15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Equipa da Semana: C.D. "Os Águias" de Alpiarça

Paulo Tenrinho, um dos rostos da secção de triatlo do Clube Desportivo (C.D.) “Os Águias” de Alpiarça, diz que“não existe um segredo para o sucesso.” “O que existe é uma grande dedicação de todos, técnicos e atletas”, afirma. O clube campeão nacional, em masculinos e femininos, é o primeiro a ser destacado na rubrica que criámos para dar a conhecer a história e o trabalho daqueles que estão na base do desenvolvimento da modalidade em Portugal.

Esta temporada – quando passam dez anos desde o início da prática da modalidade no clube, por iniciativa do antigo atleta e selecionador nacional, já falecido, Miguel Jourdan – o C.D. “Os Águias” de Alpiarça foi campeão nacional de clubes em masculinos e femininos, tendo para os homens sido o segundo título consecutivo.

 

Ana Filipa Santos, atleta da casa, foi campeã nacional individual, tendo o clube sido presença constante nos pódios das principais provas nacional, bem como nas convocatórias paras as seleções nacionais jovens e seniores.

 

Há 91 anos, o grupo de homens da terra que fundou o “Alpiarça Foot-Ball Clube os Águias”, a 1 de outubro de 1922, estava longe de imaginar que o triatlo – que ainda nem sequer tinha nascido, pelo menos com este nome – viria a ser a modalidade mais representativa do clube.

 

Basicamente os fundadores da coletividade só queriam jogar à bola. Ofutebol foi o desporto que mais mobilizou atletas e espetadores nos primeiros anos, mas o ciclismo é que lançou, pela primeira vez, “Os Águias” para a ribalta.

 

Na 1.ª Volta a Portugal em bicicleta, em 1927, o “Alpiarça Foot-Ball Clube os Águias” é representado por Manuel Simões de Oliveira Júnior na categoria de “fracos” e nas Olimpíadas de 1960 Francisco Valadas é o primeiro a levar o nome da localidade ribatejana até Roma.

 

Patinagem, hóquei em patins, karaté, ginástica, basquetebol, bilhar, xadrez, pesca desportiva, entre outras modalidades, foram fazendo a história do C.D. “Os Águias”, nome definitivamente adotado na década de 1960.

Quinze atletas de vários escalões etários, entre os quais Luísa Condeço e Miguel Arraiolos, participaram pela primeira vez em 2003 no circuito nacional de triatlo, dando início a um percurso de crescente sucesso do clube na modalidade.

Atualmente, “Os Águias” contam com 75 triatletas licenciados: 21 no circuito nacional jovem, 22 de nacionalidade portuguesa no grupo de competição, mais nove brasileiros, quatro espanhóis e um sul coreano, sendo os restantes dos escalões de age groups.

 

Após a morte de Miguel Jourdan, em abril de 2012, a secção de triatlo é reorganizada, tendo os seus dirigentes levado a cabo o que o, até então, líder do projeto já planeara: colocar um grupo restrito de triatletas a treinar no Centro de Alto Rendimento do Rio Maior.

A integração dos atletas no CAR em Rio Maior permite-lhe estarem enquadrados com todas as condições necessárias ao treino para o Alto Rendimento, acompanhada de uma grande proximidade aos locais de ensino que os atletas frequentam”, refere Paulo Tenrinho sobre os dez atletas que treinam atualmente no CAR, sob a orientação técnica do seu diretor Sérgio Santos.

 

É um treinador de nível mundial, com um curriculum impressionante, sendo inclusive um dos técnicos formadores da ITU. Os atletas confiam nele, podendo considerar-se um dos fatores de motivação para os excelentes resultados que surgiram”, analisou o seccionista de “Os Águias”, realçando ainda, entre os vários motivos para o sucesso, “os fortes laços de amizade e o espírito de grupo” existente entre os atletas do clube.

 

A confiança e o respeito mútuos são a base do trabalho, bem como a grande capacidade de comunicação e informação. Além disso, o planeamento é realizado atempadamente e de acordo com as provas planificadas”, acrescentou.

Periodicidade Diária

domingo, 17 de janeiro de 2021 – 15:54:01

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...