18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Música, história e adrenalina nos 25 anos da BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira

Um festival de música com os Xutos & Pontapés como cabeças de cartaz e o lançamento do livro “Era uma vez em Fronteira: a história e as estórias de um fenómeno popular e desportivo” são dois momentos altos do programa de comemorações dos 25 anos da BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira. Uma festa ainda maior do que o habitual que promete levar muitos milhares de espetadores à vila alentejana, já no próximo fim-de-semana. No plano desportivo, destaque para a participação de mais de 360 pilotos, em representação de 112 equipas, de sete nacionalidades. A organização é do Automóvel Club de Portugal.
 
Em 1998 nascia na vila de Fronteira uma prova de todo-terreno única em Portugal e que rapidamente se converteu numa das mais emblemáticas corridas de resistência da Europa. A BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira comemora 25 anos com um programa especial, onde se incluem as 4 Horas SSV, a disputar na manhã de sábado, e a prova das 24 Horas TT, com arranque marcado para as 15h00 de sábado.   
O apelo da prova do Automóvel Club de Portugal e do município de Fronteira continua a atrair centenas de pilotos, com diferentes tipos de experiência e preparação, de amadores a consagrados. Para o terródromo da vila alentejana estão inscritos 112 concorrentes, divididos pelas provas de automóveis (79) e SSV (33), num pelotão com mais de 360 pilotos oriundos de Portugal, França, Bélgica, Letónia, Áustria, Países Baixos e Perú. 
 
Uma competição aguerrida que vai ser animada com um festival de música para comemorar os 25 anos da prova do ACP, com um cartaz onde estão bandas e artistas de renome, como os Xutos & Pontapés ou Quim Barreiros. A Câmara Municipal de Fronteira criou um circuito de transportes públicos para o festival. O preço dos bilhetes para o festival é de 12€ para sexta-feira, 14€ para domingo ou 20€ para os dois dias. O acesso às zonas de restauração e zonas espetáculo é gratuito. 
 
Livro assinala aniversário 
Na quinta-feira, após o briefing da organização às equipas, é apresentado o livro “Era uma vez em Fronteira: a história e as estórias de um fenómeno popular e desportivo”. Uma obra editada pelo Automóvel Club de Portugal, escrita pelos jornalistas Alexandre Correia e Rui Cardoso. Um relato na primeira pessoa de 25 edições como piloto, no caso de Rui Cardoso, e como jornalista, que Alexandre Correia acompanhou. Ao longo de quase 200 páginas revivem-se memórias e registam-se momentos para mais tarde recordar. O livro custa 24,90 euros e está disponível com condições especiais para os sócios do ACP. Encontra-se à venda em loja.acp.pt e nas delegações do clube, além de estar disponível para venda no decorrer da prova. 
Franceses, belgas e portugueses entre os favoritos 
Os 16,4 quilómetros do Terródromo de Fronteira são, habitualmente, palco de um embate entre as melhores equipas portuguesas e as formações oriundas do Campeonato de França da especialidade, muitas delas com protótipos especificamente construídos para as provas de Resistência, ou com os competitivos SSV da categoria T3. Em 2022, o francês Laurent Poletti chegou à sua segunda vitória na prova do ACP, ao volante do protótipo MMP partilhado com Franck Cuisinier, Ronald Basso e Adrien Favarel. Os Can-Am também são máquinas a ter em conta e, no ano passado, a equipa liderada pelo belga Sébastien Guyette, onde também estava o português Marco Pereira, ficou perto da vitória, regressando em força este ano. 
Muita expectativa também para o novo carro da equipa recordista de vitórias em Fronteira, a formação de Mário Andrade. O novo Proto Clio V6 da Andrade Competition esteve em testes nas semanas que antecederam a prova alentejana, tentando ganhar a fiabilidade que permita a Alexandre Andrade, Cédric Duplé, Yann Morize e Florent Charvot lutarem pela vitória. Da distante Letónia viajou mais um crónico candidato à vitória em Fronteira, o Mitsubishi Pajero de Igor Skoks, Rüdolfs Skoks e Arvis Pikis, um trio que venceu a prova do ACP em 2017.  
Foi há precisamente uma década que a última equipa (maioritariamente) portuguesa venceu as 24 Horas TT. Em 2013, José Pedro Fontes, Miguel Barbosa, António Coimbra e Luís Silva foram acompanhados por Nicolas Clerget no topo do pódio. Agora, as esperanças nacionais estão depositadas em equipas como a da família Reis, que volta a trazer a espetacular Toyota Hilux V8 pilotada pelo campeão nacional de TT em título, Tiago Reis, acompanhado pelo pai, Avelino, pelo irmão, Edgar, e pelo cunhado, Daniel Silva. 
 
