Raquel Martins termina participação notável no Europeu Sub21

 

Raquel Martins foi eliminada na 2.ª fase da competição de Singulares do Campeonato da Europa de Sub21 que está a decorrer no Multiusos de Gondomar até domingo, a melhor participação de sempre de uma atleta portuguesa na competição.

 

A atleta, que joga no clube da casa, Ala Nun’Álvares de Gondomar, perdeu os três encontros, frente à romena ex-campã da Europa de juniores, Adina Diaconu, por 1-4, à belga Lisa Lung (3.ª cabeça de série do Europeu) por 4-2 e à eslovaca Ema Labosova por 4-0.

 

Raquel Martins conseguiu o apuramento para a 2.ª fase de uma forma brilhante, ao vencer dois encontros na 1.ª fase. A internacional lusa alcançou triunfos frente à luxemburguesa Sarah Meyer (4-2) e à eslovena Aleksandra Vovk (4-1).

 

O evento conta com a presença de 109 atletas (53 masculinos e 56 femininos) de 31 países.

 

Raquel Martins: “Dei tudo o que podia”

 

A atleta portuguesa fez um balanço da participação no Europeu de Sub21: “Participei nesta competição não através do ranking, mas por convite. Sabia que ia enfrentar muitas dificuldades, porque estão aqui as melhores atletas da Europa, mas dei tudo o que tinha. Joguei em casa, com muito apoio. É muito especial para mim jogar aqui e tive sempre um incentivo maior por ser nesta cidade. Nunca desisti, dei sempre o máximo. Consegui passar à 2.ª ronda, onde fiquei num grupo muito difícil, mas tentei sempre representar-me a mim e ao meu país o melhor possível.”

 

Raquel Martins esteve empatada na partida com a belga Lisa Lung e muito perto de fazer o 3-2 e confessou ter acreditado que era possível ganhar o encontro: “Falhei no terceiro set duas bolas altas e fui sempre atrás do prejuízo. No set a seguir tentei encarar o jogo como se estivesse 0-0 para honrar a camisola e sentir-me bem. Não deu, mas saio de cabeça levantada, de consciência tranquila, que dei tudo o que podia dar.”

 

A atleta ainda está no escalão de júnior e revelou que “uma vez que é o meu último ano de júnior quero muito conseguir deixar a minha equipa na 1.ª divisão no Campeonato da Europa de Juniores. É um objetivo muito grande e já só penso nisso, porque já andamos a tentar há alguns anos e perdemos sempre na negra.

 

A nível individual vou dar o melhor e em pares gostava de alcançar um pódio com a Célia.”

 

Resultados

Singulares Femininos – Grupo B

Adina Diaconu (ROU), 4 – Raquel Martins, 1 (11-2, 3-11, 11-8, 11-5, 11-4)

Ema Labosova (SVK), 4 – Raquel Martins, 0 (11-7, 11-5, 11-9, 11-8)

Lisa Lung (BEL), 4 – Raquel Martins, 2 (3-11, 11-7, 16-14, 7-11, 11-6, 11-5)

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...