) e também uma afinação da suspensão revista para otimizar as vantagens dessa redução. Também têm uma direção mais precisa: a cremalheira da direção permite uma utilização mais rápida e leve, pelo que o automóvel é visivelmente mais ágil e divertido de conduzir.

 

Um novo acabamento cromado do escape e jantes de liga leve de 17 polegadas (de série nos graus Acenta e superiores) são os toques finais nas versões do Micra que dispõem deste grupo motopropulsor.

 

Os dados de desempenho são os seguintes:

 

Potência (cv)

Binário (Nm)

WLTP

Emissões de CO2 (g/km)

WLTP

economia de combustível (l/100 km)

1.0 litros

3 cilindros 6 TM

117 @ 5250rpm

180 @ 1750rpm

(overboost +20Nm)

133

5.9

 

O novo DIG-T de 117cv dispõe de uma série de inovações técnicas que lhe permitem proporcionar um desempenho entusiasmante, ao mesmo tempo que mantém uma elevada economia de combustível e baixas emissões de CO2:

- Cabeça do motor em delta: uma tecnologia mundialmente pioneira num motor a gasolina de 1.0 litros, esta inovação cria um motor mais compacto e leve. As vantagens são um aumento do espaço disponível para a proteção contra impactos e uma maior liberdade no design do capô.

- Camisas dos cilindros fundidas diretamente no bloco: tal como no motor de 100cv, esta é uma tecnologia em estreia a nível mundial num motor a gasolina de 1.0 litros. Desenvolvido a partir do Nissan GT-R, esta solução foi integrada como já referido em outros grupos motopropulsores Renault-Nissan-Mitsubishi, incluindo no motor a gasolina de 1.3 litros recentemente lançado no crossover Nissan Qashqai. Reduzindo a fricção, esta tecnologia melhora a gestão do fluxo de calor e a combustão, reduz o peso e melhora a economia de combustível e as emissões de CO2.

- Injetor em posição central: em comum com o motor a gasolina de 1.3 litros recentemente lançado no Nissan Qashqai, este novo motor do Micra dispõe de um injetor montado no centro da câmara de combustão. Ao criar um padrão de jato de combustível mais direcionado, evita que o combustível atinja as válvulas e a vela de ignição, resultando num melhor desempenho de emissões. O combustível é fornecido por uma bomba de alta pressão que funciona a 250bar.

- Turbocompressor com válvula de escape controlada eletronicamente: esta tecnologia proporciona um controlo melhorado do turbocompressor, maximizando a resposta e a eficiência do motor.

- Atuadores elétricos do turbo: proporcionam uma resposta rápida e precisa do turbo, melhorando a entrega da potência.

- Temporização variável das válvulas de escape e de admissão: o controlo otimizado das válvulas maximiza o desempenho e reduz as emissões.

- Filtro de partículas de gasolina (GPF): uma funcionalidade obrigatória para todos os motores a gasolina de injeção direta, o GPF garante que as partículas que percorrem o caminho através do escape estão em conformidade com os regulamentos de emissões.

 

Resumo dos novos grupos motopropulsores

 

Os três novos grupos motopropulsores a gasolina com turbocompressor disponíveis no Nissan Micra representam o que existe de mais recente em engenharia avançada. Foram concebidos para proporcionar aos clientes a melhor combinação de desempenho e eficiência, reduzindo os custos de funcionamento do Micra. São todos altamente competitivos face aos principais modelos de dois volumes do segmento B.

 

 

Potência (cv)

Binário (Nm)

WLTP

Emissões de CO2 (g/km)

WLTP

economia de combustível (l/100 km)

1.0 litros

3 cilindros 5 TM

100

@ 5000rpm

160

@ 2000rpm

123 a 133

5,5 a 5,9

1.0 litros

3 cilindros Xtronic

100

@ 5000rpm

144

@ 2000rpm

142 a 149

6,3 a 6,7

1.0 litros

3 cilindros 6 TM

117

@ 5250rpm

180 @ 1750rpm

(overboost +20Nm)

133

5.9

 

Os três novos grupos motopropulsores do Micra juntam-se aos já existentes motor de aspiração a gasolina de 1.0 litros de 70cv e à unidade a diesel de 1.5 litros e 90cv.

 

 

O novo Nissan Micra N-Sport

 

O Nissan Micra N-Sport é uma nova versão especial para 2019, concebida para tirar proveito do design desportivo e da personalidade de condução divertida do Micra. O automóvel coloca-se no centro da categoria "warm hatch" do segmento B, ocupada por concorrentes como o Ford Fiesta ST Line, o Peugeot 208 GT Line e o SEAT Ibiza FR.

