13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Citroën parte à conquista do mercado indiano

 

 

Linda Jackson, Diretora Geral da Citroën, oficializou a entrada da Marca na Índia, numa Conferência de Imprensa que teve lugar hoje em Chennai.

 

Trata-se de uma etapa importante na estratégia de internacionalização da Citroën, que irá estrear, neste mercado, uma gama de novos modelos de vocação internacional, o primeiro deles a ser lançado até finais de 2021.

Adicionalmente, a Marca vai avançar com o lançamento local do seu SUV C5 Aircross, já em 2020.

 

Na sequência do anúncio feito por Carlos Tavares, Presidente do Conselho de Administração do Groupe PSA, no âmbito da 2ª fase do plano “Push to Pass” (a 26 de fevereiro, na apresentação dos Resultados Financeiros de 2018), Linda Jackson, Diretora Geral da Citroën, formalizou a entrada da Marca na Índia, numa Conferência de Imprensa, realizada hoje em Chennai, a sul da Índia. Este encontro decorreu na presença de Carlos Tavares, de Emmanuel Delay, Diretor Regional Índia/Pacífico do Groupe PSA, e de Roland Bouchara, Diretor de Vendas e Marketing da Citroën Índia.

 

UM FORTE IMPULSO NA IMPLEMENTAÇÃO DA MARCA A NÍVEL INTERNACIONAL

 

A Marca irá implementar na Índia o seu posicionamento “Inspired by You”, aplicando as receitas que têm gerado sucesso na Europa ao longo dos últimos 5 anos (5 anos de crescimento consecutivo, com conquista de quotas de mercado):

·         uma oferta de produto forte e diferenciada, portadora de um design exclusivo e de um conforto de utilização de referência, dois eixos criadores de valor para os clientes, para se afirmar num mercado automóvel já fortemente competitivo;

·         uma experiência para o cliente inédita no universo automóvel(rede, abordagem de marketing, serviços, digital, etc);

·         um posicionamento de preços no coração do mercado indiano, graças a uma estratégia de alto nível de integração local (mais de 90%) com base em dois acordos de joint-ventures entre oGroupe PSA e as empresas do Grupo CK Birla (montagem e distribuição de veículos; produção de grupos propulsores).

 

NOVOS MODELOS INTERNACIONAIS PARA RESPONDER ÀS EXPECTATIVAS DO MERCADO

 

Para enfrentar este desafio, a Citroën irá estrear na Índia uma gama de novos modelos com vocação internacional, com o primeiro a ser lançado até final de 2021. Totalmente inseridos no âmbito da Core Model Strategy do Groupe PSA, estes novos modelos seguirão os mesmos princípios, assistindo-se a um lançamento por ano.

Denominado “C Cubed”, o programa apresenta-se em consonância com o posicionamento da Citroën, sendo que o “C” se refere a:

·         Cool: emreferência ao design dos modelos, portadores do carácter único da Citroën;

·         Comfort: elemento marcante da Citroën em termos de bem-estar a bordo e de facilidade de utilização para todos os ocupantes;

·         Clever: emreferência à inteligência de conceção e ao elevado nível de incorporação local, a fim de responder com exactidão às expectativas do mercado.

 

Após a Índia, estes novos modelos internacionais serão também disponibilizados noutras regiões do mundo.
Ainda antes do seu lançamento, a Marca iniciará a sua ofensiva na Índia em 2020, com a comercialização do seu topo de gama, o SUV C5 Aircross.

 

ÍNDIA: UM MERCADO PECULIAR, COM ENORME POTENCIAL DE CRESCIMENTO

 

Com 1,3 mil milhões de habitantes, a Índia é o segundo país mais populoso do mundo, sendo expectável que se torne, dentro em breve, no primeiro, à frente da China. Com efeito, até 2050, o país deverá vir a ter mais habitantes do que a China e os Estados Unidos em conjunto. É, também, o país mais jovem do mundo, com uma população com uma média de idades de 25 anos. A título de exemplo, o número de crianças indianas com menos de 4 anos é duas vezes superior ao da população total francesa. Em 2025, 55% da população do país estará, por isso, na chamada idade ativa, representando 25% da força da população ativa mundial, para além de que, tendo, atualmente, um dos maiores índices de crescimento, a Índia poderá tornar-se na maior economia mundial dentro de alguns anos (ocupava a 5ª posição em 2018).

 

Em termos de indústria automóvel, a Índia representa um enorme potencial. Com uma taxa de motorização atual de apenas 40 carros por 1.000 habitantes e uma classe média que deverá crescer 75% até 2025 (passando de 63 para 110 milhões de pessoas), o crescimento médio do mercado de Veículos de Passageiros (VP) para os próximos anos está estimado em 8% ao ano, passando de 3,3 milhões de unidades em 2018 para mais de 6 milhões em 2025. Assim, após 2020, a Índia deverá tornar-se no 3º mercado automóvel mundial, a seguir aos Estados Unidos e à China.

 

Para Linda Jackson, Diretora Geral da Citroën, ”Lançar uma marca num novo mercado com a dimensão do da Índia constitui uma experiência única e apaixonante.Pela sua ousadia e pela sua capacidade para se inspirar nos modos de vida dos seus clientes, estou convencida de que a Citroën reúne todas as condições para seduzir os clientes indianos. Contamos já com todos os meios para sermos ‘indianos na Índia’, tanto no plano industrial, através das duas ‘joint-ventures’ locais, como no campo da oferta de produto que vamos estrear no país, capitalizando as receitas que fazem o nosso sucesso na Europa.”

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 23 de abril de 2019 – 06:05:39

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...