14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Ainhoa Murua e Aurélien Raphel vencem em Quarteira

Ainhoa Murua (Espanha) e Aurélien Raphael (França) foram os grandes vencedores da Taça da Europa de Quarteira que ontem se disputou. Entre os portugueses, João Pereira foi quem mais se destacou, terminando a prova na 4ª posição final após uma grande recuperação na corrida final. Na competição feminina, Anaís Moniz na liderança da prova durante os segmentos de natação e ciclismo.

A competição feminina iniciou-se pelas 13.45 com a participação de 36 atletas, entre as quais a portuguesa Anaís Moniz. O mar apresentou-se mais calmo que nos últimos dias mas ainda assim apresentou ondulação suficiente para influenciar o resultado final da prova. Como se previa Caroline Routier (Espanha) foi a primeira atleta a concluir os 1500 metros de natação, logo seguida pela portuguesa Anaís Moniz, das também espanholas Ainhoa Murua e Ana Godoy e ainda da francesa Carole Peon.

Aquele grupo de 5 elementos apresentou sempre um excelente entendimento ao longo das 6 voltas (num total de 40Km) que compunham o segmento de ciclismo. Com esta atitude, as líderes procuravam deixar para trás algumas melhores corredoras do pelotão, como era o caso de Aileen Morrison, a atleta irlandesa já vencedora de uma prova do Campeonato do Mundo de Triatlo e que ontem, em Quarteira, se viu integrada num trio perseguidor sem capacidade para reduzir diferença para a frente.

À segunda transição chegou o grupo das 5 da liderança, onde se incluía Anaís Moniz, com pouco mais de um minuto de vantagem sobre Morrison. Uma vantagem significativa que permitiu à espanhola Ainhoa Murua impôr o seu ritmo, isolar-se aos 3km e somar um importante e moralizador triunfo na sua carreira. Contudo, e apesar da vantagem com que iniciou a corrida final, chegou a pensar-se que o triunfo de Murua estaria em risco em face da excelente corrida que Morrison ia exibindo. O ritmo era de tal forma forte que já na fase final permitiu a Morrison ultrapassar Carole Peon, relegando-a para o terceiro lugar.

Anaís Moniz lutou sempre por um lugar entre as primeiras mas já na fase final da prova foi ultrapassada por algumas das corredoras mais fortes.

Competição Masculina

Seguiu-se, pelas 16.30 a prova masculina, uma prova onde estiveram 14 portugueses entre os 68 participantes. Entre os presentes estavam 7 atletas com títulos mundiais no seu currículo e também os dois últimos vencedores da prova.

Logo à partida, o som da buzina, afectado pelo forte vento que se fazia sentir, não chegou a todos os atletas ao mesmo tempo e houve quem perdesse algumas fracções de segundo. Foi o caso de João Silva, que ficou na expectativa de uma falsa partida, mas que rapidamente recuperou e iniciou a segunda volta de natação já colocado na dianteira da prova. A ondulação esticou o pelotão e, entre os portugueses candidatos a um lugar de destaque, Bruno Pais eram quem perdia mais tempo.
À primeira transição chegou um pelotão liderado pelos franceses Anthony Pujades, Pierre Le Corre e Aurélien Raphael. Próximos da frente estavam também João Silva e Duarte Marques, que dessa forma integraram o grupo da liderança.

Com, sobretudo a equipa francesa, muito interessada em deixar para trás alguns dos melhores corredores, como Mário Mola (vencedor 2011 e 4º classificado há uma semana atrás na Taça do Mundo de Moololaba) o entendimento era bom e a vantagem ia crescendo.
No grupo perseguidor estavam vários representantes nacionais, era o caso de João Pereira, Miguel Arraiolos e Pedro Palma. Bruno Pais viria a integrar este grupo já na depois do meio do segmento de ciclismo.

Na frente, registaram-se várias movimentações até que surgiu a fuga decisiva protagonizada por Aurélien Raphael, Antony Pujades e o russo Denis Vasiliev. O trio fez um final de segmento muito forte e entrou na transição com uma vantagem que permitiu a Raphael manter a concorrência à distância ao longo dos 10km de corrida disputados ao longo do calçadão de Quarteira repleto de um entusiástico público. Os segundo e terceiro classificados finais seriam Pierre Le Corre e Fernando Alarza, dois integrantes do primeiro grupo perseguidor. Atrás deles, com uma recuperação fantástica na corrida (o melhor parcial de corrida) classificou-se João Pereira.

O segundo melhor português seria Miguel Arraiolos na 16ª posição, seguido de Pedro Palma na 19ª, Bruno Pais na 21ª, Duarte Marques na 23ª, João Amorim na 41ª, Hugo Alves na 42ª, João Serrano na 48ª, Tiago Maia na 49ª, Pedro Mendes 50º, Hugo Ventura 51º e José Veiga na 57ª. Gil Maia seria o único português a não terminar a prova.

João Silva, que se estreou em competições na temporada 2012 terminou a prova na 43ª posição final. O resultado não espelha o desempenho do atleta da Benedita que nadou entre os primeiros, esteve sempre bem colocado no ciclismo e a apenas na corrida (o segmento que esteve impedido de trabalhar durante parte da pré-temporada devido a lesão) foi perdendo posições mas optando, ainda assim, por se manter em prova como forma de celebrar com o público o apoio manifestado.

Hoje, é a vez dos atletas júniores competirem na primeira Taça da Europa da temporada 2012. Também hoje é disputada a quarta etapa do Campeonato Nacional de Clubes.  
 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 10 de julho de 2020 – 23:18:25

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...