 

Este recém-chegado Micra possui uma série de melhorias de estilo altamente atrativas, para o destacar dos concorrentes.

 

MELHORIAS NO EXTERIOR

-Jantes SAPPHIRE em Liga leve 17”

- Acabamento carbono nas jantes de liga e nas capas dos espelhos retrovisores

-Acabamento em preto brilhante nos frisos laterais/para-choques dianteiro e traseiro

-Símbolo N-Sport na traseira

-Vidros traseiros escurecidos

-Lâmpadas de nevoeiro dianteiras de halogéneo

 

MELHORIAS NO INTERIOR

-Tecido interior em alcântara/couro

-Grelhas de ar brancas

-Apoio de braço no banco dianteiro

-Forro do teto preto

-Tapetes com design desportivo

-Câmara de visão traseira e sensores de estacionamento

- Chave Inteligente iKey (acesso por controlo remoto e botão de arranque do motor)

 

Os opcionais disponíveis incluem: Câmara Inteligente de Visão 360º, novo sistema de infotenimento NissanConnect, áudio BOSE Personal.

 

O novo Nissan Micra N-Sport está disponível com os três novos grupos motopropulsores, o de 1.0 litros IG-T de 100cv com caixa manual e com caixa automática Xtronic e o motor DIG-T de 117cv com caixa manual. O Micra N-Sport pode ser especificado em quatro cores de carroçaria diferentes: Passion Red, Solid White, Gunmetal Grey e Enigma Black.

 

É a segunda versão especial da quinta geração do Micra, seguindo-se à extremamente bem-sucedida edição Micra BOSE Personal, lançada em setembro de 2017.

 

Nissan Micra: uma história de sucesso de quinta geração

 

Desde que foi revelada no Salão Automóvel de Paris de 2016, a quinta geração do Nissan Micra recebeu um poderoso eco na imprensa. A comunicação social elogiou o seu design expressivo, o interior revigorante e as tecnologias avançadas de assistência à condução, características que levaram a que fosse incluído nos sete concorrentes finais para Automóvel Europeu do Ano 2017.

 

Foi também um sucesso entre os clientes, que adoraram o marcante design exterior do automóvel, o interior suave de dois tons, o programa de personalização abrangente e o desempenho de condução.

Também apreciaram o nível de equipamento no novo Micra, em particular as tecnologias de Mobilidade Inteligente da Nissan, tais como o Sistema Inteligente de Manutenção da Faixa de Rodagem e o Sistema Inteligente Anticolisão com Deteção de Peões. A média de satisfação dos clientes é de 8,9 em 10, publicada pela organização de análise independente Reevoo.

 

Em 2017 – o último ano completo com dados disponíveis – as vendas do Micra em toda a Europa aumentaram 44% em comparação com o ano anterior, com os clientes conquistados a outras marcas a atingir os 65%, significativamente acima da média do segmento B.

 

Todos os Nissan Micra são vendidos com um elevado nível de equipamento de série, o qual inclui, desde a entrada de gama, o Sistema Inteligente Anticolisão, o Controlo Ativo de Deteção, limitador de velocidade, ar condicionado, três apoios ISOFIX para bancos de criança (incluindo um no banco do passageiro dianteiro), arranque assistido em subidas e sistema de monitorização da pressão dos pneus.

 

A versão Acenta contém ainda muitas características adicionais de estilo e tecnologia, incluindo o novo NissanConnect com Apple CarPlay e Android Auto, controlo da velocidade de cruzeiro e um painel combinado TFT de 5 polegadas no centro do painel de instrumentos.

 

Os Micra N-Connecta incluem jantes de liga leve de 16 polegadas, vidros escurecidos, faróis de nevoeiro dianteiras, espelhos retrovisores aquecidos/elétricos, sensores de estacionamento traseiros e iluminação ambiente interior, entre outros.

 

O Nissan Micra na versão topo de gama, Tekna, dispõe de jantes de liga leve com corte de diamante de 16 polegadas, ar condicionado automático, limpa para-brisas com sensor de chuva automático e áudio BOSE Personal com altifalantes no encosto de cabeça do condutor. As tecnologias de assistência à condução incluídas no equipamento de série estendem-se ao Sistema Inteligente de Manutenção de Faixa, Reconhecimento de Sinais de Trânsito e o Sistema Inteligente Anticolisão com Deteção de Peões.

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...