14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

João Pereira 11º no Europeu de Triatlo

No segundo dia dos Europeus de Triatlo disputaram-se as provas masculinas. Os primeiros a entrar em cena foram os júniores. Nestes, Filipe Azevedo foi 25º, João Ferreira 28º e Francisco Machado foi 52º. Durante a tarde, os Elites masculinos disputaram uma prova extremamente animada e muito marcada pelas difíceis condições climatéricas. Portugal teve os seus 5 atletas integrados no numeroso grupo da liderança. No final, João Pereira foi 11º, Duarte Marques 22º, João Silva 25º, Bruno Pais 32º e Miguel Arraiolos 45º.

Juniores Masculinos

A prova júnior foi disputada na distância sprint (750m, 20km, 5km). No final do primeiro segmento Filipe Azevedo estava colocado próximo da frente e integrou rapidamente o grupo líder. João Ferreira levou apenas alguns segundos mais a cumprir o segmento e graças a uma boa corrida até ao parque de transição subiu algumas posições. Já no segmento de ciclismo, a meio da primeira das quatro voltas, João Ferreira integrou também o grupo da liderança. Por seu turno, Francisco Machado, perdeu algum tempo mais na água e acabou por não conseguir integrar um grupo que o conseguisse levar mais à frente. Assim que o pelotão chegou à segunda transição Filipe Azevedo e João Ferreira procuraram sair a correr com os primeiros, tentanto também proteger-se do vento forte que se fazia sentir. Sobre a linha de meta, o italiano Matthias Steinwandter (o vencedor da Taça da Europa Júnior de Quarteira) levou a melhor sobre o seu compatriota Delian Stateff e o norueguês Kristiane Blummfelt. Filipe Azevedo terminou na 25ª posição, logo seguido por João Ferreira, na 28ª posição. Na corrida final Francisco Machado, ainda conseguiu ganhar alguma posições tendo terminado na 53ª posição.

Elite Masculina

Pelas 15.00 arrancou a prova masculina com um pelotão de grande nível e muito empenhado em lutar pelos pontos para a classificação olímpica. O segmento de natação (1500m) foi dividido em duas voltas. No final da primeira das duas, João Pereira estava muito perto da liderança, ocupada por franceses e russos. Na segunda volta de natação não se produziram grandes alterações e Portugal conseguia colocar no grupo da liderança João Pereira, João Silva e Duarte Marques. Um pouco mais atrás surgiam Miguel Arraiolos e Bruno Pais.

Ao longo do segmento de ciclismo assitiram-se as numerosas jogadas tácticas por parte das diferentes nações. Espanha, com Ivan Rana e Rússia, com Ivan Vasiliev, estiveram ao ataque (precisamente com dois elementos que podiam definir a qualificação olímpica por nações) mas Portugal, com Duarte Marques e João Silva, estiveram muito activos e anularam as várias tentativas. A meio do segmento o francês Tony Moulai atacou e foi à procura de um lugar no pódio, que lhe valia um lugar na equipa francesa em Londres. Já na fase final do ciclismo o grupo de Bruno Pais e do espanhol Mário Mola alcançou o grupo da liderança, aumentando ainda mais o leque de candidatos aos lugares do pódio.

No segmento de corrida final, Javier Gomez impôs um ritmo que mais ninguém conseguiu seguir e no final da primeira volta tinha já alcançado Tony Moulai. Também os russos Alexander Bryukhankov e Ivan Vasiliev cumpriram excelentes de corrida e juntaram-se a Javier Gomez no pódio deste Europeu. Entre os portugueses, João Pereira foi quem mais tempo aguentou o ritmo da liderança, somando importantes pontos para a qualifcação olímpica. Duarte Marques, depois de um segmento de ciclismo muito activo e focado no resultado colectivo, ainda conseguiu fazer um bom segmento de corrida e terminar na 22ª posição. Seguiu-se João Silva, na 25ª posição, Bruno Pais na 32ª e Miguel Arraiolos na 45ª.

  

Periodicidade Diária

segunda-feira, 6 de julho de 2020 – 20:16:03

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...