14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Controlo de treino realizado para a época de 2017

 

Sábado, dia 25, e domingo, dia 26, foram os dias escolhidos pela FTP para realizar os habituais controlos de treino para as seleções nacionais. Os testes foram realizados no Complexo Desportivo do Jamor e na ilha da Madeira e foram organizados pela Federação de Triatlo de Portugal com o apoio da Associação Regional de Triatlo da Madeira.

 

Com o objectivo de avaliar a forma de atletas com potencial de representar a seleção nacional na temporada de 2017, a FTP recebeu 62 atletas, em representação de 22 clubes, que prestaram provas de natação, ciclismo e atletismo.

 

O controlo teve início com as provas de atletismo, realizadas sábado de manhã. Para os atletas dos escalões Juvenil, apenas os de segundo ano, Cadete e Júnior, a prova de atletismo resumiu-se a um teste de 3000 metros em pista, seguido de 400 metros. Para os Sub23 e Séniores foi realizado um teste de 5000 metros. No mesmo dia, de tarde, foi testada a forma dos mesmos atletas para o segmento de natação. Para todos os escalões foram dadas partidas para testes de velocidade, 100 metros, e de resistência, 1ooo metros.

 

Domingo, último dia de testes, foi reservado para o segmento de ciclismo. Todos os atletas envolvidos nos controlos prestaram provas em bicicleta estática com recurso a potenciómetro. Para os atletas Juvenis foram realizados testes de 3 minutos e para todos os outros escalões foram feitos controlos de 20 minutos.

 

Os dois dias que compuseram o controlo de treino da Federação de Triatlo de Portugal ficaram marcados por um ambiente de grande harmonia e camaradagem entre todos os envolvidos.

 

Os excelentes resultados obtidos fazem ainda perspetivar mais uma excelente época desportiva!

Periodicidade Diária

quarta-feira, 23 de outubro de 2019 – 15:47:02

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...