14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Bruno Pais conquista Bronze na Taça do Mundo de Huatulco

Disputou-se em Huatulco, no México, mais uma etapa da Taça do Mundo de Triatlo. Portugal participou com quatro atletas masculinos e com Vanessa Fernandes no sector feminino.
 
 A prova ficou marcada pelo forte calor que se fez sentir e que colocou à prova a capacidade física de todos os participantes. E uma das grandes perfomances do dia voltou a ser de um português. Desta feita foi Bruno Pais que elevou as cores nacionais e obteve a Medalha de Bronze, a sua terceira da carreira. João Silva terminou na 7ª posição, Duarte Marques foi 18º. Por seu turno João Pereira, depois de ter liderado à saída da água acabou por não terminar a prova.
 
 Na competição feminina, Vanessa Fernandes não terminou a prova.

 
 A prova prova do dia foi a feminina. Vanessa Fernandes, ainda no início do seu processo de recuperação, não teve a felicidade de contar com um grupo perto de si que a ajudasse durante o segmento de ciclismo. Depois de um segmento de natação em que perdeu algum tempo para as adversárias a atleta de Perosinho acabou por ficar sozinha sob condições climatéricas difíceis. Vanessa Fernandes ainda tentou reduzir as diferenças, mas estando ainda distante do seu melhor, acabou por se retirar da competição a meio do segmento de ciclismo.
 
 No sector masculino Portugal participou com uma equipa de quatro elementos: Bruno Pais, Duarte Marques, João Pereira e João Silva. O objectivo colectivo passava por manter o país no quarto lugar do ranking de qualificação por nações e até reduzir diferenças para a França, o terceiro classificado. E os atletas nacionais começaram bem: João Pereira e Duarte Marques eram dos primeiros a sair da água e rapidamente se colocaram no grupo da liderança. João Silva, por muitos apontado como o grande candidato ao triunfo, saía da água também com os principais candidatos ao triunfo.
  
  Por seu turno Bruno Pais perdeu algum tempo na água, mas assim que se iniciou o ciclismo começou a recuperar tempo para a frente, levando consigo alguns dos grandes protagonistas da prova, como era o caso do jovem sul-africano Richard Murray. A meio do segmento, Bruno Pais estava já no grupo da liderança e em posição de destaque, sobretudo na passagem pelas rampas mais duras da prova. Durante o segmento de ciclismo, Portugal viria a perder João Pereira que não resistiu ao forte calor que se fazia sentir. Ficavam no pelotão da liderança Pais, Marques e Silva.
 
 Quando o pelotão entrou para a segunda transição estava na frente, com um pequeno avanço, o austríaco Hofer que iniciou a corrida ainda isolado mas que rapidamente foi absorvido pelos melhores corredores. Bruno Pais mostrou-se muito bem logo desde início. Na final da primeira volta deixou para trás Alexandro Fabian (Itália) e Ivan Rana (Espanha) e entrou nos lugares de pódio, correndo grande parte da prova com aquele que viría a ser o vencedor, o norte-americano Matt Chrabot. Algo que o americano só conseguiu depois de ultrapassar o sul-africano Murray já na fase final da prova. Sempre muito consistente e resistindo bem ao calor Bruno Pais conquistou o Bronze. João Silva terminou a prova na 7ª posição e Duarte Marques foi 18º.
 
 Com este resultado, Bruno Pais conquista o terceiro pódio em provas da Taça do Mundo da sua carreira. O primeiro havia sido em 2005 em Corner Brook (Canadá) e o segundo em Aqaba (Jordânia), no ano 2006.
 
 O final de temporada tem sido muito positivo para os atletas nacionais mas falta ainda disputar a última prova do ano: o Europeu do escalão Sub23 que se disputará no último fim-de-semana de Outubro em Israel. Nessa prova Portugal estará com Anaís Moniz, João Silva, Pedro Laginha Palma, Miguel Arraiolos, Hugo Ventura e João Serrano.
  
   

Periodicidade Diária

domingo, 5 de julho de 2020 – 03:33:42

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...