Depois de terem terminado no top 5 em 2022, as equipas lideradas por Amândio Alves (MMP) e por Jorge Cardoso (Can-Am) também podem surpreender os favoritos este ano, embora Fronteira seja sempre uma prova imprevisível, normalmente decidida pela resiliência dos pilotos e pela resistência das mecânicas. Afinal de contas, são os 1.440 minutos mais duros do TT em Portugal. 
 
Para todos 
Com objetivos muitos diferentes das equipas dos protótipos e das grandes máquinas dos agrupamentos T1 e T3, há concorrentes que já se tornaram emblemáticos nas 24 Horas TT. É o caso da famosa Peugeot 504 Pick-up inscrita por Joaquim Serrão, um dos carros mais populares do público de Fronteira, assim como a Renault 4L oriunda do Cadaval, inscrita pela equipa de Samuel Lima. E Fronteira volta a ter uma equipa totalmente feminina, formada por Sílvia Reis, Carla Gameiro, Cristela Marto e Paula Marto, um quarteto que volta a alinhar com o pequeno Suzuki Jimny. 
 
Santinho Mendes defende título nos SSV 
Unicamente destinada aos SSV que competem sob a égide da Federação de Motociclismo de Portugal, a 11.ª edição da BP Ultimate 4 Horas SSV anima o programa de Fronteira. Entre os 33 concorrentes estão praticamente todos os grandes nomes da categoria em Portugal, liderados pelo vencedor do ano passado, o ex-campeão nacional Pedro Santinho Mendes. O piloto do Can-Am, que agora é acompanhado por Mário Ourives, terá forte oposição no Terródromo de Fronteira, num pelotão onde estão outros antigos vencedores das 4 Horas SSV, como o campeão nacional em título, João Monteiro (Can-Am), prestes a partir para o seu primeiro Dakar, Bruno Martins (Polaris), António Ferreira (Quaddy) e nomes consagrados, como o jovem Gonçalo Guerreiro (Polaris) ou João Dias (Can-Am). 
 
Destaque ainda para as presenças do primeiro vencedor da Baja Portalegre 500, o veterano António Bayona, num Can-Am, e do conhecido responsável técnico da Sports&You, Abel Fernandes, que partilha um Can-Am com os experientes António Coimbra e Luís Silva.   
 
Horário BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira   
Sexta-feira, 1 de dezembro   
09h30/11h30 – Treinos livres (todas as categorias) 
14h00/17h00 – Treinos cronometrados (categorias T1 T2, T3, T4 e Promoção E)   
15h00/17h00 – Treinos cronometrados (restantes categorias)   
17h15/18h30 – Treinos livres todas as categorias   
 
Sábado, 2 de dezembro   
15h00 – Partida BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira   
 
Domingo, 3 de dezembro   
15h00 – Chegada BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira
16h15 - Cerimónia de pódio  
 
Horário BP Ultimate 4 Horas SSV Vila de Fronteira   
Sexta-feira, 1 de dezembro
11h45/13h45 – Treinos livres e cronometrados   
 
Sábado, 2 de dezembro  
09h00 – Partida BP Ultimate 4 Horas SSV Vila de Fronteira     
12h00 – Chegada BP Ultimate 4 Horas SSV Vila de Fronteira   
13h45 - Cerimónia de pódio
 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 – 17:22:52

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...