13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Novo programa de Apoio ao Alto Rendimento nos Clubes (PAARC)

 

A Federação de Triatlo de Portugal sempre perspetivou o seu Alto Rendimento como algo fundamental para o seu sucesso e para a implementação da modalidade. Os frutos dessa aposta são sobejamente reconhecidos com uma medalha olímpica e vários diplomas, inúmeros títulos europeus e mundiais e várias figuras incontornáveis do desporto nacional.

 

Para atingir estes resultados, a FTP procurou sempre estar na vanguarda da modalidade e do Alto Rendimento em Triatlo e, face às constantes mutações e desenvolvimento, a busca desse vanguardismo torna-se cada vez mais difícil e dispendiosa.

 

Contudo, nos últimos anos, o crescimento do Triatlo trouxe a aposta na modalidade de inúmeros clubes de elevada qualidade que, por sua vez, apostaram na qualificação dos seus técnicos, existindo atualmente uma maturidade competitiva e de performance em alguns clubes que desenvolvem um trabalho de preparação e capacitação dos atletas jovens, essencial para que o triatlo nacional se mantenha com níveis competitivos internacionais de referência.

 

Segundo Vasco Rodrigues, presidente da Federação de Triatlo de Portugal: «Tornou-se necessário reconhecer o trabalho desenvolvido pelos clubes e, na medida das capacidades da FTP, iniciar um Programa de Apoio ao Alto Rendimento nos Clubes (PAARC) que pretende agir em três grandes áreas: apoio financeiro aos clubes, apoio técnico complementar à atividade dos clubes e treinadores e maior interrelação entre clubes e entre estes e a FTP.»

 

São enquadráveis no PAARC todos os clubes com atletas integrados nas seleções nacionais no ano anterior (cujo enquadramento técnico seja garantido pelo treinador do clube) e que cumpram com os critérios definidos neste PROGRAMA DE APOIO AO ALTO RENDIMENTO NOS CLUBES

 

Além do apoio financeiro, a necessidade de apoio médico da maioria dos clubes e atletas é essencial para a prossecução dos seus objetivos, para perspetivar o trabalho dos treinadores e garantir um melhor conhecimento da realidade dos clubes e atletas, pela estrutura da FTP. Assim, aproveitando o lançamento do PAARC, a FTP apresenta também a sua nova equipa médica, cujo grande objetivo é potenciar o trabalho de todos os atletas, treinadores e clubes que perspetivam carreira no Alto Rendimento.

 

A nova equipa médica vem reforçar o trabalho do Psicólogo Pedro Almeida e é constituída por:

 

Nuno Piteira: Médico

Gonçalo Saldanha: Fisioterapeuta

Júlio Pinto: Fisioterapeuta

 

A equipa médica da FTP vem apoiar todos os atletas enquadrados no programa de Alto Rendimento, com prioridade inicial para os atletas enquadrados nas seleções nacionais, CAR Jamor e nos níveis do Projeto Olímpico. Nuno Piteira, também nadador e triatleta, explica-nos que é sua intenção colocar as suas competências em medicina ao serviço da promoção da atividade física, do desporto e da saúde.  «Desde o início da minha formação médica, influenciado pela prática regular de natação e triatlo, que apostei na diferenciação nas áreas da medicina desportiva e do desporto e saúde.»

 

O principal objetivo desta equipa é iniciar um sistema de avaliação e registo sistemático dos dados de saúde, condição física e treino. «Para além das funções clínicas inerentes, a equipa de saúde da FTP estabelece a coordenação e interligação entre os vários níveis de cuidados de saúde dos clubes, COP, ou outros a que os atletas já têm acesso. Desta forma, pretendemos conseguir uma melhor prestação de cuidados de saúde nas intercorrências, mas também dar apoio aos treinadores, no planeamento e gestão dos treinos ao longo da época.» Estes atletas passam ainda a ser acompanhados nas principais deslocações a competições internacionais e concentrações em estágios.  «Sempre foi um objetivo pessoal conseguir trabalhar na promoção da atividade física, bem planeada e vigiada. E não há melhor forma de trabalhar do que com os atletas de Alto Rendimento, que deverão ser, por excelência, os atletas com melhor planeamento de treinos e vigilância médica mais cuidada.».

 

Por último, com a sistematização da informação e elaboração de protocolos, pretende-se que este planeamento e vigilância dos planos de treino, possam estabelecer um exemplo válido para os clubes e atletas em formação.  «Foi, portanto, com grande entusiasmo que recebi o convite do Presidente da FTP para coordenar esta equipa de saúde, que tem como objetivo apoiar os nossos melhores triatletas a alcançar ainda melhores resultados desportivos.», conclui Nuno Piteira.

 

O objetivo para 2019 será reforçar o apoio garantido através do PAARC e desenvolver uma outra área de apoio que incentive os clubes que trabalham na formação de jovens atletas.

 

PODE CANDIDATAR O SEU CLUBE ATRAVÉS DESTE FORMULÁRIO

 

 

 


 

terça-feira, 16 de outubro de 2018 – 20:20:24

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...