14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Liga MEO Prosurf: Segunda etapa em Cascais

alt
 
Após três semanas de intervalo, a Liga MEO Prosurf prepara-se para regressar às ondas, dias 5, 6 e 7 de Abril, em Cascais, tendo como palco principal a praia de Carcavelos – berço do surf nacional – e a do Guincho como alternativa.

A expectativa é elevada para esta segunda etapa, depois do confronto geracional observado na Ericeira, onde teve início a Liga deste ano, em excelentes condições. Na primeira prova, a nova geração levou a melhor sobre a mais antiga, conseguindo colocar quatro atletas nas meias-finais e vencendo assim o primeiro confronto.

Depois de terem deixado José Ferreira e Francisco Alves no terceiro lugar ex-aequo, os dois maiores expoentes do surf júnior nacional, Vasco Ribeiro e Frederico Morais, protagonizaram uma final de luxo, com Frederico (vice-campeão nacional em 2010), de 20 anos, a levar a melhor sobre o actual campeão nacional, Vasco Ribeiro, de 17 anos.

Nos quartos-de-final, fase em que os surfistas começaram a competir no sistema homem-a-homem, uma vez que as condições do mar assim o permitiram, ficaram nomes tão sonantes como Justin Mujica, Eduardo Fernandes, Ruben Gonzalez ou Tiago Pires, o nosso único representante na elite do surf mundial.

Nas senhoras assistiu-se também a uma vitória inédita, com a muito jovem local Keshia Eyre, de 15 anos, a bater a sua conterrânea Ana Sarmento, de 21, que este ano regressou à Liga MEO Prosurf. A campeã nacional em título, Maria Abecasis, foi terceira e a revelação de 2011, Constança Coutinho, quarta. Embora a ausência de Carina Duarte ou Francisca Santos tivesse sido notada, atletas como Joana Rocha (campeã nacional em 2009) ficaram-se pelas meias-finais.

Mas, desde então, e aproveitando as boas ondulações que têm chegado à costa portuguesa, os melhores surfistas nacionais não têm estado parados, continuando a treinar para a segunda etapa da Liga MEO Prosurf, agora em Cascais.

Tenho treinado bastante e sinto-me preparado para esta segunda etapa,” confirmou Frederico Morais. “As condições têm estado excelentes e proporcionado um óptimo campo de treino, por isso vou com o objectivo de vencer novamente. Sei que a luta vai ser renhida, tanto por parte dos outros juniores como dos surfistas mais velhos, embora a ausência do Tiago Pires alivie um pouco a pressão... o nível de surf está muito alto, mas sinto que tenho hipóteses de vencer, sobretudo se for na ‘minha’ praia do Guincho,” concluiu o líder do ranking nacional.

Além do regresso da Carina Duarte e Francisca Santos à Liga MEO Prosurf, a prova feminina vai contar com uma surpresa nesta etapa, para aumentar a disputa pela vitória no feminino. A Associação Nacional de Surfistas decidiu atribuir um wildcard, ou convite, à 11 vezes campeã nacional Patrícia Lopes, afastada das competições desde 2007, que irá competir pontualmente nesta prova, realizada no concelho onde reside.

Eu queria encarar esta prova de forma descontraída, mas já comecei a sentir aquele nervosismo característico da antecipação competitiva,” comentou Patrícia. “Não há hipótese – o ‘bichinho’ está cá dentro... foram muitos anos!... embora já não tenha a resistência física das miúdas mais novas, vou lá fazer o meu surf e espero passar baterias,” acrescentou uma das grandes campeãs do surf português.

Paralelamente, na prova masculina, disputa-se também um lugar no Top 10 do Moche Wildcards, uma competição especial que, em cada etapa, contabiliza a melhor onda dos últimos 16 atletas em prova e define dez vagas para o campeonato de triagens que atribui um wildcard no Rip Curl Pro, em Peniche, a única etapa do principal circuito mundial de surf que se realiza em Portugal, em Outubro.

Neste momento, e embora não necessite de um wildcard para Peniche, por razões óbvias, Tiago Pires lidera, com uma onda de 9,80 pontos em 10 possíveis, conseguida na terceira fase do MEO Ericeira Pro. Frederico Morais é segundo, com uma onda de 9,5 pontos, José Ferreira é terceiro, com uma de 9 pontos, Vasco Ribeiro está em quarto lugar, com 8,75 pontos, e Justin Mujica termina actualmente o top 5, com uma onda de 7,90 pontos.

Com uma premiação monetária bruta de 5000€ (4000€ para a prova masculina e 1000€ para a feminina) por etapa, a Liga MEO Prosurf segue dentro de uma semana, em Cascais, nos dias 5, 6 e 7 de Abril. Esta é também a primeira etapa da MINI Triple Crown, uma competição paralela que, à semelhança do que aconteceu em 2011, irá atribuir o usufruto de um MINI Countryman ao melhor atleta masculino no cômputo geral de três etapas – Cascais, Porto e Figueira da Foz. Neste momento, o vice-campeão nacional em título, Ruben Gonzalez, é o feliz contemplado com o prémio do ano passado.

Como não poderia deixar de ser, todas as etapas da Liga MEO Prosurf têm transmissão em directo para os assinantes do MEO por ADSL ou Fibra, na aplicação MEO Surf, através do botão azul no MEO Interativo, pela internet, em www.meo.pt/surf, bem como na TVI e TVI24, através de resumos diários. Três formas de ver ou rever confortavelmente toda a Liga, que conta com comentários dedicados e especializados.

A Liga MEO Prosurf 2012 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Spot da Media Capital Entertainment, com o patrocínio do MEO, do Moche e da MINI, os media partners TVI, Cidade FM, Go-S.TV, GTV e Puro Feeling, bem como os apoios do Sapo.pt, Surftotal, Surf Portugal, ONFIRE, Beachcam, Oceanlook e SurFisio.
   

Periodicidade Diária

quarta-feira, 21 de agosto de 2019 – 21:14:11

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...