A Figueira da Foz recebeu hoje a última etapa do Campeonato Nacional de Clubes de 2016. Acolhida num formato diferente do habitual, a competição reuniu as formações concorrentes e observou duas equipas sagrarem-se campeãs nacionais de clubes. Depois de Vila Real de Santo António e do Sabugal, foi a vez da Figueira da Foz receber aquela que é uma das competições colectivas mais cobiçadas no nosso país.

 

A derradeira etapa levou todos os triatletas a percorrer 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida com a peculiaridade de o fazerem em modo contra-relógio por equipas. As várias formações fizeram-se valer da qualidade individual de cada atleta alinhada com a sua capacidade de entrega e espírito de equipa. Tornando esta etapa no verdadeiro exemplo de trabalho colectivo.

 

Com a foz do Mondego como pano de fundo durante toda a prova o Alhandra Sporting Club e o Portugal Talentus provaram ser as mais afinadas formações do dia e conquistaram a última etapa do Campeonato. Feito que acabou mesmo por levar a uma reviravolta na competição masculina onde o Portugal Talentus se sagrou Campeão Nacional de Clubes de 2016 e ultrapassou o, até então líder, Sport Lisboa e Benfica.

 

Na competição feminina o Rio Maior Triatlo, apesar de terminar a etapa na terceira posição, levou o título Nacional para casa e mostrou ser a equipa mais forte com duas vitórias em quatro etapas. O Sporting Clube de Portugal foi segundo na etapa feminina a apenas 11 segundos da formação vencedora. Nos homens, o Sport Lisboa e Benfica foi segundo e o Clube Olímpico de Oeiras terminou a etapa no último lugar do pódio.

 

A Figueira da Foz recebeu esta importante competição e deixou um marco no calendário competitivo Nacional. O evento organizado pela Câmara Municipal da Figueira da Foz e Federação de Triatlo de Portugal permitiu que clubes, atletas e espectadores se reunissem e desfrutassem de um cenário competitivo único que foi decisivo e encontrou os novos Campeões Nacionais de Clubes 2016.